='cap-left'/>

Nicholas Sparks - Uma Carta de Amor

"Minha adorada Catherine,
Estou sentindo muito a sua falta, querida, como sempre, mas hoje é um dia especialmente difícil porque o oceano está cantando para mim, e a canção fala e nossa vida juntos. Quase posso sentir você ao meu lado enquanto escrevo esta carta e sinto o perfume de flores silvestres que sempre me faz lembrar de você. Mas, neste instante, essas coisas não me dão prazer. Suas visitas estão ficando cada vez mais raras. Às vezes sinto como se a parte mais importante de mim estivesse sumindo aos poucos. Mas estou tentando. À noite, sozinho, chamo por você, e naqueles momentos em que minha dor parece insuportável, você ainda encontra uma maneira de estar perto de mim."

Uma carta de amor

Uma carta de amor
Nicholas Sparks



"A garrafa foi lançada sobre a amurada numa noite quente de verão, poucas horas antes do início da chuva. Como qualquer garrafa, era muito frágil – bastaria deixá-la cair ao chão de um metro de altura para que se espatifasse. Mas, bem tampada e entregue ao mar, tornou-se tão resistente quanto qualquer embarcação já construída pelo homem.
(...)Aquela garrafa continha uma mensagem que alteraria para sempre a vida de duas pessoas – pessoas que, não fosse por isto, jamais viriam a se conhecer."
( Trechos do Prólogo)


Como que guiada por mãos invisíveis, a garrafa chegou até Theresa Osborne. A carta que a garrafa velava como um tesouro falava de saudades e de um amor tão grande e perdido, com sentimento tão transbordante que entraria no coração de qualquer um que a lesse, mas em Theresa foi mais fundo...
Theresa é uma jovem mulher entrando na maturidade dos trinta e poucos anos, e com sua beleza clássica chama a atenção dos homens, mas depois da separação ela se sente um pouco insegura para relacionamentos. O trabalho como colunista no Times de Boston, e suas obrigações como mãe de um adolescente de 12 anos a mantém ocupada. Tão ocupada que quase não sobra tempo para si mesma, e foi numa rara semana de férias, na praia, que aquela garrafa a encontrou.

Quem seria Catherine? O que teria acontecido para separar um amor tão lindo? Garret existiria, de fato? Essas perguntas martelavam na mente de Theresa, e uma luta interior também: por insistência de sua editora, Theresa acabou publicando a carta em sua coluna, afinal, seus leitores mereciam conhecer um sentimento tão lindo... Mas, e se a pessoa que a escreveu não gostasse?? Foram preservados os nomes Catherine/Garret, Theresa recebeu inúmeras correspondências de seus leitores, e, como um desígnio do destino, outra pessoa, de longe, muito longe, possuía outra carta, de Garret para Catherine, datada três anos atrás. E depois dessa segunda, mais uma terceira foi encontrada:

“Sem você em meus braços, eu sinto a alma vazia. Surpreendo a mim mesmo examinando os rostos numa multidão, à procura do seu. Sei que é impossível, mas não poso evitar. Certa vez, nós conversamos sobre o que aconteceria se um dia as circunstâncias nos separassem, mas eu não posso manter a promessa que fiz a você naquela noite. Sinto muito, querida, mas nunca vai haver outra pessoa em seu lugar. Você, e só você, foi sempre a única que eu quis, e agora que você se foi, não quero encontrar mais ninguém. “ Até que a morte nos separe” foram as palavras que murmuramos na igreja, e hoje eu acredito que essas palavras continuarão verdadeiras até o dia em que eu também for levado desse mundo."
Garret

Nessa altura do campeonato, qualquer pessoa estaria envolvida, mas Theresa se deixou levar pelo insistindo, que lhe dizia que devia conhecer Garret, o homem que sofria tanto. por amor, e se expressava de forma tão bela e intensa. Então, levada pelas poucas informações que as cartas continham, conseguiu localizá-lo: Garret era proprietário de uma loja de equipamentos náuticos e também instrutor de mergulho, biólogo por formação, e... viúvo, pois sua Catherine lhe foi tomada anos atrás, mas ele ainda vivia por aquele amor.

