='cap-left'/>

Isaac Marion - Sangue Quente


"Estou morto, mas isso não é tão ruim. Aprendi a conviver com isso.
 Desculpe não me apresentar da forma 
correta, mas não tenho um nome.
 Dificilmente algum de nós tem um .
 Nós os perdermos como perdemos chaves de carro,
 os esquecemos como esquecemos de 
alguns aniversários. O meu talvez começasse 
com R, mas isso é tudo que sei." P.13

Fome! R estava se sentindo um pouco famélico, era hora de juntar os outros zumbis e ir para a cidade se alimentar... Um hábito alimentar incomum, quer dizer, nem tanto incomum assim, comiam cérebros.  

Gostoso, gostoso! R adorava comer aquela massa cinzenta! Ao comê-la, conseguia absorver um pouco das lembranças de suas vítimas, fazendo com que se sentisse menos vazio. 

A vida de Zumbi era um tanto quanto monótona. Viviam reclusos em um aeroporto, quase não conseguiam extravasar seus sentimentos – tinham sentimentos? – e não falavam. R era quase um gênio por conseguir proferir três-quatros palavras continuamente.

R não se lembrava de seu passado, nem ao menos sabia como havia se transformado em zumbi. Sabia somente que era alguém ocupado e engravatado que vivia lutando com o tempo. Mais nada. 

Ah, e sabia que sua transformação era mais recente que muitos, ainda não havia perdido toda sua pele, somente tinha pele meio acinzentada, diferente de vários outros que eram somente ossos...

Hora de comer, hora de ir para a cidade... Logo encontram alguns humanos e R começa a se degustar com o cérebro de Perry. “Quantas lembranças boas e que namorada linda esse humano tinha, que cérebro apetitoso.”

Ainda se alimentando a encontra, uma moça linda, e pode compreender os sentimentos de Perry em relação a ela. E, incrivelmente, ao vê-la, ao contrário do que sempre acontecia, não teve grande vontade de comê-la, R queria simplesmente protegê-la. Julie era cheia de vida, cheia de esperança, totalmente o oposto dele.

Os humanos, depois da massificação dos Zumbis, e por terem se tornado presas para eles, começaram a se proteger morando em grandes estádios de futebol.  A vida normal e feliz se extinguiu, e desde crianças as pessoas eram treinadas para matar Zumbis e temê-los. Então, nada mais normal, que Julie ficar estarrecida quando R a leva para o aeroporto,  a alimenta – não com cérebros – e a protege.

Um homem – zumbi – apaixonado, uma humana que começa a ficar com o coração enternecido e MUITOSMUITOS obstáculos! Como os zumbis irão reagir a esta nova habitante de seu aeroporto? Como Julie ficará lá por muito tempo, longe de tudo que conhece?  Os normais  poderão aceitá-los?

"(...) Tudo morre alguma hora. Todos sabemos disso. Pessoas, cidades e civilizações inteiras. Nada dura para sempre. Então, se existência é apenas binária, vida ou morte, estar aqui ou não, qual é a porra do sentido para tudo? – Ela olha para algumas folhas caindo e estica a mão para pegar um. – Minha mãe dizia que é por isso que temos memórias. E o oposto da memória, a esperança. Assim, as coisas que se foram continuando importando. Assim podemos desconstruir o passado e criar o futuro. –  Ela balança a folha em frente ao seu resto, para frente e para trás. – Ela dizia que avisa só fazia sentido se víssemos o tempo do mesmo jeito que Deus. Passado, presente e futuro de uma vez só.” p.125
Ok, confesso que comprei este livro pelo preço atrativo. Talvez, se não fosse pela Bienal, nunca passaria na minha cabeça comprar Sangue Quente, e agora reconheço que seria um sacrilégio perder uma excelente leitura. E mais: nem ao menos havia lido a sinopse, até que um amigo leu e fez um comentário. Quando me viram com o livro nas mãos, eu estando nas primeiras dez páginas: 

—Lari, Zumbi meloso? – um amigo me disse ao ler a sinopse e a frase dita por Meyer sobre o livro.
— Sério? Ain, não o imagino vivendo um romance comparado aos empecilhos criados por Shakespeare. 

