='cap-left'/>

Emily Giffin - Questões do coração






Questões do Coração
Emily Giffin


Tessa Russo
é mãe de dois filhos e esposa de um renomado cirurgião pediátrico. Apesar de todos os seus receios, ela recentemente abandonou sua carreira pra se concentrar em sua família, na busca pela felicidade doméstica. Por fora, ela parece destinada a viver uma vida encantada.
Valerie Anderson
é uma advogada e mãe solteira de um garotinho de apenas 6 anos, Charlie, que nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, desistiu do amor e até mesmo das amizades. Acreditando que é sempre mais seguro não criar muitas expectativas.

Embora as duas vivam na mesma área de Boston, elas têm muito pouco em comum, com exceção do amor incondicional do amor por seus filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se convergirem de uma maneira inimaginável.
Com pontos de vida alternados e absolutamente bem delineados, Emily Giffin cria uma história comovente e brilhante de pessoas de bem sendo pegas em circustâncias insustentáveis. Todas sendo testado como nunca imaginaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importava.


Geralmente prefiro pincelar o enredo de acordo com minha própria visão, mas dessa vez resolvi colocar a sinopse da contracapa apenas para ilustrar o que vou falar a seguir: sobre o que eu imaginava para o livro, e sobre o que realmente foi.

A sinopse e os primeiros capítulos sugerem uma história voltada para o lado da resiliência de mães frente a um momento ruim na saúde de seus filhos, e eu imaginei que o livro retrataria a luta no tratamento das queimaduras de Charlie, e que talvez as duas mulheres pudessem se tornar amigas...
Ledo engano.

Ainda que a autora revele muita pesquisa na questão do tratamento, e eu tenha gostado muito das descrições desses trechos, Emily Giffin não abandonou seu estilo chick lit de falar sobre relacionamentos e atitudes que, normalmente, não aprovaríamos. À exemplo de livros “Ame o que é seu” e "O noivo da minha melhor amiga” - resenhados por mim AQUI – “Questões do coração” também aborda o tema infidelidade...

A situação já era um prenúncio de tragédia e não poderia acabar bem para lado nenhum:
Por um lado, Tessa, uma jovem mulher que resolve se dedicar a ser exclusivamente mãe e esposa em tempo integral, tentando acertar e tentando entender onde não estava conseguindo, vendo seu casamento perfeito entrar em crise, e recebendo indícios outrora inacreditáveis de que seu marido pudesse estar se interessando por outra pessoa.
E por outro lado, Valerie, uma mãe solteira “vacinada” contra relacionamentos, pega num momento de fragilidade emocional, que se encanta com o carinho e dedicação que Nick - o excepcional médico de seu filho - lhes dedica, dividida entre a incerteza dos sentimentos despertados e a sensação de que não seria certo se deixar levar por esses sentimentos, nem do ponto de vista ético, nem do ponto de vista moral, pois Nick era pai de dois filhos e casado... com Tessa.

O livro de forma alternada a cada capítulo a trama sob a ótica das duas principais personagens: de Tessa, a esposa, em primeira pessoa, e de Valerie, a outra, em terceira pessoa. As duas são mulheres interessantes, e nenhuma é vilã, então não tente encontrar um “culpado”, porque não encontrará. É difícil ser imparcial, mas também é difícil escolher um lado: Como não torcer por Tessa e sua família, seus filhos lindos e a forma mágica como foi narrada o início de seu relacionamento com Nick? Como não torcer por Valerie e por seu desejo de ter um companheiro para dividir as aflições, além de um pai para o fofo Charlie?
Com relação ao objeto de desejo dessas duas mulheres, sinceramente não sei o que achar de Nick – o marido e médico –, essa característica autora de nunca descrever nada pelo lado masculino deixa um hiato no enredo, a ser interpretado pelo leitor...

... Confesso que, ao perceber para onde o ruma da trama tendia, me sentia tentada a não gostar, mas não conseguia parar de ler! A conclusão? Questões do coração (Editora Novo conceito/ 2011- 438 páginas) é mais um livro que elegi como “preferido”, e até mesmo me levou às lágrimas nos últimos capítulos. A cada livro de Emily Giffin que tenho oportunidade de ler, me encanto mais e mais com a forma como autora consegue entrar na cabeça de suas personagens, revolver seus pensamentos e levar o leitor junto, desafiando-o a não gostar da trama.