O resultado do encontro é inevitável: Garret se encantou por Theresa, que já estava encantada antes mesmo de conhecê-lo, e ambos se envolveram numa tentativa de romance à distância.
Theresa temia: O que Garret diria se soubesse que ela o procurou deliberadamente? Que publicou sua carta em sua coluna? Que quiz um pouquinho daquele amor tão gigantesco para si mesma?
Garret se martirizava: Estava sendo infiel à memória de Catherine? Estava sendo infiel começando a amar novamente? Estava preparado para deixar que o amor entrasse novamente em sua vida?


Não é segredo para ninguém que sou muito fã do autor Nicholas Sparks. Confiram todas as resenhas que já fiz de seus livros no blog, clicando AQUI. Há uma edição de "Uma carta de amor" publicada pela Objetiva em 1999 com a capa do filme (acima), mas a edição que eu li é da Reader’s Digest, em que o livro aparece junto a outros 3, numa coletânea. Esse livro, em especial, estava há muito entre meus desejados, e foi mais um caso de encontro inesperado – e muito desejado – nos sebos da vida.

Certa vez uma leitora do blog comentou mais ou menos assim, numa resenha que fiz do Sparks: “Então é verdade que todos os livros do Sparks tem cartas, praia, e alguém sempre morre?” Não diria que poderia sintetizar as obras desse autor nessas medidas, até mesmo porque em livros como “Diário de uma paixão” e “O milagre” não há praias... os outros itens vou deixar para vocês conferirem =D ( risos).
Falando especificamente desse livro, o que tem em comum com alguns outros que eu li (além da praia e das cartas) é a carga de sentimentos tão forte, tão intensa e, ao mesmo tempo tão simples. Não se trata de clichê pois, ao que consta, “conseguir emocionar” é uma tarefa tão fácil quanto respirar, para esse autor.

Sim, eu me emocionei lendo o livro.
Sim, me identifiquei com os personagens.
E por vezes senti revolta, também.
Acredito que a literatura que consegue provocar sentimentos contraditórios no leitor é aquela que atinge seu alvo, então esse livro cumpriu sua missão. Não posso deixar de citar que achei o fim muito novelesco, desnecessariamente trágico, mas inegavelmente comovente, enquanto na vida real (e mesmo na trama de Sparks) bastaria uma boa conversa sem exaltar os âminos, mas ainda assim gostei de tudo e recomendo.

E o Garret? *Ahh, o Garret! * => Simplesmente sem palavras, sempre me apaixono ( em maior ou menor intensidade) por todos os “Mocinhos Sparksnianos”. Nenhum ainda superou o Noah, mas eu ainda pretendo ler muitos e muitos livros do mesmo autor!

Finalizo deixando um trailler do filme... Sim! Se você anda perdido no tempo e no espaço, saiba que há uma adaptação para o cinema com ninguém menos que Kevin Costner – em seus tempos mais áureos – como Garret. =O


http://1.bp.blogspot.com/_6Sua73Nf8Cw/TGqKiU9LEpI/AAAAAAAAAJ4/JuYUjdazC1s/s1600/assinatura1.png

Comentários
49 Comentários

49 comentários:

  1. Nicholas Sparks sempre vai conseguir nos fazer se emocionar, eu acho. Ele... Eu sinto, e não sie explicar por que, que ele é daqueles autores que escrevem com o coração, não com a mente, sabe?
    Enfim...
    Ler Sparks nunca é perda de tempo!
    ótima resenha!

    Bjus,
    Náh

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu adorei esse filme, mas ainda não li o livro =/ Eu também sempre me apaixono pelos personagens do Nicholas, impressionante. O meu preferido é o Landon de "Um amor para recordar". Nunca me esquecerei dele, foi o primeiro filme de um livro adaptado do Sparks que eu assisti *.* [PS: não preciso nem falar que é por causa do Shane West né :P]

    Bjos
    @Tibiux

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o filme, gostei bastante do modo como se desenvolve a historia, chorei muito mais ainda não li o livro.