Mas aconteceu e foi maravilhoso ler o zumbi R se apaixonando por Julie. Não de forma melosa e, sim, de uma forma extremamente cativante. O livro é maravilhoso. E não pensem que se trata de um romance qualquer, longe disso. A linguagem é fluída e em vários momentos com uma ironia latente e reflexiva, um livro repleto de quotes.

Não posso dizer que amei 100% do livro. O final conseguiu estragá-lo um pouquinho, só um pouquinho...  Alguns ainda dirão que era o propósito do livro, mãããs... Ok, ok! Apesar de não concordar com alguns acontecimentos, depois de ler tudo, este simples detalhe não estragou nada.

R é um personagem esplêndido!  Sangue quente é um livro mais que recomendado.

Comentários
37 Comentários

37 comentários:

  1. Oi Lari!
    Confesso que não tinha nenhuma vontade de ler este livro, não sou muito fã de zumbis rs...
    Mas a sua resenha ficou TÃO boa que agora me arrependi de não ter comprado!
    Vou acrescentar na listinha de desejados ;)

    Beijos
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  2. poxe, ainda bem viu! ufa, que alívio aqui hahah
    quero comprar já, ia comprando ontem, mas aí fiquei nessa que nem seu amigo 'zumbi meloso? hmmm'. adorei a resenha, quero descobrir o que teve nesse final ;D

    ResponderExcluir
  3. Não acredito que perdi de comprar ele de 9,90!!!!
    Sempre morro de raiva quando fico em dúvida se compro ou não um livro aí vejo uma resenha que eu gosto!
    Mas valá te pego na esquina! kkkk.
    Agora vou ter de comprar mais caro! kkkk.
    Essa de zumbi foi o que me pegou, fiquei em dúvida se seria bom, afinal no geral os zumbis são do mal! kkkkk.
    Vou correr atrás do meu!

    ResponderExcluir
  4. eu quis ler este livro por causa do tema ser diferente do abordado constantemente por outros livros, e tmb pela capa que é show.
    Já entrou para minha listinha.
    Bjos


    Jack do www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. eu já li livro de zumbi é meio diferente eles nem comem comida e tal não essa coisa assustadora que estamos acostumados, sangue quente é diferente vai ser estranho vê um zumbi que come cérebro se apaixonando por uma humana.
    sei que o livro vai ser adaptado para filme a mesma produtora de twilight e o pessoal já estão fazendo comparações pq saiu a primeira foto do filme e o ator esta em perfeito estado não parece um zumbi igual aos da série walking dead ou dos filmes resident evil.
    Mas como na resenha diz que R é novo nessa vida de zumbi e sua transformação é recente isso já explica bastante coisa.Gstei da resenha acho que vou dá uma chance para esse livro bjs

    ResponderExcluir
  6. Não gosto muito de zumbis mas confesso que a sua resenha me deixou curiosa! Nunca li nenhum livro que mostra o ponto de vista de um zumbi e que além disso ele acaba se apaixonando por uma humana! Interessante. Quero ler.
    Beijos.

    Books e Desenhos

    ResponderExcluir
  7. Não curto muito esse tipo de estória, mais sua resenha ficou ótima que fiquei com um pouco de vontade le o livro
    editora@editorafarol.com.br

    ResponderExcluir
  8. Sempre vi esse livro, mas nunca me dei ao trabalho de ler a sinopse... agora lendo a sua resenha... Tá ai, gostei!

    ResponderExcluir
  9. Eu vou querer ler! Tipo, nunca me imaginei lendo um livro de zumbis, mas é sério. E sabe por que eu quero? PORQUE PARECE QUE VAI TER FILME! HAHAHAHAHA Dizem que vai ser o Crepúsculo dos zumbis! Como que eu PODERIA perder isso?
    Estou louca para saber o final!

