='cap-left'/>

Katherine Howe - O Livro Perdido das Bruxas de Salem




"O livro Perdido das Bruxas de Salem" nos traz a história de uma jovem mulher em busca de ascensão profissional, mas que acaba numa busca por si mesma, enredada num caminho sem volta...

O LIVRO PERDIDO DAS BRUXAS DE SALEM
KATHERINE HOWE
Suma de Letras


Constance Goodwin acaba de passar com louvor em um exame de admissão, e precisa encontrar alguma fonte primária e surpreendente para ser tema de sua dissertação no mestrado em Harvard, para com isso obter prestígio e reconhecimento na área de pesquisa acadêmica.

Essa busca se inicia de uma forma um tanto peculiar: órfã de pai, Connie não tem um relacionamento exatamente afetuoso com a mãe, Grace, que mora no Novo México.
Um tanto "hippie" em suas concepções, Grace falava de auras e energia vital... enquanto Connie é bem mais conservadora, mas o laço que as une é indiscutível. Incapaz de negar algo à sua mãe, Connie se incumbe de colocar a antiga e abandonada casa da avó Sophie em ordem, para que pudessem vendê-la.

A aparência sinistra da casa já é por si só muito reveladora. Connie se vê perguntando quais segredos aquelas paredes centenárias podem esconder, quem poderia ter vivido dentro daquelas paredes; e nesse exato momento de divagação ela segura uma bíblia da qual cai uma chave e uma tira de papel com um nome: Deliverance Dane. Pesquisadora por natureza, Connie passa a se interessar por essa pessoa sem rosto, sem vestígios, sem passado... Aos poucos, e sem volta, vai caindo numa história fantástica que remonta a um período crítico da história colonial, em qual muitos inocentes foram executados sob acusação de bruxaria.


Em meio às suas pesquisas Connie se encontra com Sam, restaurador de igrejas antigas. A empatia imediata eleva Sam ao patamar de amigo e confidente em suas descobertas, e logo essa relação evolui romanticamente. As pesquisas não páram, e junto com Connie descobrimos que Deliverance Dane pode ter sido de fato uma bruxa, e que possuiu um livro sombrio no qual estavam compilados segredos de cura milenares.

Então, eis aqui: a fonte primária que Connie tanto desejava.

Resolvida fazer do livro seu tema de dissertação, ela se propõe a encontrá-lo e conta com o apoio de Chilton, seu orientador e consagrado pesquisador, que passa a demonstrar interesse excessivo no livro...


A busca por essa raridade atravessa gerações, e dessa forma Connie descobre as mulheres descendentes de Deliverance, todas versadas na arte da cura, e com nomes de virtudes: Deliverance (Libertação), Mercy (Piedade), Prudence (Prudência), Pattiente (Paciência), etc... As histórias de vida dessas mulheres são contadas no decorrer do livro, paralelamente à busca desenfreada de Connie pelo livro, que se torna muito mais que uma pesquisa: se torna o único meio de salvar a vida da pessoa a quem ela ama.

"O livro Perdido das Bruxas de Salem" de Katherine Howe é uma ótima e instigante leitura, que eu gostei muito, especialmente dos trechos em que Connie começa a descobrir os rastros de Deliverance e nem percebe que esses rastros levam a um lugar comum...

Alma romântica, sou da firme opinião que o romance entre Connie e Sam deveria ser mais abordado, uma vez que é maior impulso na procura desesperada de Connie pelo livro: algo de grande importância tanto para sua vida pessoal, quanto em seu trabalho, e também para a humanidade.

Devo ressaltar excelente pesquisa, pois houve momentos em que eu, leiga, não consegui separar a criação da autora dos fatos reais,a correlação ficção-realidade caminhavam numa mesma e tênue linha.

O livro é extremamente detalhista e até mesmo didático, uma vez que a personagem principal é uma pesquisadora. Ele elucida vários pensamentos e concepções sobre bruxas, e a vida cotidiana dos colonos, além de nos contar como se deu o “Caso Salem”. Ao mesmo tempo nos faz refletir sobre a arte da cura, na condenação injusta de uma "bruxa boa", que sempre usou de seus dons para ajudar ao próximo. Inúmeras atrocidades foram cometidas "em nome de Deus" no decorrer da história mundial, mas a intolerância e o pensamento arcaico dos detentores do poder cristão, os "exterminando o mal" iludiram toda uma comunidade, no caso específico de Salem.