    Beijos
    Blog Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  4. adorei sua resenha...eu tenho o Nicholas Sparks como meu autor do ano! já li Querido John e a Ultima Música e chorei rius!!! ele faz transbordar emoções...pra um escritor homem ele sabe perfeitamente descrever as emoções femininas...ele é profundo...Quando eu li em Querido John...John -(...) Finalmente compreendi o que o verdadeiro amor realmente significa.Tim havia me dito,e me mostrado,que o amor significa pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria,não importa quão dolorosa seja sua escolha...(...) Sei que meu sentimento por Savannah nunca mudará e sempre terei duvida sobre a escolha que fiz. fiquei muuito emocionada ameiiii o livro e depois de ler sua resenha eu preciso desse livro mas antes preciso de Diário de uma paixão o filme foi tão lindo que mal posso esperar para ler o livro bjoss Sabrina

    ResponderExcluir
  5. Vou ser massacrada se disser que até hoje não li nenhum livro do Nicholas Sparks? Juro, pura falta de oportunidade. Acontece que sempre que vou à uma livraria tantas outras coisas me chamam mais a atenção que acabo deixando "Para a próxima" (aquela que nunca chega). Entretanto, já vi uns três filmes inspirados nas obras dele e, não sei se fazem juz mas, não posso reclamar. Enfim, me parece um ótimo livro. Só não condizente com a minha situação literária atual. ;)

    ResponderExcluir
  6. O filme é lindoooooo!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Huahuahu
    adorei a sintese da comentarista!
    Mas vamos combinar, eu ne li os livros deles, mas pelos filmes e resenhas q leio.. isso é praticamente a formula do sucesso dele! Um drama familiar/doença grave, cartas, alguem que morre...

    Mas sabe, nunca nem tinha ouvido falar desse! Pra vc vê como tem livros dele que não são 'conhecidos' ou mesmo lançados por aqui!

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Sabrina!
    Sá assisti o filme, mas achei muito triste. Não me conformo com a ideia de romance de Nicholas Sparks. Ele continua matando os personagens...niguém merece. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Ei Sabrina!
    Mais um do Nicholas que eu queria ler. Adoro os romances/dramas dele.
    Eles podiam fazer uma outra edição, né?!
    Quero ver o filme tb! ;)
    Bjins

    ResponderExcluir
  10. Mais um do Nicholas para minha lista!!!
    E não sabia que esse filme era baseado no romance dele... E tbm nãolembro se já assiti o filme! #fail

    ResponderExcluir
  11. Ainda não tive oportunidade de ler obras do autor, mas elas já estão na minha lista!!!
    Mais uma ,entao :3 que fofissse *.*

    ResponderExcluir
  12. Já tinha visto esse filme por aí e sempre fiquei tentada a assistir, mas não sabia que era inspirado em um livro do Sparks! Quero muito ver/ler, a história parece linda, e, afinal, ADORO cartas, e praias, e emoção - algo que Nicholas Sparks faz com perfeição!
    Ótima resenha!
    Bjo

    ResponderExcluir
  13. Mais um livro do Nicholas Sparks para minha lista de desejados não conhecia esse.

    Acho que eu já ouvi falar desse filme mas não lembro de ter assistido nem sabia que era adaptação do livro do Nicholas, concerteza é mais um filme que quero ver.

    ResponderExcluir
  14. Esse foi o primeiro livro que eu li dele isso em 2000 por aí, li ele nesse coletânea que vc citou na resenha. Eu lembro que me apaixonei tanto pela história que qd eu descobri que tinha um filme fui correndo assistir.

    ResponderExcluir
  15. Não sabia que esse livro tinha sido publicado no Brasil. Os livros do Sparks por aqui eram meio que "lendas" até ano passado, né? Ainda bem que vieram, quase de uma vez, os filmes de Noites de Tormenta, Querido John e A Última Música pra mudar essa situação. Bem que poderiam relançá-lo, como a Agir fez com O Milagre, né? De preferência com uma capa bem bonita, hehe.

    Fiquei muito curiosa com esse final "desnecessariamente trágico". Aiai, quem será que morre dessa vez? :P

    E eu adoro a parte das praias. Sabe como é, mineira que passou a infância indo pra Guarapari todo ano... Ah, A Walk to Remember também não tem. Não que eu me lembre.

    Quanto ao posto de "Mocinho Sparksniano Favorito", meu coração balança entre Landon, John e Jeremy. Dos quatro livros dele que já li, só Will que não me deixou derretida, haha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Nicholas Sparks consegue tocar fundo nas nossas emoções. Eu só li três livros do autor, mas me apaixonei realmente por eles. Espero ter a oportunidade de ler outros livros dele em breve!