    Beeijo!

    ResponderExcluir
  10. Uia, sou louka por estórias de Zumbis!!!
    Sangue pra tudo que é lado, correria de doido, armas improvisadas e estratégias inimagináveis!!!
    Mas to achando que "Sangue Quente" passa longe disso tudo, né?
    Rsrsrs
    Não tem problema, agora o quero mais ainda, pelo simples fato de ser diferente!
    Amei a resenha!!!

    ResponderExcluir
  11. tenho medo de zumbis T.T
    Minha amiga comprou o livro, talvez eu pegue para ler, mas tenho que controlar meu pânico em relação a mortos-vivos. Alto grau de medo, me zuavam muito falando "céeeeerebro, céeeeeeeerebro" por causa desse tipo de coisa. Mas gostei muito da sua resenha, me fez criar certa curiosidade em relação ao livro

    ResponderExcluir
  12. Verdade que o esse livro é bom? Já tinha lido a sinopse, mas confesso que achei meio estranho... Um Zumbi (que geralmente não são tão atrativos) apaixonado por uma jovem...
    Não sei se estou errada, mas eu tenho a impressão que esse livro soa 'quase' igual a um filme que adoro, antigoooo... "Edward Mãos-de-Tesoura" (Ok! eu sei que Edward não um zumbi, mas...)hahahah
    Fiquei curiosa com esse livro, mas para saber o final... (Agora quero que alguém me conte! rs.)
    Adorei a resenha!

    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Todas as resenhas que eu li desse livro foram positivas! Estou doida para ler! *-* Eu adoro histórias assim, então imagina como eu estou.. hahaha. Parabéns pela resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Sempre quis ler esse livro. Mas sei lá, ainda não tive a oportunidade.
    Acho essa coisa de zumbi bem ultrapassada e tenho vontade de ler, claro. No entanto, quero lê-lo.

    Beijos, Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  15. Até tenho vontade de ler este livro, mas eu perdi aquela promoção ótima do submarino e nem sei mais quanto está o preço dele agora. Só vou comprar quando baixar de novo ;D

    ResponderExcluir
  16. Eu tinha visto no Omelete, sobre o filme desse livro. E, a verdade é, eu fiquei meio com pé atrás. Mas tinha uma menina nos comentários defendendo o livro ARDUAMENTE, dai eu fiquei: 'hm, talvez não seja tão ruim'. Mas o problema é que eu só conheço zumbis tipo Resident Evil, e eles não tem sentimentos, são só resultado de uns estímulos que o vírus produz neles. Ai eu fiquei pensando 'Mas como um zumbi pode ter sentimentos'. Só que, não sei como eles explicam os zumbis NESSE livro, então talvez, até faça sentido. Sei lá, é ler para ver, né?

    Beijos
    Cah Lacerda
    The Review Kingdom

    ResponderExcluir
  17. Oi Lari!
    Diferente de vc, eu amei 100% do livro. A editora me enviou logo que lançou e comecei a ler sem esperanças de gostar. Acho que foi a surpresa de ler uma história tão cheia de passagens lindas e repletas de reflexões. Eu simplesmente amei!!
    Mas confesso que não vejo semelhança alguma com Crepusculo. Só por ter romance? Quase todo YA contem esse elemento. Mas enfim...vão acabar estragando tudo no cinema. kkkk
    BJs

    ResponderExcluir
  18. Wow! Adorei sua dica. Nunca leria este livro... Não sou fã de zumbis, mas... Depois desta sua resenha, começo a reconsiderar. Vou por o livro na lista de desajados!

    Bjo.

    ResponderExcluir
  19. Oiie...
    Muito bom esse livro, eu lir ele e me apaixonei na hora pelo 'R' rs . Mais no começo não achei que ia gosta dele tipo "um zumbis se apaixona ?" mais me surpreendeu, então vale muita a pena ler Sangue Quente.

