='cap-left'/>

Ann Brashares – O segundo verão da irmandade

Há pequenos spoillers se você não leu o primeiro livro da saga, cuja resenha você pode conferir AQUI.



Era uma vez quatro meninas que compartilhavam um par de calças.
As meninas era todas de tamanhos e formatos diferentes,
 no entanto as calças cabiam em todas elas. (P. 12)

Mais um verão havia chegado, e a Irmandade iniciava de novo a Saga das Calças Viajantes. Mas, dessa vez, somente Tilby estaria fora da cidade natal, ela iria para uma universidade fazer um curso de verão sobre cinema.

No entanto, devido a uma surpresa, Bridget também se afastou da cidade. Descobriu que, por anos, após a morte de sua mãe, sua avó materna havia tentado entrar em contato e seu pai havia escondido isso dela. Resoluta em conhecê-la, partiu para o Alabama. 
Das quatro amigas, ela foi a que mais mudou nos nove meses que passaram desde o último verão. Parou de jogar futebol, pintou seus lindos cabelos cor de trigo de marrom e engordou. Antes era uma garota hiperativa, sem conseguir controlar seus impulsos, e desde o fatídico final do romance no verão passado com Eric, seu treinador, ficou relapsa consigo e parecia outra pessoa.

Lena, por mais que quisesse não aparentar, também estava diferente. No decorrer do ano que havia passado havia terminado seu romance com o grego Kostos, pensava que se terminasse pararia de se atormentar com a enorme distância que os separava, mas isso não funcionou. Continuava  a pensar nele e MUITO.

Carmen teve o primeiro encontro de sua vida e, para dar sorte,  usaria as Calças. Mas nada correu como desejava, ao retornar para casa, ela se sentia decepcionada com o dito rapaz e o encontro. Fica ainda mais desgostosa ao saber que o encontro de sua mãe com David tinha sido muito mais emocionante. Carmen estava profundamente preocupada, sua mãe estava se aventurando no amor, será que daria certo?

Tilby estava indo fazer um curso de cinema, logo conheceu Mauro e Alex.  Brian, seu amigo desde o verão passado, que sofrera com ela a perda de Bailey, a amiga com leucemia, foi ficar em seu quarto. Mas, ela parecia ter vergonha do jeito nerd dele... Será que ela nunca iria perceber o amor que Brian sente por ela? 

Mais um verão vivendo as emoções das Quatro Donas da Calça Viajante, mais uma jornada em busca de aceitação e felicidade.

Se, no primeiro livro, havia ficado levemente irritada com a Bridget, neste livro, a autora fez com que ela passasse por grandes descobertas, sobre sua vida e seu jeito. Bridget cresce, mas não sem antes sofrer e muito. 

Já Tilby começou o livro me decepcionando e MUITO. Parecia que ela não tinha aprendido as lições que Bailey lhe deixou, de que precisamos descobrir a verdade sobre a essência das pessoas. Parecia não saber que não podemos nos apagar as aparências para julgar. Logicamente, sofrendo um pouquinho, ela logo relembrou...

Carmen ganhou o top de personagem mais irritante. Desta vez implicando com o novo namorado da mãe. Será que no livro três da série teremos um pouco de vida própria para esta personagem? (Segredinho: ela parece minha mãe reclamando de tudo hihihihi)

Por fim, temos a sofrida Lena! E por sua própria culpa... Bem feito garota! Quem manda terminar com o lindo Kostos?

“ Lena sabia que tinha passado uma grande parte demais de sua vida num estado de medo passivo, simplesmente esperando que alguma coisa ruim acontecesse. Numa vida como aquela, aproximar-se da felicidade era estar perto do alívio.
Lena ficou pensando em seu terror. De onde vinha? O que temia. Nada de terrível lhe havia acontecido. ” (P.116)

Nem preciso dizer que, mesmo me desagradando por algumas atitudes das protagonistas, terminei AMANDO o segundo livro.  Adoro ver como a cada nova  páginas as personagens sempre estão em profundo amadurecimento – fora a Carmen...

Como o primeiro, passa uma bonita mensagem de amizade, de coragem e perseverança! 

Estou começando a criar uma DPL (Depressão Pós Livro), mesmo faltando  ainda dois para eu ler. Estou cativada pela série A irmandade das Calças Viajantes!

Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Oi Lari!

    Ai que história fofa!! Vou procurar para ler, adorei o enredo dos livros \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Sempre tive curiosidade quanto a essa série mas n a ponto de pegar os livros para ler.
    Sinceramente as personagens me pareceram mto chatas nesse livro!
    Reclamando, sofrendo, etc.

    ResponderExcluir
  3. Epa, esse livro parece demais com um filme que vi a muito tempo atrás. Será que é do mesmo filme? Eu sei que adorei a história, muito boa *-*

    ResponderExcluir
  4. Ei Lari!

    Você vai ver o que é DPL quando terminar a série, rs.
    Eu também não suporto algumas atitudes das protagonistas, mas também amo a série!

    Bjins

    ResponderExcluir
  5. Ei Lari!

    Você vai ver o que é DPL quando terminar a série, rs.
    Eu também não suporto algumas atitudes das protagonistas, mas também amo a série!

    Bjins

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAh, eu sou doida para ler essa série! Louca, louca! Mas só estou achando a preços altíssimos e não posso gastar tanto em livros. =/

    BjoO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi! Libro muito bom!
    Valeu a dica! vou me enformar mais!
    beijos
    MODAAEU

    ResponderExcluir
  8. Já assistir ao filme, mas não me interesso no livro ! :DD
    Adorei o filme :))
    Muito boa a sinopse ! :D

    ResponderExcluir