='cap-left'/>

Nove minutos com Blanda - Fernanda França

Promessa é dívida. E depois da entrevista com a querida Fernanda França, hoje é o dia da resenha.





Ótimo panorama. A minha mãe e a minha sogra planejavam o meu casamento, eu nem sequer sabia se o meu namorado queria se casar comigo e eu não parava de pensar em um cara cujo nome eu desconhecia. Naquele momento, pensei: “Sou a pior espécie de mulher que já existiu, mas não posso desistir de mim mesma, senão estou perdida”. Decidi dar uma chance para o que é real e tentar esquecer a história de cinema com o gerente de banco que era baterista. Até porque história de cinema é escrita para cinema e só acontece no cinema. Seria diferente comigo?

O livro é divertido e gostoso de ler... li em uma tarde tranquilamente!
Ri um pouco, refleti outro tanto e me apaixonei pelo Bernardo.

Foi uma excelente diversão: o primeiro encontro do Bernardo com a Blanda é impagável...


Imaginem ela tentando entrar no banco e a bolsa travando na porta giratória (risos).


Blanda tenta descobrir o que tem dentro daquela bolsa, que a impede de entrar, até que o gato do Bernardo, gerente do banco, vai revistar a bolsa dela... e o que encontra?

Uma calcinha minúscula rosa choque que ela deixa para emergência.

Imaginem a cena, que catástrofe, um TDB olhar sua bolsa e achar isso... (!!!)

E a diversão no livro continua, mas vou “começar do começo” para vocês não se perderem:

A relação dos pais de Blanda não foi perfeita, nada perfeita.

Por anos, ela culpou o pai pelo término do casamento, e esse fato fez com que nossa “Blandinha” fosse “fria” em relação ao amor.

Sim, ela namora um cara há anos, o Max, mas não rolou aquela paixão.

Blanda é formada em Direito mas não exerce a profissão.

Do nada, depois de conhecer o TDB – Bernardo, ela resolve conhecer a família do Max.

Não sabia o que a esperava e acaba sendo induzida pela mãe e pela futura sogra a noivar e marcar casamento com o Max! (e ainda redescobre a pintura).

As dúvidas acontecem e os medos são colocados a prova:

Casamento com Max?

Pintura e a profissão de advogada?

E em meio às dúvidas os encontros com Bernardo continuam sendo impagáveis.

A Edi, do Ediverdade sintetizou de forma excelente:

# Quando Blanda sai para balada com Teca (sua melhor amiga) e muito empolgada com a banda Zoom que se apresenta no bar, ela resolve dá showzinho e coloca o lenço vermelho de bolinhas brancas que sua mãe lhe deu de presente. Detalhe: o baterista da banda Zoom é o mesmo gerente gato do banco;

# Quando Blandinha resolve pintar seu cabelo, fica desesperada com o resultado e compra outra tinta no mesmo dia para tentar resolver o problema. Que nada! Blandinha fica com os cabelos de cor laranja! E adivinhem? Blanda foi assim mesmo pagar uma conta no tal banco do tal gerente/baterista... aiaiaiai.

E isso é só o começo.

O livro continua com descobertas que a fazem perceber que nem tudo é o que parece.
Que julgou algumas pessoas precipitadamente, e que pode mudar o rumo da sua vida. É só ter vontade e coragem.
O livro não é só divertido... Particularmente, gostei mais da análise psicológica da personagem, gostei mais da complexidade chamada Blanda.

E logo, logo tem promoção. Fiquem de olho.




Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Ei Lari,

    Adorei a resenha querida, ficou muito divertida.

    Ahhh eu quero este livro tbm o céus!!!

    Empresta para eu e a Lu via correio? rsrsrs

    bjoo

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh já to amando pela resenha e tbm quero....rs


    Sorteio, sorteio.... rs...

    Bjos =)

    ResponderExcluir
  3. Não consiigo me interessar por esse livro! D: A resenha tá ótima, mas acho que não tem santo que me baixe vontade de ler isso...

    xx
    Ana

    ResponderExcluir
  4. doida para ler esse livro. ^^
    quero muito ler, xD

    ResponderExcluir
  5. Já tinha ouvido falar, mas ainda não tinha parado pra ler uma resenha. Agora que eu li, adorei (tomara que eu ganhe essa promoção).

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  6. Quero ler esse! Ótima resenha ^^

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. QUe livro interessante
    fiquei com vontade de ler XD

    ResponderExcluir
  8. AHHH Adorei a resenha *-* Sempre vejo otimoas criticas boas sobre esse livro e só me faz ter mas vontade de ler.

    Bjinhoss

    ResponderExcluir
  9. Ahh parece ser divertido! Estou doidinha pra ler esse livro. A autora é uma fofa também. Mal posso esperar pela promo heins? rsrsr

    ResponderExcluir
  10. Lari, esse livro deve ser diversão garantida!! Já coloquei na minha lista!

    bjsssss

    ResponderExcluir
  11. O livro é bom sim!
    Divertido!
    Leve;
    gostoso de se ler.
    Lari, vc sintetizou muito bem.
    Obrigada por mencionar parte de minha resenha.
    Beijos. :)

    ResponderExcluir
  12. Nossa, amei!!!
    Quero muito ler esse...

    ResponderExcluir
  13. Depois das resenhas que eu li dele, morro de vontade de ler.
    Ainda porque, QUANDO, quando que a gente vê por ai um GERENTE BATERISTA?!
    HAHA quero, queeeero!

    ResponderExcluir