A presença do casal Rachel e Dex – de “O noivo da minha melhor amiga” (Dex é irmão de Tessa) – desafia o leitor a não ser imparcial nessa questão, e levanta a seguinte discussão: uma traição seria válida “se fosse com a pessoa certa”? Para viver uma história de verdade, e não apenas por um passo em falso num momento de confusão emocional e atração física?

Há justificativas para uma traição? Esse é um livro que eu realmente gostaria de discutir mais vezes... Então, se você já leu “Questões do coração” ou pretende ler, dê sua opinião, ok?


http://1.bp.blogspot.com/_6Sua73Nf8Cw/TGqKiU9LEpI/AAAAAAAAAJ4/JuYUjdazC1s/s1600/assinatura1.png
Comentários
41 Comentários

41 comentários:

  1. Sa, que história ! Afff fiquei sem fôlego. Durante a resenha eu odiei e amei o tema. Menina, preciso conferir esse livro bem de perto.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que resenha!!! Eu estou doida para ler esse livro - ele parece muito bom!!!
    Só lendo sua resenha, eu penso que uma traição nunca é justificada. Acho que a melhor coisa a fazer é segurar as pontas, terminar o relacionamento que já não é o suficiente para satisfazer a pessoa (porque se fosse, uma traição nem passaria pela cabeça) e depois sim ficar com o(a) outro(a).

    ResponderExcluir
  3. Puxa! Parece que essa história tem um apelo mais emotivo do os livros anteriores lançado por aqui da autora. Ainda não li nenhum, mas como vc fala e descreve sua escrita me deixa tentada.
    E esse livro parece irresistivel! Essa capa é linda!!!

    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei louca pra ler esse livro por causa da capa linda, mas como ainda não li nada da autora, resolvi esperar pelas resenhas. Tenho curiosidade pra ver como ela consegue tratar desses temas polêmicos e ainda agradar tanto aos leitores. Não deve ser fácil.

    ResponderExcluir
  5. aai eu não gosto muito sa Emily Giffin mais esse livro parece ser bom !
    e a autora sempre fala de 'justificativas para uma trição' mesmo ! Pra mim não tem justificativa. Mais esse assunto é tão complicado :s
    parabeens pela resenha. Sempre ótimas :)
    Beeijos!

    mylovers893.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Comprei esse livro e ele tá na minha lista de espera...

    Tá rolando promoção lá no blog dá uma passadinha lá… bjoo
    http://meufantasticomundinholiterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Estou super curiosa para ler esse livro, só fiquei um pouco triste pq eu li um spoiler do "Noivo da Minha Melhor Amiga" que eu ainda não li...mais se eu fosse ler esse livro antes dele eu tb iria descobrir q o casal era de outro livro, então de alguma forma eu iria descobrir. Parece que a Emily gosta de escrever sobre traições, rs

    ResponderExcluir
  8. Ontem mesmo vi esse livro em uma livraria. E até que não tava caro, quase trouxe pra casa.
    Eu achei que se tratari de uma história de amizade também, nunca pensei numa história assim.
    Acho que como a maioria das pessoas, sou muito inflexível com essa coisa de traição, lendo a resenha já senti aquela pontada de receio. Mas ao mesmo tempo tive vontade de ler, porque adoro livros que nos fazem refletir. :)
    Ótima resenha! Se eu comprar o livro, você é a culpada. huauha

    Beijinhos,
    Bruna do All Star e Jeans
    allstarejans.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oie =)

    Com a sua resenha, fiquei curiosa para ler esse livro, na minha próxima passada na livraria, ele estará na minha lista. AHuahudhaud

    Beijos Flor. Parabéns pelo Blog e pelas opiniões bem colocadas!

    Eyka Paulino
    http://ando-lendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Gostei da dica... é muito legal ler livros que nos fazem pensar em tudo o que acontece e se estamos tomando a decisão certa.
    A traição para mim é sem perdão!
    Adorei a resenha, a história toma rumos que nos surpreende...

    Melissa
    espacoeditorial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha visto esse livro em algum lugar, e eu fiquei com uma vontade enorme de ler e com essa resenha então, mal vejo a hora de ler.

