='cap-left'/>

Susan Wilson - Uma segunda chance



"Nossos olhos se encontraram e nos encaramos por um tempo, depois ele desviou o olhar. Naquele vislumbre, vi algo que reconheci. Pode ser que eu tenha visto apenas o reflexo da minha própria independência, este espírito livre que me faz seguir em frente. Ou então foram aqueles olhos de guerreiro que anda sem sorte mas traz lembranças gloriosas recentes. Talvez eu tenha enxergado por baixo daquela superfície áspera um coração como o meu, ainda não inteiramente endurecido. Precisamos ser fortes pra viver neste mundo. Não importa se cerramos os dentes por raiva ou por medo; temos que estar dispostos a cumprir a ameaça até o fim. Aquele sujeito cheio de cicatrizes sabia disso. Baseado nesse fato, tomei minha decisão. Ele era perfeito para mim.
Então, balancei meu rabo."
(Trecho do prólogo)


Uma segunda chance
Susan Wilson

Adam March é um homem que alcançou o sucesso e tornou milionário devido aos seus próprios esforços. Ainda que tenha uma esposa cobiçada, uma linda filha adolescente e uma vida social consolidada, é assombrado por certos traumas de infância, pois foi abandonado por seu pai em lares e nunca mais teve noticias de sua irmã mais velha, a quem adorava... Mas sua pretensa “vida perfeita” desmorona: justo o dia que prometia ser o mais importante da sua vida, quando alcançaria o maior cargo que já almejou, Adam entra em colapso e agride sua funcionária...
Acompanhados a queda de Adam com certo pesar: ele foi acusado de agressão, perdeu o emprego, sua mulher pediu o divórcio, o obrigou a sair de casa e mudar-se apara uma área da cidade menos privilegiada, as pessoas de seu círculo o evitavam, os processos judiciais sugavam seu dinheiro.
Como punição, Adam também foi obrigado a fazer serviços comunitários em um abrigo, mas isso foi sua salvação, pois ele conhece o pit bull Chance...

Não se trata do personagem mais carismático do mundo, pois Adam March é notadamente imperfeito, mas ao longo do livro vamos vendo seu crescimento e torcendo para que faça as pazes com sua vida, com sua filha, que aprenda com seus erros e reencontre um novo caminho, especialmente depois de Chance...

Chance é um mestiço de pit bull feio, malhado, coberto de cicatrizes e com uma orelha pela metade. Arredio como somente um cão de briga que passou sua vida em uma gaiola, em um porão, saindo apenas para lutar e ser recompensado com alimentos, pode ser. Ele nunca recebeu um gesto de carinho e atenção, e não sabe o que pode haver no mundo lá fora, além de lutas e mais lutas.
Quando a casa de seu dono é surpreendida pelas autoridades todos os outros cães são recolhidos, mas Chance consegue fugir. Só que sua liberdade é curta... ele é levado para um abrigo de animais e colocado de volta em uma gaiola.

E assim, o destino aproxima essas duas almas perdidas, pois “Quando a vida tira tudo o que você tem, a salvação pode estar onde menos se espera” ...

Uma segunda Chance (Editora Sextante/2011 – 239 páginas) é um livro muito bem escrito. A partir de um enredo aparentemente sem grandes emoções, consegue fazer com que o leitor fique envolvido demais com a história do começo ao fim. Realmente amei a maneira com a autora Susan Wilson encontrou para narrar a trama a partir da perspectiva e introspecções do cão (em primeira pessoa), e de Adam (em terceira).
...Quero apenas falar que, como uma pessoa que adora cães, fiquei muito indignada com o degradante tema abordado - o "esporte" deplorável da luta do cão, o abandono e o desespero dos animais. Confesso que cheguei ao fim do livro chorando muito, encantada com a laitura, mas com o coração partido.
Então, se você gosta de histórias sobre vida, amor, perda e uma segunda chance, e se emociona com animais, então esse livro tem de tudo para agradar. Recomendo!



Comentários
27 Comentários

27 comentários:

  1. Adorei suas resenhas Sa!

    N conhecia esse livro, mas já me interessei!

    beijocas

    ResponderExcluir
  2. NOssa parece ser uma historia muito boa mesmo, a capa o titulo já leva a isso, imagina quando se le?

    ResponderExcluir
  3. Não sei se faz o meu estilo mas parece ser bem bonitinho:)

    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Eu li esse livro e é muito bom, mesmo!
    Recomendo!

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei da resenha, me pareceu ser um livro leve e gostoso de ler
    Com uma historia muito rica de sentimentos
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Legal! Eu não conhecia esse livro e gostei da dica!

