='cap-left'/>

Rafaela Guimarães - Cordas Rompidas



Lizzie estava totalmente perdida em meio às trevas. Há alguns anos havia perdido o namorado e vários amigos em um trágico acidente de carro.

Ante tal fato, a jovem se fechou para o mundo. Ficou reclusa em sua própria mente, sofrendo pela perda da pessoa querida e amada, seu primeiro e único amor Brad.

Gregory iria se mudar para o campus universitário. Mas, para sua surpresa, por erro de gerência, o colocaram junto com Lizzie! Ora, dividir o quarto com uma garota? Onde fica intimidade?

A princípio foi constrangedor, contudo, pouco a pouco começaram a se tornar grandes amigos, que ocultavam uma enorme atração física.  Greg começa a ajudá-la a superar os trágicos acontecimentos passados, fazendo com que ela sai do casulo no qual estava.

Até que pouco a pouco a amizade foi dando lugar ao amor... Um amor forte e verdadeiro que encontrará várias barreiras até encontrarem o final feliz.

Eu comecei o livro o amando. Achei que seria um excelente livro, principalmente pelo enredo que me cativou. Contudo, por ser o primeiro livro da autora, ela precisa desenvolver mais alguns pontos.

Talvez seja uma opinião só que eu venha a ter, mas a Rafaela Guimarães apesar de conseguir fazer com que o texto não esfriasse, não o aprofundou de tal modo que houvesse uma empatia maior e maiores emoções sendo trazidas à tona para que o leitor possa vir a se deliciar.

Além disso, como negativo, ressaltou um pouco da fragilidade da trama que foi sucedendo, algumas situações parecem forçadas, deveriam ter se desenvolvido mais. Novamente atribuo à falta de experiências vividas pela autora.  Não que eu tenha muito experiência de vida, mas são coisas claras que deveriam ter um enfoque maior. Como exemplo, sem querer dar spoiller, posso citar que Greg fez uma burrada enorme e Lizzie nem ao menos cogitou não perdoá-lo, somente em nome do grande amor aceitou tê-lo de volta em sua vida.

Além disso, qual o problema com tramas que se passam aqui? Por que fazer uma trama nos EUA, quando que pelo enredo facilmente poderia aqui se passar?

Apesar das críticas acima, por favor não pensem que eu desgostei do livro. Eu li ele vorazmente, querendo saber mais sobre o lindo e profundo amor que foi desenvolvido pelos protagonistas. Mas, fiquei com a sensação de que a autora pode mais, de que ela pode crescer e fazer com que seus próximos livros sejam ainda melhores. Sabe quando você nota que há potencial?

Como positivo, saliento que adorei como a narrativa fluiu, com os pensamentos sucessivos de Greg e Lizzie.

Parabenizo Rafaela pelo livro, mas espero que os próximos superem os problemas aqui elencados...







Comentários
24 Comentários

24 comentários:

  1. Tb não entendo qual o problemas de ter mais histórias q se passem aqui na nossa realidade... O livro parece interessante, com tantas outras leituras, deixo esta passar... rs.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. fiquei super com vontade de ler *-*

    ResponderExcluir
  3. Sempre procuro ler livros nacionais e apoiar a literatura brasileira. Acho uma pena a autora não ter feito do Brasil o cenário para a história.

    Bjinho,
    pirigueteliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari!!
    Adorei o fato de vc ressalta que a história ´boa mas poderia ser melhor. Acredito que como em qualquer profissão a experiência vai aumentando com o tempo. Espero que a autora aceite as dics e se aprimore ainda mais. Fiquei interessada em conhece o estilo dela. bjs

    ResponderExcluir
  5. Lari, eu também não curto muito quando uma trama se passa no exterior sem a menor necessidade... acho isso meio estranho...

    O livro parece ser bem interessante, apesar dos pontos negativos que você citou!

    Beijos,
    Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
  6. OI Lari!

    Eu não conhecia o livro. Apesar de não ter lido, entendo suas críticas. Sei como é a sensação de "está faltando alguma coisa". O bom é que a sendo uma nova autora, ela ainda tem mto tempo para mostrar do que é capaz, né.

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Por que fazer uma história que se passa nos EUA? Sério, eu amo literatura brasileira, mas ando meio cansada desses livros daqui que se passam em outros países!
    Realmente o livro parece ser bem legal, mas sei lá =s
    Deixou a desejar no quesito "ocorre nos EUA", é.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Bom Lari eu também não entendo porque alguns autores nacionais optam por fazer histórias passadas no exterior,já li muitas que se passam no Brasil e as acho até mais interessantes, pois o leitor parece conseguir se envolver melhor quando estas são vividas em seu país,não que eu só me interesse por livros deste modo, ao contrário já li muitos que são bem elaborados, onde o leitor não tem nenhum desconforto a esse respeito.
    Quanto ao livro,não me despertou a atenção.
    Beijos.
    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Lari!

    Entendi sua opinião, e acredito que nos próximos, estarão perfeitos \o/

    Anotada a dica!

