='cap-left'/>

Darien Gee - O pão da amizade



Pequenos gestos que tudo podem mudar... A pequena cidade de Avalon é a prova disto acontecendo.

Receita do Pão da Amizade, dez dias de carinho... No décimo dia “guarde um dos sacos com você e dê os outros sacos para três amigos, junto com a receita.”

Quando Julia Evarts recebe em sua casa um pequeno saco hermético de massa com a receita do Pão da Amizade, não poderia imaginar que depois de um tempo toda cidade passaria a assar e cultivar a tradição do Pão.

E nem que isso faria com que seu coração fosse pouco a pouco sendo curado. Há cinco anos havia perdido seu filho mais velho de dez anos... Depois disso, seu casamento havia entrado em “ponto morto”, havia se afastado de seus pais e de sua irmã, a pessoa que antes era sua melhor amiga. A única coisa que ainda a fazia sair do estado de torpor era Gracie, sua filhinha de cinco anos de idade. 

Por acaso e em um impulso, ofereceu a massa do pão para Hannah e Madeline. Neste momento uma grande amizade começa a ser forjada entre as três mulheres, que fará com que as três possam lidar com seus dramas particulares.

Madeline estava há pouco na cidade e havia aberto uma casa de chá, viúva há muitos anos, não tinha ninguém próximo a si. Já Hannah estava passando por uma profunda crise pessoal, seu marido havia acabado de sair de casa e pedido divórcio. Ela que sempre  fora tão certinha, começando pelos cabelos impecavelmente lisos, estava perdida. Era uma violoncelista de grande sucesso, que começou bem pequenina, com a tenra idade de três anos, mas teve que se aposentar antes mesmo dos trinta por uma fatura nas costas. 

Eddie era uma jornalista que via na história dos pães um furo de reportagem. Na verdade, ela queria que surgisse alguma coisa para alavancar sua carreira. Namorando há anos com  Richard, o atual médico da cidade,  estava com medo de ficar estagnada na pequena cidade de Avalon.

A vida de várias mulheres sendo delineadas ao sabor do Pão da Amizade... Histórias de mulheres que descobrirão que uma amizade verdadeira muito significa.

Livros que são singelos, mas ao mesmo tempo, tão complexos por se tratar do emaranhado de emoções que perfazem a alma humana são, sem sombra de dúvidas, os que mais prefiro.
Então, não é nenhuma surpresa o fato de ter adorado tanto o livro O pão da Amizade. 

Apesar de achar que o casal – que creio ser o principal – deveria ter tido um pouco mais de enfoque, terminando o livro com a sensação de que seus dramas poderiam ter sido bem mais aproveitados; o livro é muito interessante.

“O pão da amizade é a retratação viva e carinhosa de amigos, uma janela aberta para as complexidades da amizade em si. Darien Gee escreve com grande ternura, sabedoria e profunda perspicácia sobre suas personagens”.  — Luanne Rice, autora de “Um verão perfeito”

(Confesso que até tive certa vontade de ir para a cozinha fazer o dito pão. Mas, voltei à realidade, com meus talentos culinários – nenhum – não há o que fazer...)

Ainda, tenho que destacar que este livro muito me lembrou de O bom tricô da Debbie Macomber, apesar que naquele o enfoque era somente em quatro mulheres, este recai sobre Avalon, ambos os livros são emocionantes por demais.

Talvez não tenha conseguido passar todo o sentimento que me afligiu ao ler o livro, temo que o enredo possa parecer banal perto de sua complexidade e profundidade. Então, finalizo com a certeza de que você, apesar de que possa não crer ao ler minha resenha, adorará este livro. 

Comentários
29 Comentários

29 comentários:

  1. Oi Lari!
    O Pão da Amizade parece ser um livro maravilhoso. A sua resenha me deixou com bastante vontade de ler sim. Adoro livros que tratam de sentimentos tão fortes. O fato de a história ser dividida desse jeito me lembra muito os livros da Marian Keyes!
    Acho que também vou ficar com vontade de fazer o pão quando terminar a leitura!rs
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei!
    Gostei tanto que ganhei premio com a melhor resenha do livro no concurso, vc sabe né?
    O livro prende por ser tao singelo uma história de muitas vidas unidas pela feiçao de um simples pao.Gracinha sua resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lari. Tudo certo?
    Então, não conhecia o livro, mas gostei bastante de sua resenha e fiquei tentada. Quero ler assim que possível.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari,ainda não li este livro, mas sei que vou adorar lê-lo. Mas esta sua resenha me deixou louca para ler logo. Mas vou ter que esperar, pois alél de tão ter o livro, também estou sem tempo. Bem, mas este livro é um dos que iria adorar ler. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Lari.
    Pensei que essa história fosse de outro jeito, mais pensei errado.
    Super fofo :DD

    Beijos :*
    Natalia - http://www.musicaselivros.blogspot.com/
    Espero você por lá.