    ResponderExcluir
  17. Passando para te desejar um lindo fim de semana e dizer que adorei o vidio. Beijos

    ResponderExcluir
  18. Vou confessar que eu morro de medo de
    ler livros do Nicholas Sparks.
    Tudo culpa do "Querido John".
    Sério,o final do livro acabou comigo e depois
    de saber um pouco mais sobre os livros dele,fiquei morrendo de medo de todos terem um final igual ou parecido.Chorei tanto que tinha que ficar com uma caixa de lenços do meu lado.
    Assisti "A Última Música" e "Diário de uma paixão" e achei o 2º muito lindo.
    Vou ver se eu tomo coragem e leio outros livros desse autor.rs

    Abs :*

    ResponderExcluir
  19. Nunca li os livros do Nicolas mas ja vi muita gente falar até minha irmã comenta que nos livros dele sempre é drama+morte

    ResponderExcluir
  20. Oi Sabrina esse é sem dúvida um dos livros mais lindos que eu já li na minha vida. Uma história de amor perfeita como só o Nicholas sabe fazer, pra mim é a melhor dele. Linda demais.
    Adorei a resenha.
    Xero.

    ResponderExcluir
  21. Putz, eu tenho tanta vontade de ler esse livro! É um dos meus sonhos de consumo, hehe.. *exagero*

    Ótima resenha! Vou ver se encontro esse seleções em algum sebo por aí! ;)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Oi!!
    Eu não li esse livro nem li o filme, mas como adoro as histórias do Sparks, quero ler...
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Conheço esse filme e não é de hj! rs'
    Gosto mto do estilo de Nicholas Sparks, mas confesso q nem sempre fico feliz com a idéia dos livros, de qualquer forma a resenha está ótima e é um livro que conta uma linda estória!!
    bjoos

    kastmaker.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Um livro do Nicholas por mês porque passar todos os dias chorando não dá. Eu tô com Querido John para ler, espero que consiga lê-lo logo, mas do jeito que eu tô comprando/trocando/ganhando livro tá dificil! :p
    Beijos,K.
    Girl Spoiiled

    ResponderExcluir
  25. Adorei sua resenha!
    Não sabia que esse filme na verdade era baseado num livro de Sparks.
    Agora fiquei curiosa pra lê-lo.

    @paulaspindler
    Fã alucinada de Contos de Meigan

    ResponderExcluir
  26. Ai! Nicholas Sparks é fo*a demais!!
    Adorei a forma que ele escreve!! estou querendo ler os livros deles em inglês, só pra ver se tem diferença ~a chata~

    Não sabia desse livro - Uma carta de amor - vou procurar por ele ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oiii
    Eu já assisti o filme que é lindooo...
    E o livro nem se fala né? Deve ser melhor ainda, eu gosto muito de tudo que o Nicholas Sparks escreve.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  28. Eu só li um livro do Nicholas, até hj.
    Mas já defini que o próximo será Querido John. Todos falam mto bem dele.

    Esse eu não conhecia, mas gostei da resenha. Vai para os desejados.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  29. Os livros do Reader’s Digest,são meio resumidos né? ou não? que eu achei alguns num sebo aqui de minha cidade mas não comprei por causa disso.Linda a historia para variar...Bjkss

    ResponderExcluir
  30. Aiii, tristeeee

    chorei e fiquei com muita triste no fim do filme...

    ResponderExcluir
  31. :O Cheguei no blog e descobri outro blog! HAOHEEAUI Tá tudo mudado, ficou tão lindooooo o novo visual =)
    Falando da resenha, amei demais essa história, quero esse livro!! Milagre se não fosse me apaixonar pelos livros do Nicolas Sparks, é um dos autores que mais gosto... O jeito que ele escreve é tão simples mas tão profundo!
    Estou pra ler A Última Música e Querido John que (acredite) eu ainda não li! Achei na biblioteca do colégio, depois que terminar o Percy Jackson e o Ladrão de Raios começo esses dois :D
    Tô com uma lista imeeeeeeeensa de livros pra ler por culpa de vocês hahahahha.

    ResponderExcluir
  32. Sonho em ler esse livro, já o filme, eu amo as estórias do Nicholas Sparks, mas não sabia que já tinha sido lançado no Brasil.