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Lari! :)

    O livro parece interessante, mas ao mesmo tempo me pareceu comum... Não sei, falta alguma coisa nele que chame a atenção e que me deixe tentada a ler. Estou em uma fase em que procuro livros que me toquem verdadeiramente, estou um pouco cansada de livros "normais" que não mexem com a gente de verdade, sabe? rs.
    Também não entendo porque não escrevem as história com um cenário aqui no Brasil mesmo.

    Beijos,
    Amanda
    Lendo&Comentando
    ^_^

    ResponderExcluir
  11. Oi Lari, adorei sua resenha. Não li este livro, mas imagino sobre o que você se refere. Mas pode ter certeza, nós, enquanto leitoras vorazes, adaptadas a analisar e resenhar livros de todos os tipos , todos os dias, conhecemos bem os pontos fracos ( digamos assim ) de uma obra literária.
    Adorei, beijos

    ResponderExcluir
  12. Devo ler em breve esse livro e foi a primeira resenha que li dele =D
    Gostei da sua opinião sincera, tb acho que às vezes nossas próprias experiências de vida ajudam na hora de escrever. Mas estou bem ansiosa pra conferir a história!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  13. Oie Lari!

    O livro parece ser realmente muito bom. Mesmo com as falhas que você descreveu, a gente acaba dando um desconto por ser o primeiro livro da autora.

    Gostei muito da sua resenha! Vou anotar aqui para quando a minha lista de leitura desafogar um pouco em possa ler ele.

    bjus
    ;**

    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  14. Oi Lari,
    Achei a premissa dele bem interessante, que pena que não alcança o potencial.
    E também sou a favor de livros nacionais que se passam no Brasil!
    Beijos

    Cacá
    *Meus Discos e Livros e Tudo o Mais*

    ResponderExcluir
  15. Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro! Vi a capa e estranhei um pouco, porque os contornos me fizeram pensar que seria algo meio fantasioso ou até mesmo infantil, mas depois de ler a sinopse, fiquei bem empolgada!
    Espero que os próximos livros dela sejam um pouco mais profundos, né? mas acho que, mesmo com os problemas elencados, ele vai para a minha lista! Fiquei muito curiosa! \o/

    Adorei a resenha, Lari!
    Beeijo! ;3

    ResponderExcluir
  16. Bem nem todo livro sai perfeito, mas pelo menos a trama foi boa e com o tempo tudo melhora. E adorei a resenha e quero pelo menos ler o livro.

    ResponderExcluir
  17. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas a estória realmente parece boa. Fiquei muito curiosa por lê-lo. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Nayá - I Have Things To Do

    ResponderExcluir
  18. Oi lari,
    Não conhecia esse titulo sabe que adoro um chick lit e este parece ter um quê disso ne...enfim sobre os pontos que tu salientou talvez por ser o primeiro livro da autora faltou alguma coisa mesmo mas pela história em si parece ser interessante afinal eu adoro um bom romance.
    Bjkss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa

    ResponderExcluir
  19. As pessoas costumam ter uma tara pelos estados unidos, Realmente deveríamos ter mais amor ao nosso Brasil não é mesmo?
    DE qualquer modo, o livro parece legal! Gosto de romances-romanticos... e acho que como primeiro romance está bem!

    É a primeira vez que passo por teu blog! Devo dizer que adorei! Se quiser visitar o meu também! Estou prestes a publicar um livro também!
    Um abraço!

    vanessaorgelio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Amei e quero muito ler esse livro.Por ser o primeiro achei muitooo bom.E quanto a história se passar nos E.U.A, escrevemos histórias de outros países, pois como temos que pesquisar muito, conhecemos e viajamos também por lugares diferentes e nada melhor que nos livros.Não sei, essa é minha opinião.Eu por exemplo estou escrevendo um que se passa na Irlanda no século 4 a.C, e estou fascinada com a época, a história e o país.Parabéns Rafaela eu vou ler seu livro com certeza.Beijinhos.

    ResponderExcluir
  21. Amei e quero muito ler esse livro.Por ser o primeiro achei muitooo bom.E quanto a história se passar nos E.U.A, escrevemos histórias de outros países, pois como temos que pesquisar muito, conhecemos e viajamos também por lugares diferentes e nada melhor que nos livros.Não sei, essa é minha opinião.Eu por exemplo estou escrevendo um que se passa na Irlanda no século 4 a.C, e estou fascinada com a época, a história e o país.Parabéns Rafaela eu vou ler seu livro com certeza.Beijinhos.

    ResponderExcluir
  22. Eu querooo muito ler esse livro.E vou( rsss).Achei bem bacana, e quanto a escrevermos sobre outros países, é que pelo tema em si temos que pesquisar muito e então viajamos para outros lugares e épocas.Eu por exemplo estou escrevendo um livro que se passa na Irlanda no século 4 a. C e estou fascinada pelos costumes, comidas e pela época. Apaixonadíssima. Então Parabéns Rafaela e sucesso...Beijinhos.

    ResponderExcluir
  23. O livro parece-me ser muito bom e o fato da trama ser aqui, no nosso ambiente, dá ainda um gosto melho. Também não entendo porque toda trama tem que ser em lugares que não conhecemos, em país que não é o nosso.

    ResponderExcluir
  24. Gostei da história e achei a capa bem bonita. Apesar dos "defeitinhos" fiquei interessada em ler e achei o livro bem interessante.

    ResponderExcluir