='cap-left'/>

Christine Feehan: Príncipe Sombrio

O livro de minha resenha de hoje é Príncipe Sombrio – Christine Feehan, o primeiro da extensa série “Os Cárpatos”, que já acompanho há anos através da leitura de traduções de fãs, de comunidades e afins. Foram muitos anos aguardando a publicação no Brasil, e eis que ela chega pela Universo dos Livros, a mesma editora que também vem publicando fielmente a série “A Irmandade da Adaga Negra”. A esperança é que a série continue sendo publicada com o mesmo entusiasmo, pois é composta, até o presente momento, 21 livros e algumas promessas pendentes.
Literatura sobrenatural romântica e erótica, dedicada ao publico feminino. Sim, nós endoidamos com esses Cárpatos, como não poderia deixar de ser!

Príncipe Sombrio
Christine Feehan
Os Cárpatos , volume 1

Os Cárpatos constituem uma espécie ancestral em extinção, poderosas criaturas da terra. Não é fácil denominá-los vampiros, porque eles não o são, ainda que nossa concepção da alimentação com sangue, incapacidade de suportar luz solar, força, agilidade, longevidade e habilidade de transmutação em animais, façam com que os taxemos assim. Cárpatos são homens, vampiros são os monstros em que eles se tornam caso não encontrem sua companheira... Isso pode ser trágico, mas é tãooooooo lindo! Eles ‘necessitam’ de suas mulheres, suas companheiras, e não relutam ao fato como é praticamente unanimidade entre ouros livros do gênero. Pelo contrário, a busca por encontrá-las é constante, pois na maturidade os machos perdem a capacidade qualquer cor além do cinza sem graça, assim como perdem emoções e sentimentos. Apenas uma verdadeira parceira, uma específica companheira, é a única chance de salvação da danação eterna, e quem pode devolver os sentimentos e a visão das cores aos machos.
Em Príncipe Sombrio encontramos Mikhail Dubrinsky neste momento crítico, no limite em que a maioria dos Cárpatos estão: sem companheira, pois mulheres da raça não nascem há séculos, prestes a entregar os pontos e caminhar ao sol à procura da morte. A morte seria preferível a se tornar um monstro, e Mikhail ‘não podia mais suportar’. Quando ‘era o fim’, Mikhail reage o contato de Raven Whitney em seus pensamentos, confortando-o e sua curiosidade faz com que, na forma de pássaro, Mikhail a procure e a conheça. As emoções atordoam-no, e as cores explodem em seus olhos, ao vê-la. Mesmo humana, Raven é sua companheira.

"Raven era mortal, não Cárpato. Não pertencia ao mundo dele. Quando fosse embora, ela levaria a cor e as emoções dele junto. Levaria o ar que ele respirava. Mikhail fechou os olhos para afastar o pensamento. Ele tinha tanto para fazer antes do nascer do sol. Ele queria ficar com ela, abraçá-la, persuadi-la a não deixá-lo, dizer a ela o que estava guardado em seu coração, dizer o que Raven significava para ele, que ela não podia deixá-lo, que ele podia não sobreviver. Ele não sobreviveria."
(Página 93)

Raven é uma telepata e procura as Montanhas dos Cárpatos para descansar, após exaurir-se usando seus poderes na quarta vez em que ajudou a pegar um serial killer. Mikhail pertencia ao Mundo Velho, e a inda era o líder de sua raça, sua palavra como lei e tudo sendo realizado à sua maneira dominante. Mikhail os liga eternamente e marca Raven como sua, mas a necessidade de um pelo outro provoca a rebeldia de sua companheira, pois ele praticamente a seqüestra e Raven tem muita necessidade de liberdade. Mikhail tenta cortejá-la e fazer com que a transição seja a mais suave possível, mesmo com o perigo dos caçadores que os espreita...
Como primeirão de uma ótima série, Príncipe Sombrio é um livro inesquecível.
Os personagens principais, e o mundo Cárpato que aqui começa a se mostrar, são fascinantes. A essência dos romances que compõem a série é a mesma, com machos controladores que, á beira do limite, encontram sua companheira, e precisam cortejá-las para que elas aceitem a união. A autora sempre brinca com isso, pois os homens tem, instintivamente, as palavras ancestrais que podem ligá-los eternamente, e as companheiras geralmente não são nada dóceis como os cárpatos esperam. Em muitos livros, as lutas entre vontades e personalidades são ótimas e memoráveis. Mas, neste ponto, por vezes sou eu quem me rebelo: como as mocinhas podem ser tão relutantes em aceitar esses lindões poderosos que querem apenas protegê-las e cuidar da vida delas acima de sua própria? Que fazem de tudo tudo tudo por elas? (#EuQUERO!) E nem pensem que é forçado, elas caem de amores também, rs.