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Muito bom,
    eu nao conhecia esse livro, gostei, vou dar uma olhada na net ver se acho o download, se gostar compro :)

    Beijos
    Feh

    http://clouds-of-cotton.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. A sextante tem uns livros que surpreendem viu...

    ResponderExcluir
  9. O livro e a resenha me encantou quando você disse sobre o cão. E fiquei mais animada quando eu li que o cão narra *--*
    Quero ler esse livro! Definitivamente.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  10. Sou fã de livros que sempre mostram que prá tudo existe sempre uma segunda chance, e esse romance parece encantador no sentido de uma amizade verdadeira,
    Todos os livros que relatam as amizades entre o homem e seus animais me comovem bastante. Vou ler!

    ResponderExcluir
  11. NOssa que interessante esse livro adorei, e pet bull não é um animal muito confiavel, sei pode ser preconceito mas mesmo assim...

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros que o autor desconstroi seu personagem para depois construí-lo melhor, pois neste processo envolve muita emoção e elas mexem com a gente. Mas este ainda envolve animais1 é tudo de bom! vou querer ler também.
    Linda resenha, beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu me emociono mtoooo com animais, sobretudo cachorros. Adorei o que descobri sobre o livro. Acho que eu me emocionaria facilmente com a leitura.

    Amei!

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Sabrina!
    Eu adoro cães, mas não suporto ler sobre maus tratos com animais. Sou muito apegada a eles. Definitivamente esse livro não é p/ mim. Eu terminaria a leitra arrasada e deprimida. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Essa capa ficou perfeita :D
    Uma das melhores que vi esse ano.
    Sua resenha ficou ótima, mas não sei se teria coragem de ler. Sou muito chorona com animais...rsrs se bem que seria ler um cão narrando a história.

    Tenha uma ótima semana.
    Bjs Melissa
    espacoeditorial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ai Sabrina, chorei com o final da sua resenha, amo animais, em especial cães, tenho devoção por esses seres iluminados e especiais. Gostei da resenha e como o livro aborda um tema que eu gostei, vou colocar ele na minha lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Que capa encantadora e sua resenha então, vou correndo procurar. Bjs, Rose;D

    ResponderExcluir
  18. Parece legal mas naum sei se faz mto meu estilo...

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Eu já tinha visto este livro e ele tinha chamado minha atenção. A história deve ser muito linda mesmo, eu gosto de livros assim. Que pena que fala sobre o maltrato de animais.

    ResponderExcluir
  20. Linda resenha ...
    O livro parece ser excelente e emocionante ..

    ResponderExcluir
  21. Nossaaa adorei a história do livro, adoro quando tem animais no meio ^^. Ótima resenha.

    www.frozenlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Ainda não li esse livro, mas como quero! Ele me conquistou bastante e fui até falar dele pra minha irmã. Logo logo pretendo o ler, apesar de saber que vou me emociar muito - ainda mais por se tratar de um cão, animal que mais amo no mundo, em especial a minha cachorrinha ♥.

    Adorei a sua resenha! :)

    Beijos, Ju

    ResponderExcluir
  23. Adorei sua resenha :)

    Esses dias eu passei na livraria e minha mão coçou para comprar esse livro ! Mas, como sou mto mole para histórias relacionadas a animais, nao comprei. Eu choro em todos q eu leio! Um mto bom tb é o ''A Arte de correr na Chuva''. Tb é uma linda história de amor... mas, prepara o lenço!!! kkk

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Já tinha visto esse livro e adorei a resenha.
    Tenho uma pit que adotei. Ela estava abandonada num abrigo e tinha sido cachorra treinada para rinha. Pesava menos de 15kg e era toda machucada =/

    Abomino qualquer maltrato com animais... Mas creio que quem faz algo do tipo, recebe em troca depois.

    Enfim, quero muito ler o livro. Já está na minha lista de desejados há algum tempo *-*

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  25. recebi o livro hj e já acabei de ler... chorei horrores! rs..rs... a história me prendeu do inicio ao fim... a narrativa pela perspectiva do pitt e tb pela perspectiva humana foram interessantes... Eu, q amo cães e bichos em geral, fiquei ainda mais indignada qdo o pitt fala sobre o ambiente deplorável das rinhas, mostrando q por conta da imbecilidade dos humanos não há outra alternativa pra eles a não ser matar ou morrer... Fica bem claro q o q faz o cão, é o humano responsável (ou q deveria ser responsável) por ele....

    ResponderExcluir
  26. Gostei muito! Gosto de livros com cachorros, que sempre acabam me emocionando...

    ResponderExcluir
  27. Gostei muito da história e amei a capa. Sua resenha está muito boa e me tocou muito e quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir