='cap-left'/>

Angela Morrison - Cante Para Eu Dormir


E agora... nosso amor é tão real.
Não darei nenhum passo sem você.
Graças a Deus, você chegou.
Se me ama, por favor fique comigo até o final.

Cante para eu dormir da autora Angela Morrison é um dos lançamentos da Editora Pandorga. O livro possui uma capa linda que me chamou bastante atenção. A primeira vista não consegui perceber todo o significado da capa e do nome do livro, mas a cada página lida entendi que o design foi perfeito para a história.

Esse livro poderia ser sobre um conto de fadas ao avesso; ao invés de termos uma linda garota e uma fera terrível, em Cante para eu dormir os papeis são invertidos. A protagonista Beth é uma garota sem atrativos, ela é considerada simplesmente horrorosa e por isso recebeu o apelido de FERA. Beth mora com sua mãe e não tem contato com o pai que simplesmente não quis responsabilidade sobre a família e também não conseguiu suportar viver com uma filha tão feia.
Os adolescentes são muitas vezes maldosos e os da escola de Beth são piores, pois fazem brincadeiras terríveis com a pobre garota e a única salvação dela naquele ambiente é seu amigo Scott, que sempre está ao lado de Beth dando-lhe força para continuar.

Scott é um garoto comum que não tem nada demais, ou pelo menos “não tinha”, agora o querido amigo de Beth está crescendo e se tornando bem interessante, o que em breve chamará a atenção das garotas. Ele parece sentir muito mais que amizade por Beth, no entanto ela se considera feia demais para qualquer garoto.

Beth pode até não ser bonita, porém possui algo sublime: uma voz perfeita que é capaz de emocionar a todos que a escutam. Ela faz parte do coral Cantoras da Juventude, mas não é a solista, é a contralto. Isso está preste a mudar porque as meninas do coral estão prestes a participar da Olimpíadas de Coro em Lausana, Suíça, e Meadow (solista) não consegue alcançar um tom de voz perfeito para a música escolhida – Leve-me para casa. Beth, ao contrário, canta maravilhosamente bem essa música, então surge a oportunidade dela brilhar pela primeira vez em sua vida.

A mãe de Meadow é a maior contribuinte do coral e resolve fazer Beth passar por uma grande transformação para representar dignamente o coral. A Fera então se transforma em bela e Beth deixa de ser a assustadora de criancinhas. Nessa nova fase da vida, Beth conhece Derek, um dos integrantes do Coral Amabile, um reconhecido grupo muito talentoso.

Derek é um dos solistas do Amabile, ele é charmoso e talentoso. Quando ouve pela primeira vez a voz de Beth, sem mesmo conhecê-la pessoalmente, Derek fica encantado pela solista e procura de todas as formas aproximar-se dela. Ele é popular entre as garotas por sua beleza e voz, mas Derek também é um cara misterioso que esconde um grande segredo.

Quando conhece Derek, Beth não acredita que aquele garoto bonito se interessa por ela, então fica desconfiada de sua aproximação... Mas logo os dois passam a conviver e surge algo lindo, porém Derek esconde as coisas de Beth e não a deixa se aproximar da sua vida pessoal. Os dois vivem uma linda história de amor, só que nenhuma vida é perfeita e há segredos como os de Derek, que talvez sejam fortes o bastante para impedir esse amor.

Acho que todos já perceberam que não sou muito fã de histórias que fazem chorar, porque quando me emociono solto mesmo às lágrimas. Mas, apesar de não curtir, ultimamente tenho lido muitos livros assim que, apesar de tristes, contém histórias lindas que conseguiram me cativar e uma delas foi Cante para eu dormir.

Quando comecei a leitura desse livro imagina que seria uma história mais puxada para o lado sobrenatural, pois a sinopse – a meu ver – deixa a imaginação solta para o que será o tal segredo do Derek: será que ele é um vampiro? Um imortal? Um lobisomem? Risos.
A história não tem nada de sobrenatural, é um livro emocionante com um enredo bem real. O que acontece em Cante para eu dormir pode estar ocorrendo nesse momento na vida de várias outras pessoas.

Beth é uma personagem forte que me fez refletir muito sobre a vida. Muitas vezes colocamos estereótipos nas pessoas, decidimos que aquela é feia, a outra é gorda, a outra é magra demais, etc... Infelizmente determinamos as pessoas pela sua aparência e não pelo seu interior. Beth foi muito discriminada por não atender aos requisitos necessários para ser uma adolescente aceita, resumindo: ela não era bonita para que os adolescentes da escola gostassem dela, para que a respeitassem. As “brincadeiras” que os adolescentes fazem com ela no livro são muito tristes, puro bullying.

Scott é o tipo de amigo que toda garota precisa, ele realmente me conquistou e torci para que ele e Beth ficassem juntos. Ele realmente a amava, pois conheceu a “pior” fase de sua vida, e mesmo assim a achava linda e perfeita.

Derek também me conquistou, mas houve momentos em que o achava misterioso demais, cheios de segredinhos. Por vezes acreditava que ele tinha obsessão pela voz de Beth e não amor pela garota. Torci muitas vezes por ele e Beth, os dois fazem um casal também lindo.
O livro é muito bonito, mas não posso deixar de citar que ele também é muito triste. É uma história de fazer chorar, que passa uma linda mensagem de força, amor, luta e, principalmente, de esperança.

Super Recomendo!!



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Eu gosto muito desta capa, pena que ainda não pude ler este livro que parece ser muito bom. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir