='cap-left'/>

Paulo Coelho - O Aleph


Não esperem uma resenha altamente crítica em relação a Paulo Coelho, até porque o estilo literário proposto pelo autor não é muito meu estilo, afinal tem um cunho de auto-ajuda.

Minha vida pregressa com ele é um caso de “amor e ódio”. Li o livro “Na margem do Rio Piedra sentei e chorei” e gostei imensamente, contudo, ao tentar ler outro livro do autor – nem me lembro o nome – confesso não ter gostado.

Comecei o livro pensando em como conseguir ler esse livro, estava preparada para mandá-lo à Sabrina (que sempre gostou de livros “abstratos”), pois eu estava definitivamente sem vontade de ler, mas resolvi ir em frente, e... Mais uma vez, quebrei a cara! Minha vida está uma constante quebra de cara literária!




Comecei a ler vagarosamente, e não é que o livro me pegou? Acreditam que,quando vi, já tinha lido quase tudo? Não me perguntem o porquê, mas as reflexões feitas pelo autor (que, a princípio, pensei que só trariam monotonia), tiveram grande encanto, incentivando às reflexões, e sutilmente tocando até mesmo pontos de nosso cotidiano que por vezes nem notamos...
"Passado e futuro existem apenas em nossa memória. Mas, o momento presente está além do tempo: é a Eternidade." Pág. 17.
"É o que você faz no presente que redimirá o passado e logicamente mudará o futuro” Pág. 17
Sinais de descrenças são descritas no começo do livro, descrença na própria fé há muito enraizada, e refletindo sobre os conselhos dados por seu “guia” é que resolve viajar.

“As minhas questões são mais profundas: são dúvidas de fé. Tenho uma única certeza: existe um universo paralelo, espiritual, que interfere nesse mundo em que vivemos. Fora isso, todo o resto – livros sagrados, revelações, guias, manuais, cerimônias -, tudo isso me parece absurdo”. Pág. 15
Não há um enredo propriamente elaborado, somente reflexões e acontecimentos inusitados que ocorreram em sua viagem pela Transiberiana. Uma viagem para divulgação de livros, feita com um intuito de sair da rotina e fortalecer sua fé.

Em meio a isso, o Mago escuta de um “vidente” que algo em relação a Turquia o afetaria. E o afetou, nessa viagem ele conhece Hilal, uma talentosa musicista que o encanta. E que foi uma das 8 mulheres que, no passado, ele prejudicou.

E o Aleph? Bem, é algo difícil de explicar, somente que o autor e Hilal compartilham esse momento...

“O grande Aleph ocorre quando duas ou mais pessoas que tem algum tipo de afinidade muito grande se encontram por acaso no pequeno Aleph. Essas duas energias diferentes se completam e provocam uma reação em cadeia” ... “ São o pólo positivo e o pólo negativo”Pág.98

“O ponto onde tudo está no mesmo lugar ao mesmo tempo” Pág. 76
Mas o que será que ele fez no passado? Qual a verdadeira ligação? Essas questões instigam o leitor a ler mais e mais.

Em suma, depois de tudo isso, só posso dizer: Leiam. Deixem seus preconceitos de lado como deixei os meus. E se vocês já gostam, tenho certeza que gostarão ainda mais deste livro.

Ps1: Lembram da reportagem da Glória Maria acompanhando o Paulo Coelho nessa viagem, passada no Fantástico? Eu lembro e procurei vídeos, mas não achei. Tinha esperança de descobrir quem é Hilal.

Ps2: Chega Lariane. Ok. Parei.


Comentários
33 Comentários

33 comentários:

  1. Fiquei curiosa! Outras pessoas me falaram sobre o livro, mas ainda não comprei, pois até hoje só me apaixonei por um livro dele dos 5 que li: "O monte Cinco".
    Mas estou sendo puxada pra ele..rsrs

    Beijocs
    Ju eCLara

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lari!

    Já li alguns livros de Paulo Coelho que amei e outros que li até o fim de teimosa! Depois de ler O Zahir prometi para mim que nunca mais leria PC. Pensei: Tudo que tinha que ler de PC já li e pronto!

    Mas... tua resenha está me fazendo pensar... quem sabe...

    um beijo, Lari!

    ResponderExcluir
  3. Até que enfim consegui encontrar uma resenha que compartilhe do mesmo pensamento que eu!
    Antes desse eu só tinha lido o "Brida" e também tinha gostado bastante, mas era tanta gente falando que "O Aleph" era estranho que quase desisti. Comecei a ler e gostei muito da história e do mistério que envolve as vidas passadas de Paulo.
    Também não sei como a mulher dele entende tudo isso, mas... rsrs

    Bjusss
    http://viciadospelaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente? Pode ser preconceito, mas detesto Paulo Coelho. Li um livro e meio dele e não pretendo ler mais nenhum. Me incomoda muito o fato de ele fingir que escreve ficção sendo que os livros são auto-ajuda e ponto.
    E, além disso, acho a linguagem simples demais. Não sou adepta de coisas extremamente difíceis de ler/entender, mas os livros dele não dão margem para interpretar e tentar entender. Tá tudo ali escrito e muito bem mastigado. E, para mim, uma boa leitura tem que deixar você fazer a interpretação e mais ainda, tem que permitir que você pense.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Minhas leituras de Paulo Coelho tbm variam de acordo com os livros... Mas esse livro resenhado me dá uma idéia abstrata demais. Não me "atrai". Nãoé o livro que eu compraria, mas se um dia chegar às minhas mãos por meio de emprestimo de alguma amiga, eu o lerei. Quem sabe não prende minha atenção comovc disse que prendeu a sua! rsrs
    Xerus
    =***

    ResponderExcluir
  6. Oie

    Do Paulo Coelho eu só li o Alquimista e Brida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bom, estou com ele aqui mas confesso que ainda não li. Não tenho nada contra ele, pelo contrário. Li O Alquimista e amei, mas O Aleph é uma leitura que foge dos meus padrões... mas com uma resenha dessas...hum...quem sabe né? XD

    ResponderExcluir
  8. Lado místico que ajuda a trair???? Eita histórinha prá boi dormir!!!! kkkkkkk!!!
    Eu tô com vontade de ler o livro, Lari. Eu também tenho uma relação de amor e ódio com Paulo Coelho, mas a minha começou muito antes, eu li Brida e me apaixonei... mas eu era muito jovem... hoje, não sei se curto ainda o estilo dele... mas preciso ler para saber, né?
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Oi, Lari.

    Já li diversos livros do Paulo Coelho, entre eles:

    - O Diário de um Mago
    - O Alquimista
    - Brida

    Confesso que alguns gostei, outros não.

    Como você mesmo disse, e concordo plenamente, acho que todos nós em algumn momento tivemos essa relação de amor e ódio com algum autor. (risos). E, Paulo Coelho, não ficou atrás!

    Estou ouvindo muitos comentários a respeito desse livro e estou indecisa quanto a lê-lo!

    Mas, depois de ler sua opinião tão entusiasta, vou pensar no assunto. (risos).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Nem sou fã de Paulo Coelho, mas confesso que tenho um box com as 13 primeiras obras. Comprei MAIS por curiosidade do que pelo otimo preço que paguei na epoca. Eu qria tirar as minhas proprias conclusoes e entender as duras críticas que ele recebe. Até o momento só li os 6 primeiros livros ,ou seja, ate chegar em O Aleph vai demorar um pouco. Mas posso dizer q ele n é tao ruim como pintam e faz bem o papel que ele e suas obras se propõe. NADA ALÉM DISSO!

    ResponderExcluir
  11. Hum... Paulo Coelho, tô fora...
    Não tem resenha boa que me anime a ler um livro dele. rsrs

    ResponderExcluir
  12. Ahhhhh bom saber que um livro te pegou assim de mansinho...Tbm adoro qdo isso acontece. Vc não espera nada do livro e ele te surpreende =)

    ResponderExcluir
  13. Nunca li Paulo Coelho, mas sua resenha está excelente. Parabéns Lari. Boa noite!

    ResponderExcluir
  14. Eu tive meus momentos Paulo Coelho. Li vários livros dele, mas quando cheguei ao Verônica Decide Morrer e em seguida 11 Minutos, me desencantei com o autor. Agora lendo sua resenha, confesso que voltei a me motivar para voltar a ler Paulo Coelho. Esse já vai para minha lista.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Quase não li nada do Paulo Coelho... as pessoas tem tanto preconceito com ele, e eu não vejo o motivo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Eita, Sabe que qando eu li o cmentario essa Sabrina acima pensei que eu tivesse comentado sem saber??? hehehehe
    Aí me lembrei que o meu sabrina é com inicial minúscula! kkkkkkkkkkk

    Bom, eu não gosto nem desgosto de Paulo Coelho... (* tirando as musicas, que eu amodoro)

    Eu li Brida e gostei ( Li mais por causa da novela #confesso).
    Li 11 minutos, e achei até light, pelo tema qu abordava. E gostei de Na magem do Rio Piedra...

    Acho que a maioria das críticas se devem a fata de conheciemnto... sempre sou partidária que qualquer forma de leitura ( e, portanto , cultura) é vãlida.

    Vc provou isso, gostando de um livro que vc "jurava" que não gostaria, nao é?

    Amei a resenha...
    bjussssssss

    ResponderExcluir
  17. Não leio Paulo Coelho. Não é preconceito não, não gosto mesmo! Bjs.