    ResponderExcluir
  33. Gostei muito do filme, mas ainda não li o livro. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  34. Oii! Olha, eu gosto muito do Sparks, mas já vi esse filme e fico meio receosa de ler o livro, já que eu sei como é triste. Nunca fui de chorar, mas ultimamente não posso ler nada que traga alguma emoção que já fico com lágrimas nos olhos. Vê se pode! rsrs

    Ainda quero dar uma chance pra esse livro, mas vou esperar ter mais coragem. :)

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  35. Eu quero um homem desse pra mim...totalmente apaixonado!!!! Eu nunca vi esse livro pra ver...vc q teve sorte por ter achado!!!!Nunca assisti esse filme mas concertez o livro é melhor!!!

    ResponderExcluir
  36. Adorei a resenha, to doida pra ler esse livro =)

    ResponderExcluir
  37. Nossa, eu amo de paixão o Nicholas Sparks! Choro bicas com tudo que ele escreve! Vou conferir, tanto livro quanto filme! Valeu pela dica aí!
    Bjs
    http://tijolinhosdepapel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  38. Own, no início do ano a minha irmã achou esse livro em um sebo daqui, mas na versão portuguesa - e tem a mesma capa.
    Ainda não tive a oportunidade de ler, veja bem, mas quero fazer isso logo! Ando super ocupada na faculdade e quase não consigo ler Noites de Tormenta, que comecei no final do mês passado, se não me engano. Isso tem me deixado mais triste que qualquer final de livro do Nicholas Sparks. =)

    Eu AMEI a sua resenha, Sabrina, e fiquei morrendo de vontade de passar a madrugada toda lendo esse livro! \o/
    Beeijo! ;3

    ResponderExcluir
  39. Oi!

    Sua resenha tá linda, mas eu já li esse livro, e, francamente, gostei mais ou menos. A história é bonita, mas acho que não é mesmo meu estilo.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  40. eu amo nicolas sparks, todas suas obras sao de emocionar qualquer um... ainda mais uma carta de amor é um sufoco umpossivel nao chorar

    ResponderExcluir
  41. Só um autor com todo o talento que ele possui para criar tantas histórias que nos fazem chorar e sonhar com um amor igual... Ele realmente sabe o segredo do sucesso! Sou uma das perdidas no tempo e no espaço... Não conhecia o filme=/

    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  42. Só pela capa do livro dá pra sacar que muitas lágrimas serão derramadas (por nós, leitoras)!! :/ A resenha já confirma que tem muitos sentimentos envolvidos e que isso não é pros corações fracos (rs)! Eu gosto bastante de _filmes_ assim... mas nunca li livros. Então quem sabe esse não seja o meu primeiro, né?! Obrigada pela ótima resenha! :)

    @madchenmeroko

    ResponderExcluir
  43. Já tinha visto no skoob, amo o sparks!

    ResponderExcluir
  44. Eu simplesmente amo Nicholas Sparks!
    E esse é um dos livros que eu menos vi resenhado.
    Mas que história linda!! ^^
    2 corações unidos por uma garrafa, haha! #fofo
    Tinha que ser coisa do romantico Nicholas, esse lindo!

    ResponderExcluir
  45. Amo os livros de Nicolas Sparks! ele e meu autor predileto... nao li esse livro ainda, mas pretendo ler a coleção inteira dele.....

    seus livros sao impressionates... tanto o livro quanto os filmes fazem voce chorar, so se emociona quem le o livro, quem ler com o coração ...

    ResponderExcluir
  46. AMO O NICHOLAS SPARKS,SEUS LIVROS SAO PERFEITOS, MAGNIFICOS,MAIS NAO CONSIGO ACHAR ALGUNS LIVROS COMO O RESGATE E UMA CARTA DE AMOR ,NAO SEI O QUE AS EDITORAS ESTAO ESPERANDO PARA PUBLICAR NOVAS EDIÇOES,ESPERO ANSIOSA CADA LANÇAMENTO!!!!!

    ResponderExcluir
  47. Próximo livro que vou comprar...Deve ser tão lindo..sou apaixonada pelo Noah que nem você kkkk

    ResponderExcluir
  48. Queria muito ter esse livro "Uma história de amor" , mas não consigo em lugar nenhum ... vcs podem me ajudar?
    Adoro oss livros do Nicholas Sparks, já fui até conhecer toda aquela região onde ele vive e é uma região linda. Se vcs souberem onde encontrar me avisem ok?
    Amo Ler
    Muito obrigada desde já

    ResponderExcluir