='cap-left'/>

Diana Palmer - Coragem

Ei, quem aí conhece Diana Palmer? Para muitos, este nome não tem nenhum significado. Entretanto, para aqueles que lêem romances de banca este nome significa controvérsia. 

Então,devo lhes apresentar a autora: 
Diana Palmer é o que podemos considerar um caso de “amor e ódio”. Muitas pessoas são viciadas em seus livros (meu caso), outras passam reto em qualquer lugar.  Não há explicação sobre o fascínio ou asco gerado por DP – como é carinhosamente chamada. Terminamos muitas vezes seus livros com a impressão de o “mocinho” ser um macho-troglodita-verme-lindo e, mesmo assim, amando o livro. 

Diana Palmer é DIVA. Perfeita. E tem uma das maiores séries que já vi, isso se não for a maior... Até o presente momento, a série Homens do Texas já possui mais de 45 livros lançados. A única coisa que me alenta é que os livros são totalmente independentes, podendo ler fora de ordem sem afetar muito. Para conhecer, indico o valoroso trabalho de conexão feito pela amiga Suelen Matos, clicando AQUI



                
E... Bem vindo a Jacobsville!

A cidade americana onde encontramos a maior concentração de homens de papel gostosões ricos (homens da lei, médicos, políticos, fazendeiros e/ou (ex-)mercenários que vivem romances calientes e sinceros com mocinhas virgens e traumatizadas por passados sofrido.
Gloryanne Barnes não sofre do estgma da maioria das mocinhas de DP: ela tem um passado traumático, sua mãe a açoitava quando menor, chegando ao ponto de lhe tirarem a guarda da menina e a mandarem para o instituto de adoção, mas sua salvação foi Gracie e Jason Pendleton, filhos de seu padrasto, pessoas que a resgataram do penoso mundo dos abusos físicos e psíquicos. Apesar dos problemas sérios de saúde, ela se torna uma grande promotora de justiça da cidade de San Antonio, e a testemunha chave para incriminar o poderoso chefe do tráfico Fuentes. Para se proteger, é mandada para trabalhar disfarçada na fazendo de seu irmão, em Jacobsville (logicamente).

Ao chegar à fazenda encontra Rodrigo, o administrador... Logo se encanta por ele, mesmo sabendo que ele era apaixonado por outra mulher, Sarina.

Passam uma noite “de fogo nos lençóis” e, por conseguinte, ele a pede em casamento.
Só que ele ama Sarina, e pensa que Glory é uma pobretona... 

Só que ela ama Rodrigo, e se casa com ele mesmo sabendo da possibilidade dele ser funcionário de Fuentes.

Ah, o amor...

Rodrigo sente uma atração enorme por Glory, mas ela não era a mulher ideal para ele, que era riquíssimo e um “mercenário”- soldado de elite dos EUA.

... E o desenrolar da história é intenso!

Como disse, Diana Palmer é a autora do “ame ou odeie”. Alerto ainda que muitas leitoras irão achar que Rodrigo é um troglodita de marca maior e que Glory é muito passiva  e sem orgulho por aceitar toda a “situação” da trama e ainda perdoá-lo.

Confesso que, se algo assim acontecesse em minha vida, provavelmente nunca chegaria perto do Rodrigo. Mas, ao ler “Coragem”, torci e vibrei para que os dois se acertassem.

Reconheço. Sou meio imparcial para fazer comentários sobre este livro. Sempre tendo a perdoar os “homens de papel” da Diana Palmer...  Por isso, indico “Coragem”- lançamento do mês da coleção “rainhas do Romance”, da Editora Harlequin -  para que leiam e descubram se são como eu, apaixonada, ou irão jogar o livro pela janela.

Comentários
34 Comentários

34 comentários:

  1. Dá tanto ódio esses mocinhos da DP, mas não consigo deixar de ler seus livros...rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar dessa autora, embora nunca tenha lido algum romance dela. Já comentei que não sou muito fã de romances, mas prometi pra mim mesmo que um dia lerei. Gostei da sua resenha!!!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Eu comprei dois livros dela num sebo, ainda não li, mas estou louca pra ler, ainda não li nada de banca, estou bem curiosa!
    Vou anotar esse Coragem na minha lista!

    Bjus
    Gisele

    ResponderExcluir
  4. eu não conhecia este livro e a Gisele fala que já comprou no sebo! Estou mesmo por fora1
    Vou correr atrás dele, kkk pois quero ler.
    Bju

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto da DP, leio pouca coisa dela, mas td que li gostei.
    Anotei esse livrinho p/ ir atrás...rs

    Andy_Mon Petit Poison
    www.monpetitpoison.com

    ResponderExcluir
  6. Bom, eu adorei a resenha. Mas acredito que seria uma das que odiaria DP, pois, pela sua descrição, criaria certa raiva dos personagens e não gostaria muito da história. Não sou muito fã de histórias de "mulherzinha" e "cabra macho" ;~

    Beijos
    Conjunto da Obra

    ResponderExcluir
  7. Aiiiii, adoooooro esse livro, é um dos meus favoritos, hehe. Eu já achei a Glory beeem decidida. E adorei as insinuações que ela fazia em relação ao Kilraven, pra ciúme e desespero de Rodrigo (não que ele fosse admitir isso, rs...)

    Ah, e obrigada por lembrar/indicar o Romantic Girl!É o vício, , hehe.


    Bjs!!!!

    ResponderExcluir
  8. Ouvi falar muito de DP e concordo com "Ame ou Odeie". Felizmente ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora, embora goste muito de romances de banca. Vou dar um jeitinho de ler e tirar minhas conclusões. Bjkss

    ResponderExcluir
  9. Li um romance de banca da Diana e digo ela é uma DIVA mesmo, amei e com certeza lerei muitos outros, assim que a minha pilha acabar srrs

    Ótima resenha, só me deixou com vontade de ler.
    bjkss
    Ká Guimaraes

    ResponderExcluir
  10. Ei Lari,

    Ah eu não sei se eu vou gostar de DP, ainda quero ler só para saber do que tanto todo mundo fala rsrsrs. Fiquei besta com a série de 45 livros rs

    bjo
    Nanda

    ResponderExcluir
  11. Tá de brincadeira? Acabei de passar pela banca e ver esse livro, não comprei porque papai fez cara feia para capa ¬¬' paciência, né?! Tô pensando em voltar lá. kkk'
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro romances de banca mais vc acredita que só li um livro da DP e mesmo assim o mocinho não achei tão toglodita assim, rs...era um livro de livraria. A sua resenha me deixou curiosa para saber mais sobre a história.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Já li esses livro, pois os unico que gosto da Diana são os ex-mercenários... esses são TDB! Mas os outros, acho tão repetitivo, e os mocinhos dão muita patada! Aff!
    Mas nesse, mesmo Rodrigo sendo um ex-mercenário, não esperava todas aquelas atitudes dele... Muito cruel! E a Glory não achei passiva não, pelo contrário, ela protegia o segredo dela, mas estava apaixonada... Torci foi por ela!

    bjuss

    ResponderExcluir
  14. Nunca li romances de banca. Um pecado, eu sei.
    Mas já ouvi falar muito de DP, com certeza o primeiro que comprarei vai ser dela! ^^

    Gostei!

    ResponderExcluir
  15. Eu não gostei da minha experiência com a Palmer ¬¬

    ResponderExcluir
  16. Os romances de Diana Palmer são ótimos. E só aceito esses romances porque são no papel porque se fosse na vida real, eu passaria bem longe.

    ResponderExcluir
  17. Ah, Lari... Acho que sou da turma que jogaria o livro pela janela! =P
    Já li alguns livros dela, mas não consigo gostar de jeito nenhum. Pra não dizer que odeio, li uma história (que não se passava em Jacobsville) que até achei boazinha, mas nada demais...
    Agora, passo longe sempre que vejo na banca! rs
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Amo romances e já li muitos da Diana!
    E esse me parece mais uma história de se tirar o fôlego...
    Esse Rodrigo... ai ai rs

    ResponderExcluir
  19. Eita! esses livros da Diana são sempre tão intensos...deu uma vontadezinha de ler um agora, faz tempo que não leio um livro de banca!Adorei a resenha, bjo!

    ResponderExcluir
  20. Eu também sou apaixonada pela Diana. Seus livros são fabulosos.

    Eu adorei demais essa resenha, sorrir muito lendo-a, pois parecia mais uma dramatização do enrendo. ♥ rsrsrs

    Vou dar uma oportunidade a Rodrigo e vê no que dá. Concordo com você, os "Homens de papel" da Diana são muito apaixonantes.

    Beijos,
    Mah | Livro e Coração

    ResponderExcluir
  21. Ainda não li nada de Diana Palmer, mas já ouvi muito falar de seus livros pelos blogs. Embora ainda não tenha lido também me apaixono por ela, somente em ler as resenhas, e esta que você está muito boa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Eu simplesmente adoro a Tia Palmeirão! Rodrigo é um cavalo, tá certo mas não é que eu gostei do livro?
    Apenas acho que ajuda bastante ler os livros na ordem (algumas estórias, em livros diferentes, dividem a mesma trama)

    De qualquer forma, DP é tudi bão!

    Bjos!
    Thaís
    @sweet_lemmon
    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. 45 livros! OMG.
    Estou mais e mais curiosa sobre a escrita de Palmer. E agora? Não posso comprar nadinha, mas vai pra minha lista pq pretendo iniciar minha leitura romance de banca com Diana.

    It Cultura

    ResponderExcluir
  24. Ainda n li livros da Diana Palmer, mas só vejo elogios. ADoroo romance de banca.

    ResponderExcluir
  25. Confesso que não gosto muito destes romances de banca... Só li uns dois. Mas como ouço falar muito e bem desta autora, pretendo ler algum livro dela. Então esse me ganhou. Vai ser ele! =)

    ResponderExcluir
  26. Não li nenhum livro da Diana Palmer, acho que seja por causa desses mocinhos, pois sempre leio nas resenhas que eles são um trogloditas como você mesma disse, por esse motivo não me interessei muito por esse livro.

    ResponderExcluir
  27. Nunca li nenhum livro da Diana Palmer, mas não por algum ódio mortal, rsrs, e sim por falta de oportunidade. Acho que ia ler tranquilo, mesmo os homens sendo uns trogloditas, rsrs. Aos poucos estou conhecendo melhor romances de "banca", vendo quais são os melhores, já tenho alguns, e quando puder vou comprar mais.

    ResponderExcluir
  28. Olha, sou colecionadora de livros da Diana Palmer e esses é um dos que eu mais ODEIO! Minha relação com ela é de amor e ódio: enquanto mais amo, mais odeio e vice-versa. A questão da série Homens do texas ser grande é pq ela sempre faz um personagem coadjuvante interessante, aí as fãs pedem um livro para ele. O problema é que ela faz de má-vontade. O rodrigo veio do livro do índio Colby Lane e era um amor. Qdo foi no livrod ele se mostrou um CRETINO INSENSÍVEL. E assim tem sido com ele, Tony Danzetta... Ela tem o dom de estragar o no próprio livro os caras que eram bons no livro dos outros.

    ResponderExcluir
  29. Adorei!!!

    E esse Rodrigo, deu vontade de conhecê-lo!

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  30. Eu conheço e adoro os livros da Diana. Este eu ainda não li, mas faz um tempinho que não leio nenhum romance dela. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  31. adoro a diana, aqui os meus favoritos sao rosa de papel, e o gosto do pecado ,faço um apelo ! se vcs forem para o texas ,por favor tragrao esses homens todo de bom para ca ,

    ResponderExcluir
  32. sinto amor e odio ao mesmo tempo tenho inveja da mocinha, pois ter um homen , viril , rico, ha e todo d bom

    ResponderExcluir
  33. acho que ela tem uma quenda um homens machista , so pode ser , mais enfim as mocinhas tanbem sao muito submisas , e isso granças a deus ficou para tras!

    ResponderExcluir
  34. Eu sou fã da DP, adoro todos os livros dela mesmo não sendo bom kkkkk, mas por incrível que pareça, ainda não li Coragem e já estou colocando na lista ;)
    Bjs,
    @PatriciaADavis

    ResponderExcluir