    Beeijo

    ResponderExcluir
  20. Um zumbi apaixonado é algo que com certeza chama a atenção!
    Confesso que também não fiquei super curiosa à primeira vista, mas sua resenha ajudou a mudar isso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Fiquei super interessada em ler esse livro qd vi uma resenha no blog Lendo nas Entrelinhas. Eu adoro zumbis e fiquei super curiosa em saber como seria retratado esse romance. Comprei ele e está na pilha de leitura esperando para ser lido. Adorei sua resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Sou doida para ler esse livro! Comprei, emprestei e eu msm até hoje não consegui parar para lê-lo =/

    Cada resenha que leio, é mais vontade que se acumula...


    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  23. Aii, confesso que não conhecia o livro e também, quando comecei a ler a sinopse falei: eca! Mais um livro sobrenatural, eu não aguento!
    Então pulei para sua resenha e fiquei com a boca aberta...
    Parece ser muito interessante mesmo! E tem romance? Tipo, awwwn. Fiquei bem curiosa em relação à ele, visto que até hoje não li nada de zumbis! rs'

    Beijinhos, Amanda Cristina.
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  24. Eu comprei o livro na Bienal também! Mas não apenas porque o preço estava bom >< heheh um amigo já havia me indicado o livro como sendo perfeito =D

    ResponderExcluir
  25. Nossa essa resenha ficou bem legal, diferente, tipo a gente parece que sabe mais ou menos como tudo é, e fica enlouquecida para ler!
    Nao curto zumbis, por isso ainda nao me animei a ler lvros que falem sobre eles, mas ja to começando a me interessar, e esse livro é um da minha lista!

    ResponderExcluir
  26. Eu li sua resenha pelo feed e só agora vim comentar, Lari! XD

    Não consigo pensar na ideia de zumbi apaixonado...a 'mitologia', vamos dizer assim, é que zumbi n tem consciência do q está fazendo....acabo que tenho esse preconceito. Sua resenha é uma das poucas positivas que leio, rsrs

    Beijos
    Lygia
    Brincando com Livros

    ResponderExcluir
  27. Ah eu quero ler, quero saber como uma humana vai aceitar um zumbi assim, espero gostar como você e fiquei curiosa para saber o final.

    ResponderExcluir
  28. Participando da promoção pra ganhar o livro (:

    ResponderExcluir
  29. É interessante dentro da linha do fanbtástico.
    Acredito que os adolescentes vão adorá-lo.
    Parabéns pela iniciativa do Site.
    Adelson Sobrinho

    ResponderExcluir
  30. Deve ser interessante o romance de um zumbi e uma humana... Você me fez com sua resenha ficar curiosa a respeito do livro e agora eu quero.

    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  31. Adoro esse tipo de leitura.
    E que bom que o zumbi não se apaixonar de forma toda melosa, chega uma hora que cansa rs

    Beijoos

    ResponderExcluir
  32. O livro parece ser incrível apenas pela resenha. Pela capa pensei que seria outro assunto, mas quando li a resenha e vi o tema abordado no livro fiquei super entusiasmada para ler.
    É uma ótima resenha e um ótimo livro.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  33. Que legal! Eu também adorei a capa, e pensava que se tratava de outro assunto... Nunca li um livro sobre zumbis, e isso me deixa entusiasmada !
    Também gostei que o romance dele não é do tipo meloso...
    Parabéns pela resenha.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  34. Já esse livro, é mtmtmtmtmt PERFEITO, adorei a historia, e gostaria de uma continuaçõa, pq pra mim, ficou faltando algo final !!
    Amoo R. haha'

    ResponderExcluir
  35. Achei a narrativa simples pra uma história interessante,mas valeu a leitura

    ResponderExcluir
  36. Hum não sei não, pensar em zumbis se apaixonando? Digamos que tenho certos preconceitos com histórias em que personagens que tem o extinto de comer pessoas acabam fazendo exatamente o contrário. Prefiro ler um história de terror que te gele até a espinha do que uma em que a mocinha se apaixona por algo que pode mata-lá.

    ResponderExcluir