Quem de nós não tem um pouco de bruxa dentro de si? Quem nunca teve um pressentimento de algo que realmente se concretizou? Quem não tem uma receita de família, um chá infalível?

A grande verdade é que, num tempo onde a medicina não era evoluída, via-se no demônio a causa de todos os males e as pessoas tinham a firme crença de que suas doenças eram causadas por seus pecados. E o fato que simples e humildes mulheres podiam curar de forma eficaz os malefícios assustava à mentalidade tacanha daquela época sombria...

O Livro Perdido das Bruxas de Salem, com todo bom livro, de final surpreendente, merece virar um filme! Eu já me peguei imaginando qual ator lindão de olhos verdes e cabelos cumpridos faria o eclético Sam, e qual atriz daria vida à certinha Constance... ( risos)
Recomendo!


Comentários
32 Comentários

32 comentários:

  1. Sabrina,
    Eu quero muito esse livro.
    Sua resenha está um arraso !!!
    Beijos
    Luka,

    ResponderExcluir
  2. Excelente Resenha!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Resenha otima, parabens
    Eu ja tinha ouvido falar do livro, agora fiquei mais curiosa ainda em ler
    Adorei

    ResponderExcluir
  4. Sabrina,
    Já havia lido resenhas sobre este livro, mas esta aqui está bem melhor.
    Aguçou-me de uma certa maneira, de uma forma didática mesmo, também estou querendo dá vida ao meu mestrado rs.
    otima dica, ótimo panorama sobre a obra.
    Parabéns.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Que legal!!
    Adorei a resenha! Me deu vontade de ler tb!!
    Sempre gostei de livros assim, com um pouco de História no meio.
    bjO*

    ResponderExcluir
  6. Doida por esse livro, omg. Alguém disposto a me dar de presente? Falta pouco pro meu aniversário SHUAHSUAHUS.
    Amo amo amo bruxas, não vejo a hora de ter mais essa na estante *--*
    xxx
    Ana

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha, o livro parece ser muito bom e estou louca de vontade de lê-lo!

    ResponderExcluir
  8. Leninha esperando o dela chegar, mas será que chega?
    Detesto esperar!
    Bela resenha Sabrina, parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Foi a resenha mais elucidativa que eu li sobre o livro! Acho que até demais, porque só de saber que o romance não é tão abordado me desanimou um pouquinho... rs Também sou uma alma romântica!
    Mas acho que, por todo o resto, vale a pena! Vou tentar...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Excelente resenha mesmo. Ao contrário da Ana Paul, meu niver ta longe, vou ter q comprar mesmo :(

    bjs meninas

    ResponderExcluir
  11. O livro me lembra um pouco o estilo de Labrinto. Esse fator "livro muito detalhista" as vezes me irrita um pouco, me irritava em Labirinto quando eu lia que a mulher ia comer azeitonas pretas e frias sobre a tábua de madeira envelhecia e blá, blá, ¬¬'. Maaaaaasss, esse livro parece ser muito bom mesmo! EU QUEROOOO! rsrs Beijos

    ResponderExcluir
  12. Adorei, Sabrina. Pena não ter mto romance. (suspiro). Ah, a minha alma romântica. Mas, assim: gostei demais da ideia de um livro bem pesquisado sobre esse tema de "bruxaria". Gosto de tudo quw é sobrenatural e fantástico, então, com certeza, esse mais um livro de um whish listque não acaba nunca. Bjs. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  13. Sa,

    E o meu que não chega afff
    Agora lendo a sua resenha fiquei ansiosa em dobro o céus.

    Resenha ficou super, gostei muito. É bem o tipo de livro que eu adoro ainda mais se a ambientação ficou assim tão boa.

    bjoo

    ResponderExcluir
  14. Muito ansiosa pra ler esse livro. Sua resenha vez minha vontade aumentar! haha Adoro assuntos sobre bruxas e é interessante ler um livro que dita também fatos históricos, nos levando a outro tempo. Quero muito ler! Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ai Sa, linda resenha, eu vou ler esse livro 0/
    Nem vou fazer resenha aqui, huahua. Não conseguirei nem chegar aos pés dessa, kkkk.

