='cap-left'/>

Patrick Rothfuss - O Temor do Sábio

Kvothe é uma lenda oculta sob a servil fachada de dono da hospedaria, com o nome de Kote. Ele foi encontrado pelo Cronista, e convencido a contar sua verdadeira história em O Nome do Vento. Agora estamos no segundo dia de revelações, bora conferir “O Temor do Sábio”?

O Temor do Sábio
A Crônica do matador do Rei: Segundo dia
Patrick Rothfuss

As coisas não mudaram muito para nosso jovem herói, e sua rotina consiste em inúmeros ‘aindas’.  Kvothe ainda luta para pagar as taxas da universidade, comer e vestir – e por isso ainda deve muito para Devi.  Ainda é amigo e protetor da adorável Auri, de Simmon e Wilen.  Ainda precisa da música para viver, e ao tocar, consegue viver com maestria. Ainda espera que o mestre Elodin o ensine a arte da nomeação, e ainda procura pelo Chandriano e os Amyr, sem sucesso algum. Mas, sobretudo, ainda é apaixonado por Denna e ainda odeia profundamente o almofadinha Ambrose, com quem sua rixa parece nunca diminuir.
Sem entrar em spoiler, é justamente por consequência destes dois “sobretudos” que Kvothe é aconselhado a sair da universidade por uns tempos, então ele cai no mundo para “procurar o nome do vento”, como o dito popular.   
Por indicação de um amigo admirador de sua música, Kvothe deve ir até o longínquo Reino de Vintas, prestar serviços ao Maer.  Esta sua viagem rende muitas histórias, e aumenta ainda mais a fama que já o cerca e logo o transformaria na lenda.

"Lembre-se deque há três coisas que todo sábio teme:  o mar na tormenta, uma noite sem luar e a ira de um homem gentil."  (Página 361)

A viagem de Kvothe e suas aventuras proporcionam ao leitor mais conhecimento do mundo criado por Patrick Rothfuss, pois conhecemos de perto fatos, locais e povos que só foram citados no primeiro livro. Grosseiramente comparando, o autor “abre as comportas e deixa a correnteza seguir seu curso”, e essa sensação é ótima!
Achei a política da corte de Vintas muito interessante, com a troca de anéis, o Maer foi um personagem sem muito destaque, mas é de se pensar: Será ele o rei que Kvothe matará no futuro? Ou seria Ambrose – que gosta de se pavonear por  estar em algum lugar na linha de sucessão ao trono?  Outros “serás” também merecem destaque: Meluan, a amada do Maer, tem ódio extremo dos Edena Ruh por perder um membro da família para a trupe, e essa história mal resolvida enche a cabeça do leitor:  que segredos a família de Meluan esconde? Quem seria essa pessoa desaparecida? A doce Auri?  A mãe de Kvothe? Ou Denna? 
Falando em  Denna, devo dizer que é uma personagem que ainda não conquistou minha simpatia, e tenho a impressão que a dedicação de Kvothe a ela pode ser um dos grandes motivos de sua queda. 

"Tive vontade de dizer algo. Quis dizer que aquilo não me incomodava, mas seria mentira. Quis dizer-lhe que a única coisa que me importava realmente era que ela voltasse, mas tive medo de que isso fosse verdadeiro demais.  (...)
E daí que isso significasse ela nãoser inteiramente minha? Eu seria aquele para quem ela sempre poderia voltar, sem medo de recriminações nem perguntas. Assim, não tentava conquistá-la  e me contentava em jogar uma bela partida.
Mas havia sempre uma parte de mim que esperava mais, portanto havia uma parte de mim que era sempre tola."  (Página 457)

Os novos personagem foram muito bem inseridos, como os misteriosos guerreiros/mercenários ademrianos, sua cultura e linguagem próprias cheias de particularidades. É de ficar de queixo caído com a criatividade do autor.
E ainda tem os encantados! Feluriana finalmente aparece, e com ela a iniciação de Kvothe nas artes do amor e o encontro com o terrível  Cthaeth, capaz de saber todo o futuro das pessoas, todos os caminhos possíveis  a se tomar, e até mesmo as consequências de todos estes caminhos... sinistro.