“Você é a minha companheira. Eu a invoco co mo minha companheira.
Meu lugar é ao seu lado.
Eu ofereço minha vida a você. Eu dou minha proteção a você.
Eu dou a mina lealdade a você.Eu dou meu coração a você.
Eu dou meu corpo a você.
Eu recebo para mim o que é seu.
Sua vida será valorizada por mim para sempre.
Sua vida será colocada acima da minha para sempre.
Você é minha companheira.
Você está ligada a mim para toda eternidade.
Você estará sempre aos meus cuidados.”
Página 117/118

Serei franca: Príncipe Sombrio nem é meu livro preferido, mas é lindo demais e, muito importante, capaz de prender o leitor para a série. É até estranho eu dizer isso, mas quem leu vai entender: em seus vários volumes, Os Cárpatos se ramificam em famílias, retomam o passado tido como ‘lenda’, ao mesmo tempo em que nascem novos personagens, dramas e desafios. Sou especialmente fã de dois gêmeos sombrios, de um trovador muito especial, de irmãos selvagens e, por fim, de um casal que foi apenas “prometido” numa certa reunião sombria...
Recomendo Príncipe Sombrio para quem procura um bom romance e não tem medo de sagas. Espero que confiem em mim quando digo que Os Cárpatos ‘não é somente mais uma série sobrenatural’ – palavra de quem já leu e com certeza vai aguardar as publicações nacionais com a mesma ansiedade com que já espera os novos livros internacionais.
Falando na edição nacional, vocês podem esperar encontrar erros de revisão, mas nada que desmereça o livro... O mais gritante está na sinopse da contra capa, com o sobrenome de Mikhail Dubrinsky escrito Dubrinksy, além de desatenção com alguns pronomes, grafias e conjugações. Mas é melhor publicar com alguns erros do que nunca publicar, e particularmente estou muito feliz porque minha estante ficará completa com todos os livros que eu gosto. A capa está ótima, ainda que eu seja da opinião que o modelo escolhido poderia ter o cabelo comprido e usar crucifixo como Mikhail, já que fica mostrando “tudo isso aí” para atiçar as leitoras (risos).

http://1.bp.blogspot.com/_6Sua73Nf8Cw/TGqKiU9LEpI/AAAAAAAAAJ4/JuYUjdazC1s/s1600/assinatura1.png


Sobre os comentários que estão à solta no twitter sobre a resenha de hoje: o blog NÃO omitiu que há erros, somente que não desmerecem o livro.
Simples, não é preciso muita interpretação para saber que, se há erros, tem de CORRIGIR.

Mas o livro é bom? SIM___ Merece ser lido? SIM ____ A autora é boa? SIM __ A série é boa? SIM
Seria melhor uma edição sem erros? Quanto a isso, não há discussão.
Comentários
40 Comentários

40 comentários:

  1. Oi Sa,

    Devo discordar dos erros, são gritantes sim.

    Começando por dizerem que é a tradução de DARK PRINCE e não é. Essa é a versão comemorativa chamada "Dark Prince: Author's Cut Special Edition", na qual há um acréscimo de cerca de 100 páginas inéditas (UM TERÇO do livro), trechos novos inseridos dentro da narrativa antiga.

    Resumindo: tudo que a autora tirou na sua revisão e na da editora em 1999, as abobrinhas, as repetições, eles resolveram colocar nesta edição que é especial para fãs. Aliás, eu iria mais fundo e diria que é somente para fãs. O original era muito mais enxuto, muito mais ágil. Eu que gosto dos livros achei maçante, avalia quem nunca leu.