    ResponderExcluir
  6. Oii Lari!
    HAHAHA Ri muito quando vc falou sobre seus talentos culinários! :P
    A capa do livro é bem enganadora, nunca iria pensar que esse livro tinha tanta profundidade como vc disse, nem iria adivinhar sobre o que se tratava!
    Gostei da sua resenha!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Parece ser muito bom, fiquei curiosa... engraçado que se não fosse pela sua resenha, esse seria um livro que eu não daria bola...
    Agora eu quero!!

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  8. Fiquei muito curiosa quanto ao livro, apesar que nunca pensaria nessa história através da capa. Meus talentos culinários também não são muito bom, só sei fazer brigadeiro! :D
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela resenha Lariane! Estou ansiosa para ler O Pão da Amizade! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é a coisa mais fofa. Eu amei lê-lo, to criando coragem pra fazer o pão desde junho... aushauhsuahs

    Beijos!
    Nayá - I Have Things To Do

    ResponderExcluir
  11. Oi Lari.
    Esse livro deve ser maravilhoso!
    E você conseguiu traspassar sim o que sentiu ao lê-lo na sua resenha e foi isso que me deixou mais curiosa! Uh mais um para lista de desejados...
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ei Lari,

    Tenho muita vontade de ler este livro, ainda não tenho em casa mas fico curiosa pq as resenhas são sempre muito positivas.
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Hey Lariii,
    adorei a resenha! O livro parece lindo...
    Acho que preciso fazer esse pao tambem, ainda bem que cozinho melhor que voce! Rá

    Beijos
    Gabi - Romances e Leituras

    ResponderExcluir
  14. Nunca li este livro
    Mas achei essa resenha linda
    Um livro bem bonito

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Lari, eu amei esse livro também. Acho que nada resume melhor o sentimento que o livro traz do que essa sua frase:
    "Livros que são singelos, mas ao mesmo tempo, tão complexos por se tratar do emaranhado de emoções que perfazem a alma humana são, sem sombra de dúvidas, os que mais prefiro."

    Ótima resenha e acho que foi tão simples e bela quanto o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Ah, só pra constar, já pensei em fazer o dito pão também. Mas já viu a trabalheira que dá, segundo a receita?

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. gostei da resenha, o livro parece ser bem lgl, daqles bem levinhos mas que passam uma mensagem mto importante =]

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  18. Lari, li esse livro para o concurso que a editora fez, não ganhei mais amei o livro. Ele é muito lindo, singelo e mostra que com a união a gente consegue várias coisas.
    Tb fiquei morrendo de vontade de fazer o pão...quem sabe um dia eu faço hehehe
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Ahhh!

    Eu li esse livro, é muito fofo! Na verdade, eu devorei a história \o/

    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Esse livro parece ser muito bom!!!! A cada resenha que eu leio, minha vontade de conferi-lo aumenta!

    Beijos,
    Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  21. Pensei nesse livro pro Desafio Literário, mas acabei lendo um que eu já tinha. Parece bem legal, gosto de livros assim, que mostram como as amizades são importantes. Também não tenho nenhum talento culinário (a menos que você chame de talento fazer miojo e assar pão de queijo congelado).

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. A história parece ser boa e cheia de comida. kkkkkkk. Gostei da resenha e deu uma louca vontade de saber o que esse pão tem. Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi Lari, essa capa ja eh atrativo suficiente, linda demais. A historia parece ser super linda, delicado. Sou louca pra le-lo.

    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  24. ola lariane.
    a capa do livro é muito fofa e...saborosa hihihih
    Gostei demais da resenha! com um título destes eu ja esperava que o livro desse mais enfoque nas relações humanas. Sou como você e também gosto de livros que não economizam para falar de sentimentos hiihihi
    Abraços, Malice

    ResponderExcluir
  25. Oii!! Que capa mais linda deste livro..ameiiii!!! Já listei no meu skoob como quero ler. Sua resenha, muito bem escrita por sinal, me deixou com mais vontade de ler este livro o mais rápido possível!!!

    Beijinhos :D

    Paula,

    http://tribooks.blogspot.com

    @Tri_Books

    ResponderExcluir
  26. Lari, eu fiquei ainda mais curiosa com esse livro! Confesso que as primeiras vezes que o vi, achei que se tratava de algo relacionado à auto-ajuda, mas depois vi que não era!
    Sem contar que deve ser bem legal se arriscar a fazer uma receita que vem no livro! Eu sou uma NEGAÇÃO na cozinha, mas tenho muita vontade de dar um tapa na cara da minha falta de jeito e acabar me revelando uma grande cozinheira! HAHAHAHA

    Adorei a resenha!
    Beeijo!;3

    ResponderExcluir
  27. Ah, confesso que até o momento não li muitas resenha sobre esse livro. Na verdade O Pão da Amizade havia me chamado atenção simplesmente pela capa, porém sua critica me deixou bem curiosa em relação a história.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  28. Oi, Lari!

    Esse livro é realmente maravilhoso e é difícil transmitir tudo o que ele desperta na gente. Só lendo pra saber! rsrs

    beijoO

    ResponderExcluir
  29. Ai, Lari, estou doida para ler este livro! Adorei a resenha.

    Bjs

    Laura
    Gatos na Biblioteca

    ResponderExcluir