    Adorei a resenha.
    Beijinhos, se cuida s2

    http://secretsofalittlegirl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Hey.
    Esse livro parece ser bem bacana, eu realmente gosto da sinopse e tudo mais. Gostei da sua resenha, ficou bacana. Fiquei com vontade de ler (:

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, este livro deve ser muito bom mesmo! Vou procurar ler!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  14. O livro não tinha me chamado muita atenção, mas adorei a resenha!
    Os livros da Emily Giffin estão na minha lista de desejados, mas acabo sempre deixando para outra oportunidade!
    Depois dessa resenha, acho que vou dar uma chance pra ele^^
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Antes eu queria ler apenas por ser da Emily; agora quero ler porque parece ser bem legal. Adoro o jeito que a autora escreve.

    Beijos!!
    Arte Around The World

    ResponderExcluir
  16. Desde que vi o liveo fiquei apaixonada...Hoje mesmo me segurei para não trazê-lo para casa.
    Eu imaginei mesmo a questão da infidelidade... Você com sua resenha (obrigada...rsrsrs...) me deixou ainda mais louca pelo livro...Não vou conseguir resistir...terei que trazê-lo em breve para fazer parte da minha estante...
    Bjos!!!
    Andréia
    Sentimento nos Livros

    ResponderExcluir
  17. Eu sempre tive uma opinião muito formada sobre a traição, mas O Noivo da Minha Melhor Amiga me fez pensar muito. Muito mesmo.
    Algumas vezes eu achava que o Dex tinha que fazer algo, mas eu entendi como as coisas foram evoluindo e percebi que tem vezes que não conseguimos controlar tudo à nossa volta e, o medo de estragar algo tão bom é tão grande que nos vemos afundando em direção a um grande erro.

    Eu fiquei MORRENDO de vontade de ler esse livro e quase tive um troço na semana passada, quando o vi por R$19,90 na Leitura e não pude comprar! O_O' Espero que essa promoção dure mais algum tempo, porque eu PRECISO do livro!

    Adorei a resenha!
    Beeijo! ;3

    ResponderExcluir
  18. Ainda não li nenhum livro dela
    Mas esse parece ser diferente e mais emotivo
    E pela resenha que fez, parece ser bom
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi meninas!
    Eu comecei a ler esse livro ontem, ainda estou na página 40 mas estou gostando... É o primeiro livro da autora que leio. Ainda não entendi até onde o livro vai, mas vou continuar lendo e depois a gente discute :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Nossa fiquei impressionada com a resenha, não sabia que o livro tem uma estória tão intensa, com certeza já está na minha lista de futura compra.

    ResponderExcluir
  21. Adorei a resenha. Tenho muita vontade de ler esse livro e aaamo Something Borrowed. Mas, assim como você, não curto muito o tema traição. Achava muito errado essa coisa de pegar o namorado da amiga, mas... a Emily acabou me conquistando.
    Quem sabe em Qestões do Coração também, não ? (:

    Beijos
    Julia, Três Lápis

    ResponderExcluir
  22. Analisando o tema friamente eu torço o nariz... não gosto de traição e é difícil engolir... mas em O noivo da minha melhor amiga a autora tratou o tema de forma muito leve e achei muito válida a abordagem, mostrando que nada é preto ou branco... esse eu quero ler...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  23. Ainda não consegui terminar de ler ame o que é seu. Deixei para mais tarde. Já esse livro parece ser bem interessante. São dois lados da moeda.É é sempre dificil falar sobre esse negocio de traição principalmente quando envolve crianças no assunto. Bjkss

    ResponderExcluir
  24. Ei Sabrina!
    Eu já li 3 livros da autora e adoro a forma como ela escreve.
    Já estou com este lá em casa me esperando..
    E entrou para os preferidos? Então deve ser bom msm... Doida para ler =)
    Bjins

    ResponderExcluir
  25. Ai! Eu acho que vou chorar também quando lê-lo, pois só lendo a resenha já percebi que é um livro muito emocionante! E quando se trata de família então, a emoção vem a flor da pele. Amei a resenha, tá perfeita, só me deixou mais anciosa pra ler! BJo!

