='cap-left'/>

Sabrina Jeffries - Na Cama do Príncipe





Hoje vou resenhar o primeiro livro da série "Irmandade dos bastardos reais" que conta com 3 livros. Antes de falar do romance em si, apresento a vocês o misterioso livro "The Art of Seduction Reveal’d, ou Rake’s Rhetorick" (Os segredos da arte da sedução, A retórica do libertino). Com dicas cretinas e engraçadas, imagens de certas posições para o amor e conceitos absurdos, as citações do livro, ao início dos capítulos, e as menções sobre ele no decorrer da trama são atrações à parte, eu ri muito. Esse livro é o culpado de (quase) tudo! Como...? Já explico...




Na Cama do Príncipe
(Irmandade dos Bastardos Reais 01)
Sabrina Jeffries


Katherine Merivale, uma jovem herdeira de 19 anos, deve contrair matrimônio para receber à fortuna que lhe deixou seu avô. Está apaixonada por seu amigo Sir Sydney Lovelace desde que era menina, e seu desejo mais íntimo é casar-se com ele, mas Sydney não se decide a dar o passo.
Enquanto isso, Alexander Black, conde do Iversley, retorna a Inglaterra depois da morte de seu pai para fazer-se encarregado dos bens familiares, mas o que encontra é uma mansão desvencilhada e um sem-fim de dívidas. Consciente de que sua única oportunidade é casar-se com uma rica herdeira, traçando um frio e calculado plano para afastar Katherine de seu pretendente.
A resistência inicial da jovem supõe um desafio para o Alexander, que utiliza todas suas artes de sedutor para conseguir o coração da jovem. Mas as coisas mudam e, para sua surpresa, descobre que a rebeldia de Miss Merivale desperta nele uma paixão irrefreável.
Agora, sua luta consiste em evitar que Katherine averigúe que só procurava sua fortuna.



O pai de Katherine foi um imenso safado, que deixou toda a família depenada. Nossa mocinha encontrou o livro dos libertinos entre os pertences do pai, e decorou o bendito... Isso mesmo! Decorou... Então, ela estava mais que vacinada contra os subterfúgios dos conquistadores.
Katherine acredita amar desde sempre seu amigo de infância e poeta Sydney, e espera que ele decida pedi-la em casamento... agora mais que nunca, pois a situação financeira complicada da família precisava ser resolvida. Ela era beneficiária da herança de seu avô paterno, mas só poderia recebê-la depois do casamento.O pai de Katherine deixou inúmeras dívidas, que ela e a mãe tentavam saldar, ou ir enrolando até conseguir um casamento para a filha... E Gavin Byrne era um dos credores.
"Procura não gerar bastardos. Estes o perseguirão incansavelmente, inclusive depois de que os prazeres carnais tenham desaparecido."
The Art of Seduction Reveal’d, ou Ao Rake’s Rhetorick*
Gavin Byrne e Lorde Draker (*Ai, my dóg, porque sempre tem que ter um dragão na história? *__*) eram filhos bastardos do príncipe de Gales, não nunca tiveram contato.
Draker era legitimado, pois sua mãe era casada quando nasceu, e o marido dela assumiu-o; apesar de ser um lorde, era bastardo, e não era aceito pela sociedade. Gavin era filho de uma atriz irlandesa, e não tinha legitimidade alguma, mas era muito rico e dono de casas de diversão.
Eles são convocados por Alec... também ilegítimo, que chegou de uma longa viagem para recuperar sua herdade, em ruínas, depois da morte do pai. Após revelar-se irmão desses dois homens tão notórios na sociedade, Alec propõe uma aliança. Então se unem e decidem se ajudar mutuamente.
Draker era rico, mas precisava ser aceito na sociedade, pois tinha uma irmã em idade de debutar. Para o mal de Gavin não havia saída, a menos que o príncipe assim o fizesse, dando-lhe o respeito negado à sua mãe. E Alec precisava de uma vultosa soma em dinheiro, e para isso decide casar-se com uma rica herdeira, indicada por Gavin( Já perceberam que é Katherine?) e forjar um cenário de riqueza inexistente, ajudado pelos irmãos.
Selam a união com o brinde, que seria comum a eles, em todos os encontros:
– À saúde de Príncipe do Gales, nosso progenitor real! Tomara apodreça no inferno!
O primeiro encontro do casal é hilário...
Alec persegue-a descaradamente em meio a uma festa, e quando a vê conversando com Sydney, resolve escutar. Estarrecido, ouve-a pedindo ao amigo que marque o casamento e implorando por um beijo, seu primeiro beijo... Mas essa não é bem a praia do Sydney, apesar de amar verdadeiramente a amiga, é pela inspiração que ela representa como musa a sua alma de poeta. ^_^
Nem preciso falar que Katherine tem seu desejo realizado... mas por Alec! Hehehehe

Então ele propõe uma coisa doida a ela (*Eu adoro isso no Alec, ele é cheio de “propostas”). Katherine fingiria aceitar sua corte e isso poria Sydney ciumento e apressaria o pedido de casamento. Mesmo temeroso que seu plano desse certo, nesse meio tempo o safadinho do Alec pretendia seduzi-la, estando assim tão perto...
E a corrida pelo ouro está aberta!!!
Katherine corre para que Sidney a peça em casamento;
Alec corre para que ela aceite seus avanços (o que não foi nada difícil...);
A mãe de Katherine corre para empurrar a filha para os braços de Alec (Aliás, ela é hilária, uma daquelas mães sem noção, e usa expressões de um francês confuso! );
Sidney corre para tentar impedir que a amiga caia nas garras de Alec;
E depois Alec é quem corre para que Katherine não descubra sua pobreza; pois não adiantava mais tentar correr dos sentimentos verdadeiros que ela lhe despertava... (Também depois e tanta tórrida paixão!! *__* hehehe).
Aff, até me cansei com tanta correria!
Enfim, eu gostei demais desse livro, não só porque o nome da autora é lindo (Concordam??), mas porque é uma leitura agradável, com um ritmo muito gostoso! A caracterização das personagens é muito boa, e os diálogos são inteligentes, repletos de humor e sagacidade.
Um ótimo passatempo, que eu mais que recomendo!
Abaixo segue a relação da serie, pra quem se interessar... *Retirei da pagina da autora, AQUI.

The Royal Brotherhood Serie/ Sabrina Jeffries:
In the Prince´s bed (Alec & Katherine)
To pleasure a Prince (Draker & Regina)
One night with a Prince (Gavin & Christabel)



Comentários
20 Comentários

20 comentários:

  1. Que legal, o livro é uma corrida sem fim, cada um com um objetivo!
    kkkkkk
    Esse livro já tem em português?
    Fiquei curiosa, até um pouco cansada de tanta corrida, kkkk
    Gostei da resenha!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. vou ter que leeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeer!

    ResponderExcluir
  3. ai que lindo. Amei a resenha e quero muito ler essa trilogia, já tinha curiosidade antes, pois recebi no email, mas sua resenha só aumentou a vontade.
    vou ter que ler. ^^
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nossa!!! um livro diferente... uma mocinha irreverente... um mocinho cheio de intenções... Uma nobreza nada encantada... É isso!
    Adorei a sujestão... já está anotada!

    ResponderExcluir
  5. De Sabrina para Sabrina!
    Tem humor, né?
    Hot? Novas posições para o amor?
    A Sabrina é boa. Resenha muito bem. Aliás todas do Libros.
    (Tenho que elogiar senão a Lari fica com ciúmes rs)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Fazendo coro com a Lari..
    vou ter que leeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeer![2]

    ResponderExcluir
  7. Hahahaha
    "Aff, até me cansei com tanta correria!"
    Eu também! hahahahaha
    Apesar de ser histórico esse livro tá na minha listinha de futuras leituras.
    Bom saber que é divertido e não vou passar raiva hihihihi

    ResponderExcluir
  8. Eu já li esse e caso não tivesse feito ia correndo pois cada resenha que vejo aqui dá um vontade enorme de ler o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Que santa resenha...kkk, mas adoro livros correria, não gosto de livros lengalenga, mas um para a minha imensa lista...rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Ah adorei a resenha
    mas uma trilogia na minha listinha
    =D

    bjs nati

    ResponderExcluir
  11. Sabrina,

    Adorei sua resenha e sua dica.
    Mais uma trilogia p/ a minha lista, que está gigantesca! rs.
    Essa história parece ser imperdível!
    Oh, my God!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Amei esse livro.
    já notei tudinho aqui. Preciso conhecer esse livro de libertinos de perto.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  13. Ai, eu estou meio que fugindo de livros de séries ou trilogias!
    Mas gostei tanto da sua resenha Sabrina, que vou ter que ler esses!

    Já tem em português??

    Bjos

    ResponderExcluir
  14. li e gostei. Muito boa a história

    ResponderExcluir
  15. Ei Sa,

    A resenha ficou ótima, adorei. Ah este eu quero ler, amei o enredo.

    Bjoo

    ResponderExcluir
  16. Parece ser insana a leitura desse livro. hehehe!

    Bjjs.

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha!
    Parece ser interessante esta série.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. "– À saúde de Príncipe do Gales, nosso progenitor real! Tomara apodreça no inferno!" AASUHAUSHUA adorei isso
    Sim, Sa. O nome da autora é lindo ^^ rsrs
    ADOREI! Parace ser um livro suuuper divertido. O meu estilo preferido XD
    ótima resenha
    bjos'

    ResponderExcluir
  19. Gostei Sabrina.
    Deve ser um livro muito legal.
    Não curto muito trilogia, pois não sou ainda uma leitora ávida, hauhauahau.

    ResponderExcluir