    Outro problema que truncou o texto foi a questão da revisão e a tradução. Há trocas de personagens, palavras que não existiam nem na versão especial colocadas na narrativa, muitos erros de revisão que associados fizeram o texto não "descer redondo". Alguns blogs fizeram as suas resenhas lendo a versão original e achamos, em conjunto, muitos erros. Erros que alteraram a interpretação do texto.

    Vou dar somente dois exemplos:

    Página 432, linha 30 - O original “I am sorry for what Alexander did to you. He is mad with anger and fear for us” virou "Sinto muito pelo que André fez com você. Ele está louco de fúria e medo por nós". André é outro personagem, o vilão cruel, uma pessoa que nunca teria "medo por nós". O leitor mais desatento vai ficar com a sensação de que a autora só pode ter bebido ao escrever algo assim. Só que ela não o fez. Mas o pior vem a seguir.

    Página 435, linha 10 - "Mikhail se agarrou ao marido e conseguiu conter um grito enfiando a mão na boca". Não sei se rio ou se choro. O que vocês achariam dessa frase? Mikhail, o macho alfa dominante, se agarrando a um marido? O texto original é "Monique clutched her husband and managed to stifle a scream by jamming a fist in her mouth."

    Li a resenha do In Death e lá descobri que ela conversou com a editora. Eles disseram que a equipe foi mudada e depois farão uma outra edição consertando essas questões.

    Vou colar aqui o texto da In Death:

    Segundo a Universo, mudaram algumas coisas na equipe de revisão e produção e vão fazer uma nova adaptação para “Príncipe Sombrio”.
    O que ainda não deu tempo de perguntar é se quem já tem a versão com problemas terá alguma possibilidade de troca ou de desconto na próxima versão.
    Prometo que vou ser bem cara de pau e vou perguntar e, assim que me derem uma resposta, faço um post aqui avisando.


    bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tonks.
      Muito obrigada pela sua opinião, pertinente e certa como sempre.

      Será que a primeira vez que eu li o livro, uns 4 anos atrás foi esta mesma edição pra fãs? Porque não me recordo de muitas modificações, e todos os livros carpatos costumavam ser bem extensos.

      Bem, dei minha opinião e a mantenho. Seria o paraíso se todas as editoras do mundo publicassem seus livros perfeitos, sem qualquer erro, mas sabemos que não é assim, enquanto houver humanos por detrás das máquinas. Ainda acredito que os erros não desmerecem o livro. Como fã da autora, estou feliz por poder ter minha versão em português – e física – do livro. Não sou do tipo de leitora que se preocupa com cada errinho, caso contrário nunca leria ebooks (sem desmerecê-los, há traduções absolutamente perfeitas) nem aproveitaria a leitura. Creio que o mesmo ocorre com a maioria dos leitores mais experientes, que aprendem, por necessidade ou prática, a ler no contexto.

      Saber que poderá haver uma segunda edição revisada é bom. Quando sair, indicarei para os leitores, mas eu não vou comprar novamente, pois prefiro guardar a verba, que já está curta, para a sequencia, rs.

      Bjusssss

      Excluir
    2. Não, você leu a versão original da primeira vez.

      Eu também li há 4 anos e está bem diferente. Se lembra do juramento? A versão "Dark Prince: Author's Cut Special Edition" saiu ano passado. Eu tenho aqui em casa, se você quiser te empresto para comparar. Há outras trocas de personagens e outros erros que alteraram a interpretação do texto. Deram 3 páginas do Word no total. Você não deve ter percebido, pois já conhecia a história, mas quem nunca leu ficou confuso.

      bjokas

      Excluir
  2. Eu tenho interesse em ler esse livro, porém não vou gastar o meu $ com um livro com essa revisão e a tradução. Quem sabe um 2ª edicção eu me animo.

