='cap-left'/>

Patricia Cabot - Pode beijar a noiva



Patricia Cabot na área!
Incontestável, essa autora é uma de minhas prediletas. Seja escrevendo históricos, romances adultos ou adolescentes, ela consegue cativar e surpreender de uma forma inenarrável.
Ao saber do lançamento deste livro, corri e fiz meu pedido junto a uma loja virtual. No entanto, a vontade de lê-lo era tanta, que “cabulei” minha aula de Processo Civil e corri para a livraria do Shopping ao lado da Universidade, torcendo para que tivesse chego.
E não é que dei sorte? Ou será que foi azar? Ainda não decidi... rs


Pode beijar a noiva
Patricia Cabot

Emma Van Court é uma jovem dama londrina de dezoito anos que resolve se casar por amor com Stuart, mesmo sabendo que sua família é contra e também James, o primo de Stuart.
James Manbury, conde de Denham, tenta impedir o casamento por não ver futuro no relacionamento, mas principalmente por querer Emma para si, reconhecendo que ela é uma mulher diferente, alguém que toca seu coração.

No entanto, apesar da tentativa de impedir, Stuart e Emma acabam fugindo para a Escócia pretendendo viver felizes para sempre... Será?
Não.
Nada foi feliz. Em menos de seis meses, Stuart é assassinado acidentalmente e antes mesmo de sua morte Emma vai percebendo o equivoco que cometeu: acabam vivendo na penúria e aos poucos suas ilusões foram ruindo.

Moça engajada socialmente, ela resolve ficar na aldeia escocesa de Faires e dar aulas para as pobres crianças. Para a sua surpresa, o assassino de seu marido lhe deixa uma fortuna, mas com uma estranha condição: somente irá recebê-la ao se casar.
Quando James toma conhecimento da morte do primo resolve buscar o corpo para sepultá-lo no mausoléu da família, e é quando volta a reencontrar Emma.
Apesar de reconhecer a beleza física de James e de ter sido ele seu porto seguro, quando pequena, Emma passou a desgostá-lo depois das atitudes que ele tomou contra seu casamento. Mas um infortúnio – ou a vontade de Dom Quixote de James – faz com que eles se obriguem a se casar.

O amor – se é que existe amor, poderá superar a barreira do tempo e as recentes mágoas?


Os personagens estavam impecáveis na história.
James é um personagem masculino típico de romance: lindo, rico, com personalidade forte e totalmente apaixonado. *SUSPIROS*
Emma também merece destaque, não é uma mulher condescendente com a realidade. Forte e determinada, faz nosso moçoilo suar para ser conquistada.

Os sentimentos dos personagens foram muito bem elaborados. O enredo, apesar de simples, enriquece pela narrativa bem humorada, bem característica da Meg Cabot.

Mãããs, há um grande ponto negativo no livro: Ele é pequeno, possuindo somente 238 páginas. No final, o que me restou de sentimento foi um profundo descontentamento. Cadê o resto? Cadê? Cadê? De um momento para outro a história parece tomar um ritmo diferente. Fiquei à espera de um conflito maior. De algo que não chegou...

Muitos provavelmente irão gostar do livro. Claro que não tem como não compará-lo aos dois outros livros históricos dela publicados no Brasil até o presente momento, pois este “perde” disparado em relação aos outros dois.
Síntese de tudo? Tirem a prova.



Comentários
31 Comentários

31 comentários:

  1. amo, amo, amo, li os outros dois históricos e agora, nem sabia que tinha esse. desliguei total. vou pôr na minha listinha gigante. saudade de vc,

    ResponderExcluir
  2. Eu comprei assim que lançaram! ainda não li, espero que eu goste!:)
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nenhum livro histórico dela,mas vontade não me falta!!

    ResponderExcluir
  4. Acho que sou a unica pessoa do mundo que ainda não leu Patricia Cabot 'Haha, porém adorei a sua resenha, mesmo com o ponto negativo que você citou, fiquei bem interessada, espero em breve poder lê-lo.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  5. Que coisa, ainda não li nenhum livro da Meg como Patricia, mas tenho muito vontade de ler... vou colocar esse na minha lista apesar de não ser tão bom quanto os outros dois.

    Bjus
    Gisele
    http://dicasdelivrosefilmes.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu querooo taaaaaaaaanto esse livro!
    Está na minha lista de priporidades urgentes urgentíssimas! hehehe

    N li a resenha!Li só o final... a parte do cadê? Cadê??? Fiquei com #medo agora, mas mesmo assim vou arriscar e quero surpresa total!