    ResponderExcluir
  18. Li somente um livro do Paulo e gostei. Não ligo para o que falam dos livros dele, se eu quiser lê-lo, lerei.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Nunca tive oportunidade de ler os livros dele. Hoje tenho dois aqui e quando me sobrar um tempo, lerei, assim poderei ter uma opinião melhor.

    Beijo

    ResponderExcluir
  20. Realmente me chamou a atenção. O Aleph e o outro do rio. Quem sabe um dia...

    ResponderExcluir
  21. Nossa realmente esse é um livro muito desejado por mim e por varias pessoas que amam os livros do paulo coelho
    Quero muito ler esse livro
    E a resenha ficou um arraso

    ResponderExcluir
  22. Lariane, eu acredito que gostar ou não se Paulo coelho seja uma coisa de momento e empatia.
    Alguns até afirmam que o que ele escreve nem literatura é... Isso eu não entendo, sinceramente.
    Ele é muito reconhecido e admirado no exterior, e tão malhado aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
  23. adoro muito paulo coelho ja varios outros livros dele.e gostaria muito deganhar aleph

    ResponderExcluir
  24. Concordo com o Gabriel (acima),Paulo Coelho é altamente reconhecido no exterior e "malhado" no Brasil.
    Eu,particularmente,gosto de ler seus livros pelos temas a que eles se referem.E vários dos que eu li,acabei relendo novamente!
    Sou fã sim e quero muito ganhar no sorteio "O Aleph"!!! =)

    ResponderExcluir
  25. Fiquei interessado nesse livro! parece muito bom, ótima resenha. Abraços

    ResponderExcluir
  26. Infelizmente, ainda não li nenhum livro do Paulo Coelho... Confesso q nenhum dos seus livros tinham me despertado interesse.
    Bom, não sei se foi devido a sua resenha (q por sinal, ficou linda *-*) porém, fiquei muito curiosidade e com uma vontade imensa de ler esse livro.
    ADOREI!!!

    ResponderExcluir
  27. As pessoas fazem muitas críticas com relação aos livros do Paulo Coelho. Apesar de não ver nenhuma novidade em seus livros e seu jeito de escrita, gosto de ler pelas mensagens que os mesmos trazem.

    ResponderExcluir
  28. Eu nunca li um livro de Paulo Coelho, também não sei se gostaria da obra... Já li muitas resenhas sobre O Aleph e fiquei muito curiosa, talvez eu dê uma chance ao livro =)

    Beijos
    Já conhece meu blog? http://promocoesnaprateleira.blogspot.com
    Se gostar segue *-*
    Divulgo suas promos lá...

    ResponderExcluir
  29. ja l;i varios livros do Paulo queria ler muito esse achei sempre muito boas as historias, pra mim ele é perfeito !!

    ResponderExcluir
  30. Já li alguns livros do Paulo Coelho, de alguns gostei muito mas de outros nem tanto. Mas isso é algo que só lendo pra saber se gosta ou não. Adoro em especial algumas citações dos livros. A resenha ficou ótima.

    ResponderExcluir
  31. Estou lendo esse livro, sinceramente, não vejo nada demais. Todos os pensamentos, as reflexões são relevantes mas não torna-se algo extremamente notável. Como um comentário acima gosto de livros que levem a reflexão e ao autoconhecimento. Quem quiser ler que leia! Boa leitura.

    ResponderExcluir
  32. Todas obras do Paulo Coelho são ótimas , pela maneira de interagir com leitor ,fazendo que fiquemos curiosos com o próximo capitulo ,com proxímo livro ,e sempre fazendo agente parar para refletir.Eu gosto D+ do Estilo Paulo Coelho .Estou anciosa para ler está nova obra de arte do Nosso Autor Brasileiro mais conhecido pelo Mundo Paulo Coelho.

    ResponderExcluir
  33. Leitura é questão de momento, espirito, já li vários livros do Paulo Coelho e teve alguns que parei no meio como o Aleph, não por achar ruim e sim por não estar preparada para seguir adiante, é complicado quando você lê uma coisa e você fecha os olhos e sabe que aquela história também é a sua, como no livro mesmo diz tantas e tantas mulheres ja passaram por tal situação na vida, quem leu sabe do que me refiro, desde que cheguei nessa parte não conseguir ir adiante. Esses dias sentada na praça em momento de dor e isolamente o peguei da minha bolsa e abrir na parte que fala do perdão e a volta de voltar a ler e terminar voltou MUITO grande, mas no momento me falta coragem pra seguir em frente e deixa que o passado vá embora das minha lembranças de infância.
    NINGUÉM É OBRIGADO A GOSTAR DO PAULO COELHO OU DE QUALQUER OUTRO AUTOR OU QUALQUER COISA QUE SEJA, MAS TENHO A OBRIGAÇÃO DE RESPEITAR A TODOS E A TUDO, DA FORMA FORMA Q QUEREMOS RESPEITOS TEMOS QUE O FAZER PRIMEIRO.!!

    ResponderExcluir