    Beijos
    Lu - Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  3. Olá, meninas!
    Eu recebei este livro da Universo dos Livros e mal vejo a hora de poder conferir de perto a história. Tenho visto comentários bem positivos pela blogosfera e sua resenha agora só me deixou ainda mais animada. Tudo indica que se trata de mais um livro sobrenatural que vou adorar!
    Bom findi.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  4. Uau, segunda resenha desse livro que leio hoje e bom... já estou completamente fascinada! Quero muito ler. Mas poxa, 21 livros? Caraca, assim eu vou à falência. Tenho que ver com meus próprios olhos se vale mesmo a pena.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Não vou falar dos erros, porque não tenho exemplar e não li para saber, eu já li outro livro dessa editora que veio com vários erros (se eu morrer antes de você) porém nada que atrapalhe tanto a leitura, só é meio chato pagar um valor em algo que não foi bem revisado, mas quem sabe nas próximas edições eles melhorem.
    Agora sobre a série, confesso que não chama minha atenção, porque são muitos livros, e eu estou correndo de séries com mais de 12 livros, porque sei que quando ler o primeiro vou querer todos...rs
    Mas a sua resenha está ótima, e deu uma boa dimensão do que se trata o livro, que até hoje eu não sabia.
    bjos

    Jack do @Mybooklit

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Os erros são terríveis, é uma pena, mas eu já estava preparada quando comecei a ler, porque li a resenha da Tonks Romances in Pink e já fiquei esperta, por isso, eu acredito, não comprometei a minha leitura, eu consegui entender tudo direitinho e eu achei a história linda, com certeza vou seguir esta série!
    Quero um CÁRPATO para mim! hehehe
    Beijos,
    @PatriciaADavis

    ResponderExcluir
  7. Ei meninas,

    Vou ler em breve, finalmente o meu chegou.
    Estou com medo de tantas reclamações sobre a edição, espero gostar. ^^

    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi Sabrina, li esse livro e adorei! Vi algumas críticas mas como vc mesma falou não é preciso desmerecer um livro por causa de erros de revisão, no final das contas a história é boa, pra quem nunca leu acho que não tem nada de tão impactante assim...se puder conferir minha resenha sobre ele eu agradeço já que sua opnião é bem parecida com a minha...

    Beijos
    Amanda

    ResponderExcluir
  9. Ah, não sei se posso ler, haha. Posso ler, mas não é apropriado, rs.
    Quem sabe eu leia, se um dia encontrar ele baratinho...

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  10. Muita gente fica no meio termo nesse livro, não é bom, nem ruim. Provavelmente não lerei o livro já que, apesar de curtir um bom romance, tenho medo de sagas kkk'.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  11. Sabrina, li e resenhei essa semana no meu blog. Adorei o livro e como vc disse mesmo com os erros o livro é bom. Claro que achei um pouco maçante no começo mais depois foi melhorando e amei muito e quero conhecer todos da série.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Hey Sa,

    ainda não li essa edição da Universo então não tenho como falar sobre os erros.
    (Será minha próxima leitura. Prometo que volto aqui para dizer o que achei)
    Li 'Os Cárpatos' naquele formato que não pode ser pronunciado e amei! Uma das melhores séries do gênero e entrou para a lista de 'preferidas'.

    Beijoss

    ResponderExcluir
  13. Eu hiperventilo por esse livro rs. Nós recebemos ele pela Universo, mas como está com a May e é ela quem vai ler, nem faço ideia de quando o terei em mãos. Estou quase comprando, viu?

    Há uns 3 anos uma amiga minha me apresentou à série, comentou um pouco sobre a história e até me deu os links dos e-books pra baixar. Eu, como uma boa anta, não dei atenção alguma. Agora fico aqui, me descabelando pra poder ler *o*

    Adorei a resenha, gostei de saber que apesar de ser o primeiro, não é seu favorito. Geralmente a gnt se apega mais ao primeiro volume de uma série, né?

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Sá!

    Eu li a edição e posso falar que o começo do livro é bem cansativo, parece que a história não desenrola. Infelizmente está cheio de erros...