As 960 páginas foram mais do que necessárias para conduzira trama de “O Temor do sábio” (Editora Arqueiro/2011). Minha impressão de leitora é que, talvez, um único livro não seja suficiente para finalizar a trilogia. E mais: sabem aquele aperto no peito por deixar um personagem? Passei a última quinzena com Kvothe, e gostei muito do clima de alegria e realização com o qual O Temor do Sábio terminou. Com tudo o que há porvir,  eu realmente não gostaria que o fim me decepcionasse. Há tantas e tantas pontas soltas, que provavelmente será uma grande provação para o autor dar continuidade a tudo o que ele propõe: a conclusão dos estudos (ou expulsão da universidade), o resultado da rixa com Ambrose, a relação com Denna, as respostas sobre o Chandriano e os Amyr, vingança de Kvothe pela morte de sua família, a revelação do porque ele matou o rei, porque se esconde, e porque aparentemente perdeu sua identidade.  Ele voltará para Feluriana?

"Escute o que digo: esses homens nada sabem sobre o amor.
Você não o encontrará nas palavras dos poetas nem no olhar saudoso dos marinheiros. Se quiser saber do amor, olhe para as mãos de um artista de trupe produzindo música. Ele sabe. (...)
Portanto, sim, ele [o alaúde] tinha suas falhas, masque importância tem isso quando se trata de questões do coração?  Amamos aquilo que amamos. A razão não entra nisso. Sob muitos aspectos, o amor insensato é o mais verdadeiro. Qualquer um pode amar uma coisa por causa de. É tão fácil pôr um vintém no bolso. Mas amar algo apesar de, conhecer suas falhas e amá-las também, isso é raro, puro e perfeito." (Página 58)

Eu já falei antes o quanto adorei a introdução da série? Para quem tinha somente ótimas recomendações, mas nenhum conhecimento sobre a trilogia, ler O Nome do Vento foi uma muito prazeroso. Mas fui reconquistada pelo mundo de fantasia criado por Patrick Rothfuss, que se manteve em O Temor do Sábio: seus personagens tão humanos, tão falhos, com “mocinho” tão menino, tão valente, tão orgulhoso... são apaixonantes.  A narração continua bela, ora muito engraçada, ora repleta de poemas e lendas com clima de histórias de taberna e fogueiras ao som do alaúde. O folclore rico que instiga, a mitologia da nomeação, e os mistérios da magia! Enfim, tudo o que eu posso dizer é amo essa sensação de ser fisgada pela trama. E pensar que O temor do sábio é tão somente o “segundo dia”...
Agora é esperar ansiosamente pela conclusão da trilogia, com todos os fundamentos  questionamentos pendentes. Ai, eu recomendo muito esta série, Patrick Rothfuss realmente ganhou em mim uma fã.  Se você já leu, não deixe de opinar, ok?

A Crônica do Matador do Rei - Patrick Rothfuss
O nome do vento - Primeiro dia
O temor do sábio - Segundo dia
? - Terceiro dia

Site oficial da trilogia
Site oficial do autor
Patrick Rothfuss no Facebook


Comentários
23 Comentários

23 comentários:

  1. Ei Sabrina!

    Eu também quero me encartar pela série.
    Eu fico pensando quanto tempo vai demorar para sair o 3º para saber se compensa esperar e comprar/ler tudo de uma vez.

    Bjins

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa serie
    E já esta no 2° ...
    E fiquei meio perdida, mas vou ler a 1° resenha ;)

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Sá!!!!
    Não li a resenha!! Estou doida para ler essa série e fiquei com medo de encontrar coiss que aconteceram no outro livro. Algo fácil de acontecer quando o assunto é série.Só loi o último paragrafoe pelo que vi vc gostou e recomenda...minha vontade aumentou ainda mais!!!! bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Eu não gostei do primeiro livro, e devido ao tamanho de cada livro decidi não me arriscar a me decepcionar de novo com a saga :x
    Beijos,

    Gabriel M. Souza
    http://carolespilotro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Nossa, fiquei de cara quando vi o tamanho do livro na livraria o.Õ Via a capa por aí, mas não esperava encontrar algo assim.
    Pelo que cita, a história parece muito boa, e deve ser muito contextualizada mesmo para abarcar esse número de páginas e agradar. Não tinha estado interessada na história, mas gostei mais de ver a resenha do segundo livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum livro dessa trilogia, mas depois da sua resenha eu vou correndo procurar O Nome do Vento. É muito bom quando percebemos que alguém realmente se encantou com a leitura.

    Beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  7. Ah, eu queria tanto ler essa série... acho que vou esperar sair o último livro e daí compro tudo de uma vez...
    Parece ser uma história muito bonita... e é bom saber que nesse segundo volume as coisas não desandam...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  8. Oi Sabrina!
    Pelo visto essa é uma série pela qual eu irei me apaixonar quando ler, mergulhar na leitura e não querer sair mais... Justamente por isso eu vou esperar a série acabar para ler tudo na sequência, não aguento ficar esperando continuações!
    Depois dessa resenha, continuo namorando esses livros...
    Beijos...Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  9. Não li a resenha com medo de pegar algum spoiler, pq comprei os 2 livros semana passada e ainda irei ler... Mas não podia deixar de comentar que estou super ansiosa pra conferir essa história. O Temor do Sábio até me assusta pelo tamanho rsrs

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  10. Esse é com certeza o livro que mais gosto dentre todos que li, não esse, mas a série, a história é toda perfeita, emocionante, incrível, todos personagens são perfeitos, o clima de suspense...super recomendo a série!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Sá!

    Eu vou comprar esses livros, eu vou comprar esses livros...

    Esse é o meu mantra hahahah

    Com certeza vou adorar a história \o/

    E não ligo para as 900 páginas, acho que vou até amar todas elas kkk

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sabrina!

    Comprei os 2 primeiros livros no mês passado, mas ainda não li nenhum. Por isso pulei sua resenha. :x Mas, não vejo a hora de começar a ler! Eu cobiçava esses livros faz um tempinho! Espero ter tempo pra ler logo!

    Beijos,
    Amanda || Lendo & Comentando
    ^_^

    ResponderExcluir
  13. não conhecia, e gostei!
    parabéns! vai pra minha lista

    Selene Blanchard
    Blanc – ModaeEu.blogspot.com
    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
  14. Oi!!
    Ainda não li "O nome do vento", mas meu namorado está louco para ler, estou pensando em dar de presente pra ele (aí aproveito e leio também).
    Caramba, 960 páginas? Se o livro é bom, significa que são 960 páginas de história, e não enrolação...
    Preciso começar a ler essa trilogia.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  15. Oie Sabrina!

    Eu tenho um interesse especial por esta série. Não sei se é por que ela me lembra um pouco o estilo do Tolkien com um toque de as crônicas de Narnia, mas algo sempre me disse que vou gostar deste livros.

    O tamanho deles assusta mesmo e acredito que por serem escritos em uma linguagem mais "poetica" são o tipo de livros que você tem que ler com tempo e muita calma, para não perder nenhum detalhe.

    Preciso começar a ler O Nome do Vento urgente rs...

    Ótima resenha!

    bjus e uma ótima semana para vc!

    anereis.

    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc nao ira se arrepender Ane, os personagens sao bem cativantes e a trama mto bem desenvolvida!! Eu recomendo, estou louco para ler o 2°!! Boa leitura...

      Excluir
  16. Ahhh não vou ler porque não li o Nome do Vento :P.

    ResponderExcluir
  17. Ai, estou doida por esta série! Pelo seu entusiasmo na resenha deve ser mesmo muito boa! Eu também gosto quando há pistas não confirmadas sobre revelações, deixa a gente quase angustiado para saber o que e como será...

    ResponderExcluir
  18. Quero demais :D Nçao quer me mandar ele, não? >D

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia essa série... comecei a ler a resenha mas parei pq poderia ter algum spoiler rsrs vou descobrir o resto quando eu ler os livros :)

    ResponderExcluir
  20. Ainda não li, li apenas O Nome do Vento. Mas o meu O Temor do Sábio chegou ontem a noite em casa e começarei a lê-lo o mais breve possível! *-*
    Eu, assim como você, me apaixonei pela história criada por Patrick Rothfuss! Caramba, e a maneira dele narrar a história, inserir acontecimentos e personagens de uma maneira tão agradável - inesquecível!
    Estou muito ansioso para ler este livro, porque aí deve ser revelado alguns segredos, mas principalmente por causa desse povo que vai ensinar ele a lutar, e por essa tal de Feluriana! OH MY GOD!

    ResponderExcluir
  21. Ótima trilogia! Tõ doida pra ler o 3º já, mas nem tem previsão para o lançamento!
    De qlqr forma, achei irritante os erros de português na tradução do 2º livro, será que foi só eu? rsrs
    No mais, amo o Kvothe! ^^

    ResponderExcluir
  22. Ps: realmente parece impossível que o autor consiga finalizar a história em um último livro! O jeito é esperar ansiosamente!

    ResponderExcluir