    ResponderExcluir
  7. Oi vi mesmo falar dese livro, não sei se lerei, mas parece uma trama interessante, vou ficar de olho! rs'
    Ótima resenha...bjoos

    kastmaker.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. quero muito ler esse livro saudade de ler um bom romance

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda to dando um tempo nos livros da Meg UAHSAUSU mas esse parece ser bacana. Gostei do nome e da capa, bem legal. Adorei sua resenha, me deixou com vontade de ler UAHSAUS

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  10. Menina! Quase tive um treco lendo a sua resenha. Tava muito empolgada - rindo sozinha - e de repente me vem o seu "mas", destruindo minhas esperanças, rsrs. Ainda quero ler o livro, claro, mas é uma pena ele não ser tudo o que a história promete. Vamos ver no que vai dar.. :)

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  11. Será o próximo que irei ler, estou muito curiosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Não sabia que tinha sido lançado outra da Patricia por aqui! Eu li A Rosa do Inverno e adorei! Quero muito Aprendendo a Seduzir e agora esse =)

    ResponderExcluir
  13. Quero muito ler esse livro. Só falta tempo e é claro, $$$.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  14. Deve ser bom pq lembra histórias de livro de banca. Que pena que só tenha poucas páginas, odeio livros assim, que a história vai indo bem e de repente começa a ficar corrida, parecendo que vai acabar o papel ou o prazo de entregar o livro.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Deteeeesto qdo termino um livro e pergunto kd o resto, isso me dá mta raivaaaa!!!

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Ei!
    Vissshhhh... Não gostei do seu 'mas'.
    Se ficou bem abaixo dos outros livros históricos da Meg, acho que vou ler os outros que não tenho antes de ler este. Mas ele ainda está na minha lista ^^
    Bjins

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lari!

    Eu já encomendei o meu tbm!! Os outros dela são maravilhosos e 'quentes'! hehehe

    não vejo a hora de te-lo em minhas mãos e 'tirar a prova'!

    beijo

    ResponderExcluir
  18. Oi, Lari.

    Estava animada desde que vi o lançamento desse livro e o mesmo ocorreu lendo o início da sua resenha, mas sempre nunca vou com muita sede ao pote, porque sempre acabo frustrando-me.

    Apesar disso, ainda quero ler e conferir de perto essa história, porque adoro romances históricos.

    Pena que os livros dela são meio caros e difíceis de achar.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Até agora só li a Rosa do Inverno e AMEI!!!
    Então ia lendo sua resenha e pensando: Eu quero. Eu quero. Entretanto quando vc diz que o fim não é tão bom, fiquei desanimada.
    Ainda não decidi.

    ResponderExcluir
  20. Essa capa é lindíssima. Pela resenha gostei bastante da história, mas vou ler mais algumas resenhas pra ver se ele vai entrar na minha infinita lista de 'vou ler'. ;D
    bjs

    www.booksemporium.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Eu não tenho problemas com livros pequenos - desde que a história seja satisfatória. Mas terminar um livro com "cadê" "como assim" "já?" não é muito legal >.<

    ResponderExcluir
  22. meg eg meg
    mo paia o livro eh pqueno como vc falou, mas pode deixar que eu vou ler mesmo assim \o/

    bju
    letracomasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Eu já li um livro da Meg, mas nenhum que ela assinou com o pseudônimo. Tenho mtoo interesse! Parece ser mto divertido!

    Bom fim de semana!

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Liros

    ResponderExcluir
  24. Eu gostei tb mais de "Aprendendo a Seduzir" e "A Rosa do Inverno".

    É divertido, mas acho que faltou trama para dar ritmo a narrativa. E havia uma grande determinação em descrever os pensamentos de James e Emma o que tornou a leitura repetitiva.

    bjokas

    ResponderExcluir
  25. Adoro os romances históricos da Meg Cabot.
    São tão lindos *-*

    Eu duvido que eu encontre esse livro no Pará,então
    vou ter que esperar até julho pra comprar no Rio De Janeiro "/

    Abs :*

    ResponderExcluir
  26. Ah, amei o post PARABÉNS!
    Gostei tanto que indiquei no #IdeLinks.
    http://ideiaoquadrado.blogspot.com/
    Bjuss
    @IlmaraaRibeiro - Twitter

    ResponderExcluir
  27. Minha cara ao ver o link da resenha:
    \o/

    Hahahha
    Não acredito que vão lançar mesmo esse livro!
    Adoro os romances históricos da Meg, mas parece que as editoras brasileiras não davam muita bola, né?

    Nossa, achei estranho não ser pela Record, já que ela meio que se vangloria de lançar os livros da Meg por aqui...
    (Não me lembro se A Rosa do Inverno é ou não da Record...)

    Nem li sua resenha pra não ficar com mais vontade ainda. Só a capa já vale kkkkk (linda *---*)

    ResponderExcluir
  28. O único histórico dela que eu tenho vontade de ler é Aprendendo a Seduzir. Esse aí não me chamou nem um pouco a atenção :/

    ResponderExcluir
  29. O melhor livro que li na minha vida foi Rosa do inverno,não a palavra para descrever o quanto ele é maravilhoso.

    ResponderExcluir
  30. Ah, não fiquei muito animada pra ler por conta do seu comentário... Mas não parece ser ruim, né?
    Acho que cada história são casos diferentes...

    ResponderExcluir
  31. Amo os livros dela, ja li, "Rosas de inverno" "Retratos do meu coração" que é praticamente a continuação de rosas de inverno e "Aprendendo a seduzir" apesar da resenha do "Pode beijar a noiva não está muito motivadora, estou muito curiosa, então vou providenciar a leitura, espero não me decepcionar, porque os outros simplismente ameiiiiiiiiiii.

    ResponderExcluir