    Tomara que eles façam uma nova edição.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla! Obrigada pela visita.
      Quem pena que você achou que a história não desenrola. Talvez não saiba que esta é uma característica da autora para esta série: os casais se encontram, o macho precisa cortejar a companheira (mais focado no romance), depois eles se vinculam pelas palavras ancestrais, e depois tem um pouco mais de ação: assim em praticamente todos os livros da série...
      Ainda que eu não vá comprar novamente, sou a favor de uma nova edição, mas, mesmo com os erros corrigidos, as características serão as mesmas, pois a história não vai mudar.
      Aguarde o segundo e o terceiro livro, e depois me conte o que acha da série no geral, ok? É uma das minhas preferidas, e sempre a defenderei! huauhau
      Bjussss

      Excluir
  15. amei a resenha e vou ler com certeza! estava procurando alguma coisa assim e fiquei feliz de saber que a saga é longa, pq a gente fica tão triste quando acaba, né!? bjss parabens pelo blog!! =D

    ResponderExcluir
  16. Estou com esse livro aqui pra ler mas li tantas resenhas negativas que a minha expectativa diminuiu um pouco :/

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu vou ler o livro, pois já ouvi falar maravilhas da série e tenho muito interesse no tema sobrenatural.
    Sobre os erros, acho que todo mundo já esta cansado de saber que tem, não adianta ficar citando os mesmos erros que todos os outros blogs já comentaram.
    Quem leu a versão anterior como a Ana tem uma visão mais ampla deles (dos erros) e faltas e falhas no tesxto e isso ela já citou na resenha do livro no blogs dela.

    Faby - Blog Adoro Romances de Aracaju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Faby! E ótimo ter você por aqui... lembra que está devendo uma postagem sobre “livro hots” para o Leitura s& Devaneios?? Tô cobrando MESMO huahuauau

      Então, amiga, eu já li todos os livros da série disponíveis em ebook alguns anos atrás, realmente o juramento está diferente e supus que fosse por conta da tradução, mas no mais não achei muita diferença, pois os livros da C.F. costumam ser extensos.
      Agora sei que essa é uma edição especial, com 100 páginas a mais! Nem sei se saber disso foi bom, porque, em outra ocasião, alguns diriam que isso é ótimo, quando é tão comum ver protestos por conta de cortes nas edições nacionais, mas agora que está na íntegra, o pessoal acha maçante. #VaiEntender.
      Não achei qualquer outra troca de personagens além da troca do nome da Monique pelo do Mikhail; ambos começam com M, e quem leu a sequência inteira percebeu o erro na hora. Com relação aos demais erros, citei que estavam presentes, mas não vi necessidade de enumerá-los, quando outros blogs fizeram isso de forma primorosa, como você mesma apontou.

      Como já conhecia a história, para mim, reler foi um verdadeiro deleite. Já gostava de tudo “antes”, então estava condicionada a gostar “agora” também, e não acho justo massacrar o livro, que é ótimo, por causa dos erros.
      Faby, conheço seu gosto especial por romances, então vou aguardar que você leia e volte aqui para dizer o que achou ,ok?
      Bjusssssss

      Excluir
    2. Oi Sabrina!

      Estou ansiosa pelo livro, confesso.
      O que eu vou notar de cara são as mudanças nos personagens e erros ortográficos, mas a questão do original para esse, não. POIS NÃO LI O ORIGINAL.

      E tenho de resenhar o HOTTTTTTT( oh meu Deus!!) esqueci, é tanta coisa nessa cabeça, mas vou escolher aqui e ainda te mando essa semana! kkkkkkkkkk

      Faby - Adoro Romances de Aracaju.

      PS: Realmente amoooooo esse tipo de livro! kkkk

      Excluir
  18. Sabrina,
    Indagações a parte, estou amarela de inveja de vontade de ler este livro. Tem estórias que são tão supremas, que acabamos de relevar os erros. É claro que queremos tudo perfeito, mas não deixemos a magia do romance e da estória em si ser apagada. Vamos ler e pronto. Beijos
    Márcia Desirée - Tesouro Literário

    ResponderExcluir
  19. não curto muito esse tipo de livro.. a história parece ser boa, mas são muitos livros na série, prefiro algo mais curto com relação a quantidade de livros D:

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  20. Essa série não me interessa tanto até mesmo pelo tema, que não está entre os meus favoritos... ainda não decidi se prefiro ter o livro publicado com erros ou não tê-lo de forma nenhuma... eu fico tremendamente triste quando encontro um livro cheio de erros. Uma ou outra coisinha sempre passam, não tem jeito mesmo, mas quando é muita coisa, aí complica.
    Esse livro está sendo falado em vários blogs e muitos citam que ele tem erros demais e isso ainda me deixa com menos vontade de lê-lo.