    ResponderExcluir
  16. Pela sinopse já sabia que seria bacana, mas vendo a opinião que já leu, só da + vontade de ler...rs
    Amei !!!

    ResponderExcluir
  17. Oi, Sabrina.

    E o meu livro que não chega!!! Snif... snif...

    Amei sua resenha, que despertou ainda mais a minha ansiedade pela leitura!!! Fico feliz em saber que o livro é tão bom quanto a sinopse nos mostra!

    Dessa vez, você superou!!!

    Acho que nem eu, quando meu livro vier, conseguirei fazer uma resenha desse porte!!! PARABÉNS!!!

    Adoro livros no gênero sobrenatural, magia e fantasia.

    São demais, porque nos prende a atenção e nos envolve naquele mundo imaginário fantástico!!!

    Beijos.

    Carla Fernanda.

    ResponderExcluir
  18. Estou curiosa! Quero ler este livro!!!
    Mais um para minha lista...rs.
    Bj.

    ResponderExcluir
  19. Ai, eu quero esse livro, poxa :( HAHA
    Adorei a resenha :}
    :*

    ResponderExcluir
  20. Oi Sabrina!
    Desse jeito eu vou a falência!Sua resenha ficou ótima e minha imaginação está correndo solta.kkk
    Sou muito curiosa. Gosto de livros bem descritos e com uma pesquisa mais aprofundada.
    Eu não tenho a alma tão romantica assim. tenho que ler esse livro...e logo.kkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Faz tempo que quero ler esse livro. E lendo agora a tua resenha, deu mais vontade ainda. ;___;
    Eu gosto de historias que envolvam bruxas.

    ResponderExcluir
  22. Só o fato de ser didático em demasia que não me anima tanto a comprá-lo. Ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  23. Muito bacana esse livro. Eu ja li, e é muiiito bom. :3

    ResponderExcluir
  24. Fantástica a resenha do livro! Parabéns por todas as menções importantes quanto a trama!

    Foi decisiva para que eu tenha certeza, mais do que já tinha, em comprar o livro...

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  25. É impressão minha ou Constance faz parte dessa linhagem de mulheres com nomes de virtudes? Afinal, constância (de Constance) e graça (de Grace, mãe dela) também são virtudes. E Sophie pode ser ligado a sabedoria.

    O livro não me interessou, mas fiquei um pouco curiosa pra saber disso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Gostei da resenha, mas não é um tipo de história que me atrai!

    Minha mãe vive falando que eu gosto de livros muito romanticos, mas não é verdade!
    Eu adoro ficção e romance policial, mas não fiquei muito interessada nesse!
    Não sei... acho que o santo não bateu..hehehe

    Bjo
    Fernanda

    ResponderExcluir
  27. Se a Sá diz que é bom é porque é XD
    Aaah, mas eu murchei quando li que o romance não é tão explorado ‘-‘ *alma romântica*³
    Mesmo assim eu quero *-*
    Detalhe: Coitados dos meus parentes e amigos, to preparando uma lista de livros que eu quero *-* mamãe vai ser a primeira a ser atingida xD

    ‘Quem de nós não tem um pouco de bruxa dentro de si’
    Tenhaam medo de miim! Eu tenho muito de bruxa dentro de mim rs

    ResponderExcluir
  28. Adorei a resenha. O livro parece ser interessante, mesmo se tratando de ficção deve ser um prato cheio pra quem ama História assim como eu e deve ajudar a conhecer melhor essa parte da História Americana q mexe tanto com o imaginário de todos.

    ResponderExcluir
  29. Esse livro é maravilhoso *-*

    ResponderExcluir
  30. queria saber se tem continuação esse livro...se tiver me mande :) ja li esse livro e amei queria a continuação :) *--*

    ResponderExcluir
  31. queria saber se tem continuação esse livro...se tiver me mande :) ja li esse livro e amei queria a continuação :) *--*

    ResponderExcluir