    ResponderExcluir
  26. Olá! Simplesmentei amei a sua resenha! O livro entrará com TUDO para a lista! ^^

    Quanto à sua pergunta final, sinceramente eu não sei. É um assunto muito delicado e muito relativo. Se há justificativas para uma traição? Acredito que sim. Sempre há. Agora, se elas são infundadas ou insuficientes, depende do relacionamento.
    Sempre me perguntei como reagiria se fosse traída - até agora nunca fui; não que eu saiba -, e acreditava que não existiria desculpa e, por conseguinte, não existiria perdão.
    Hoje, penso de outra forma. Mas creio que só vivenciando para descobrir. :)

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  27. Coração de mãe é um posso de adaptações e abnegações em favor de sua prole.
    REspondendo sua pergunta,creio que tudo depende do ponto de vista que é analisada a traição, a situação em que ela ocorre, enfim, dependo do contesto. Hoje digo que não sou capaz de trair, mas o futuro... não posso prever.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  28. Primeiramente tenho que dizer que essa capa é maravilhosa!!!! E desde que eu li a sinopse desse livro me interessou bastante, mas eu não imaginava que abordava mais a questão de infidelidade. Não fazia ideia.

    Pelo jeito, assim como você Sa, eu não vou conseguir conter as lágrimas.

    Parabéns pela resenha!

    Beijinhos

    Ler e Almejar

    ResponderExcluir
  29. UAU,que resenha!!!
    Confesso que fiquei intrigada com esse livro,ao mesmo tempo que preciso lê-lo para saber o que acontecerá com os personagens...Não sei se terei emocional suficiente.kkkkkkkkkk

    Bjs Nati

    ResponderExcluir
  30. um lindo romance pelo que vi... amor sempre tem varios tipos.... e acho que o de mae supera de todos.. bjs

    ResponderExcluir
  31. A capa é muito bonita, e pelo que você resenhou, o livro parece ser bem interessante!!!!!
    Você me deixou super curioso para ler!!!!
    Pretendo lê-lo o mais breve possível!!!!

    ResponderExcluir
  32. Estou muito interessada em ler o livro, sem falar que a capa é linda!

    ResponderExcluir
  33. Esse não é o meu tipo de leitura, mas sei lá, fui com a cara do livro e to bem interessada d ler.

    ResponderExcluir
  34. Nossa minha manhã ficou em suspense depois desta resenha, infidelidade é sempre um tema muito dificil de ficar imparcial, mas me chamou a atenção qdo vc questiona ¨uma traição seria válida “se fosse com a pessoa certa”? ,, vou tentar descobrir lendo este livro..

    ResponderExcluir
  35. Adorei a resenha, to doida pra ler esse livro =)

    ResponderExcluir
  36. Muito interessante esse livro o tema abordado e daqueles que só de pensar já da um no na garganta com certeza e um livro que vou ler

    ResponderExcluir
  37. Larissa de França18 de junho de 2011 12:28

    a Emily é uma ótima autora!eu li "o noivo da minha melhor amiga" e gostei muito!esse livro tem me chamado a atenção por estar entre os mais vendidos de várias livrarias também,é uma oportunidade ")

    ResponderExcluir
  38. Essa é a 1° resenha que leio desse livro e fiquei intrigada com a história. Gosto muito da escrita da Emily então estou bem curiosa pra saber com que o Nick vai ficar no final!
    Adorei a resenha ^^

    =*

    ResponderExcluir
  39. li o livro e retornei a ler novamente algumas passagens, concordo com seu comentário sobre o hiato que fica com a ausência dos pensamentos do Nick, mas o que que fez voltar a ler os dialogos , foi para entender se ele estava abrindo mão de um grande amor, e ficando com Tessa pelos filhos e pela comodidade Tinha alcançado. final ele afirma e teme amar a "outra" para sempre. No final ele diz que amor é o que ele tinha com a esposa. Enfim, como você entende o final?

    ResponderExcluir
  40. Fiquei com muita pena da Valerie,e queria que ela tivesse ficado com o Nick.Apesar de tbm ter sentido pena da tessa e querer que nick ficasse com ela.mais me comovi mais com a Valerie. eu me arrependi de ter comprando o livro,só trouxe pq estava barato e nao tinha outra opção de livro que desse pra eu comprar com a minha grana.quando comprei nao imaginei que era um romance, e muito menos sobre traiçao.Provavelmente nao lerei o livro de novo u.u . e foi mais um final de livro que nao me agradou,o que me da bastante raiva.

    ResponderExcluir
  41. e a verdade nua e crua..eles estavao usando uma criança. (valerie e nick)

    ResponderExcluir