    Beijos, Nanie - Nanie's World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Nanie, obrigada pela visita.
      É uma pena que romances sobrenaturais não te atraiam tanto, especialmente por esta autora ser uma das pioneiras no gênero, mas entendo que, por ter estado muito na moda ultimamente, o sobrenatural/vampiros possa ter saturado alguns leitores. Espero que se decida por ter o livro publicado, porque a série é ótima, e esse é um primeiro exemplar muito bom.
      Eu também fico triste quando encontro erros nos livros, e infelizmente isso acontece com muita freqüência. Com relação este livro, especificamente, quem lê estes veementes protestos pode até pensar que a edição é feita apenas de erros e que eles estão presentes em cada parágrafo, de cada capítulo, tornando a leitura ininteligível, quando na verdade não é assim. ISSO me deixa triste, esse exagero desmedido.
      Podemos não ter dimensão da quantidade de pessoas que nossos blogs atingem, mas não quero ter na consciência a culpa de privar leitores de acompanhar uma ótima série, não recomendando um livro realmente bom, por causa de erros na edição. Então, particularmente, eu recomendo este livro para você. Esquecendo um pouco o lado sobrenatural, se você gosta de “romance”, tem de tudo para gostar deste livro. Se decidir ler, depois me conte o que achou, certo?
      Bjuss

      Excluir
  21. Vou ler com certeza, até pq qdo ele só rodava nos grupos de revisão já ficava louca para ler e qdo a Universo do Livro anunciou que ia investir na série amei, mas eu vou esperar sair o 2º livro pq sofro de crise de abstinencia...rsrsrs...Qto aos erros é triste pq nos além de gastarmos o rico $$$ tbem ocupamos o tempo desfrutando da leitura e queremos que esta seja prazerosa não que nos deixe loucas de raiva,,,mas mesmo assim vou ler e colecionar no CORe e na prateleira.

    ResponderExcluir
  22. Oi Sabrina, como você sabe este livro foge do meu estilo predileto de leitura, mas diante de tanta querela em volta deste livro, aqui no seu blog, vejo que a declaração da Tonks é muito pertinente. Pois para mim erros na grafia e de tradução, texto truncado, etc, são, antes de mais nada, falta de consideração com os leitores e acho que nós blogueiras literárias deveríamos enfrentar este problema como pessoal.Não esqueçamos que somos formadores de opinião e quem vem ler nossas resenhas toma nosso juízo de valor como verdadeiro. Acredito que se nós impuséssemos este argumento em nossas resenhas muita coisa por aqui iria mudar em nome da Língua e da Literatura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Ooooi Sabrina
    Sempre passo aqui mas quase nunca comento. Resolvi palpitar hoje porque estou lendo Principe Sombrio e adorando de paixão, o Gregori acabou de aparecer e estou xonadona nele!
    Gostei muito da sua resenha e concordo com sua opinião, eu também achei muito fofo essa necessidade que os cárpatos sentem da sua companheiras e como só elas podem salvar os companheiros da escuridão e já não vejo a hora de ler os outros livro da mesma serie. Éeeeé! O lindo da capa poderia ter cabelos compridos e crucifixo para ser mais real, né!
    Agora só estou rezando para que este circo sobre a edição não desanime a editora de publicar o restante. Francamente, você fez sua parte avisando dos erros mas duvido que as pessoas queiram dossiês de cada um deles. prefiro ler resenhas mais focadas na história, com opiniões.

    ResponderExcluir
  24. Oi Sabrina, tudo bem?

    Confesso que a primeira vez que vi esse livro fiquei louca por ele, todo esse universo a lá Irmandade da Adaga Negra me chamou muito a atenção, então pedi um para a editora. O problema, é que quando iniciei a leitura fiquei meio decepcionada, os erros me irritaram, e muito, apesar de não atrapalhar o ritmo da leitura, eles fizeram com que eu não me envolvesse logo de início, sem contar que os "mocinhos" me deixaram mega brava, os dois são muito manhosos gente, rs. Bem, isso foi no início, quando cheguei no meio da história a coisa mudou, nem reparei nos erros mais, e me apaixonei pelos personagens, pelo cenário, por tudo! Até parecia outro livro, acho que a grande questão é que ele é uma introdução da série, e como um primeiro livro, tem um ritmo diferente mesmo. Só sei que no final já fui procurar os próximo livros, já estou com os e-books aqui, quero muito ler o livro do Gregori logo!!!

    Beijos

    Pah, Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  25. Bem, confesso que a primeira vez que vi a capa do livro achei que fosse da série A Irmandade da Adaga Negra, até me lembrar de que sem a palavra ''amante'' não faz parte da série. A capa é linda, e eu adoro o tema sobrenatural, apesar de ouvir falar muito mal da edição sei que uma boa história sempre vale a pena ser lida *-*

    ResponderExcluir
  26. Gostei da história, algo diferente para saciar minha procura por livros sobrenaturais com outros temas. Confesso que sou fã desse tipo de leitura. Erros de português são ruins, mas pior ainda são os de contexto. Pode confundir um leitor que não está muito atento.
    Não por isso quero deixar de ler, nesses casos minha curiosidade sempre vence e essa resenha só me deixou com mais vontade ainda! Adorei.

    ResponderExcluir
  27. Oi gostei bastante da sua resenha, comecei a ler o primeiro da série IAN, e estou gostando bastante...qdo tiver oportunidade quero ler Príncipe Sombrio, to vendo que as meninas que estão lendo, estão amando...
    BjOs!!!!

    ResponderExcluir
  28. Oiiii gosteiii muito da resenha de príncipe sombrio mesmo come vc comentou tendo alguns erro na tendo alguns erros de revisão mas veja o lado positivo talvez ele não errem no próximo volume da saga. Se bem que ele me lembra muito irmandade da adaga negra com a parte dos homens super forte e leais a suas parceiras. Não vejo a hora de ler de ler, se minha mãe reclamar que estou gastando dinheiro com livros a culpe é de você Sabrina ........
    to brincado ta sabrina
    XXDDDD
    mas que ela vai reclamar é verdade XD XD

    ResponderExcluir
  29. A cada resenha que leio fico mais anciosa para ler o livro. Essa capa é tuuudo de bom, eu adorei. O livro parece ser bem HOT ein \o/ Sua resenha ficou ótima, que pena os erros da editora, mas a gente releva! :D
    Bjos

    ResponderExcluir
  30. nao vou ser hipócrita e falar que a capa nao me influenciou em morrer de amores pelo livro
    droga, é claro que esse corpão aew me seduziu kkkk
    mas quando li a resenha percebi que ela nao tinha apenas uma capa quente
    meu Deus, todos os dias esse livro me tenta no submarino.
    a resenha ta pefeita, sem falar que é muito legal Cárpatos tenham
    um ligaçao muitooo forte
    e essa coisa de ñ vampiro tmbm
    meudeus

    ResponderExcluir
  31. Uauu também pensei que fosse da IAN. rsrs
    Eu adoro livros desse tipo, amoooo!!!

    ResponderExcluir
  32. Parece muito interessante eu amo esse estilo de livro sobrenatural! O enredo me lembra um pouco Como Se Livrar de um Vampiro Apaixonado, que os protagonistas eram Romenos, dos Cárpatos, Mikhail parece ter uma personalidade parecida com Lucius em alguns aspectos. Estou muito morrendo de vontade de ler essa saga! Caso tenha interesse dê uma olhadinha na minha Fanfic se gostar de Crepusculo: http://storiesimaginacaofertil.tumblr.com/tagged/Minhas-Fanfics

    ResponderExcluir
  33. Estou querendo muito ler esse livro desde que vi sua capa no lançamento. Gostei da história e amei sua resenha.

    ResponderExcluir