='cap-left'/>

Maratona de Banca 2012: Miranda Lee - Jogos do Coração / Diana Palmer - A Tentação do Desejo

Olá pessoal! Mais uma resenha para a Maratona de Banca 2012!
Para este mês de maio é um tema que eu ADORO! Já li alguns livros bem hilários, ou mais românticos e outros até mesmo tristes. Como é um tema muito agradável, e os livros que escolhi são daquele tipo que conseguimos devorar um ‘uma sentada’, neste mês vou resenhar minha primeira opção e o livro reserva ok?

Maio: “Secretária.”
A ideia de “romance no escritório” constantemente é inspiração para muitas autoras... Para nooooooooooooossa alegria! Bora conferir as resenhas?

Jogos do coração – Miranda Lee
Romances Nova Cultural - Sabrina 862/1995

Cinco anos trabalhando para Guy Haywood e cinco anos amando-o secretamente, vendo-o numa sucessão de relacionamento com louras anoréxicas burras e sofrendo por amor. Dá pra acreditar? Após essa descrição, demorou para que eu gostasse de Samantha Peters, pois sua (falta de) atitude não me agradou nem um pouco.
Quando Guy aparentemente vai entrar em mais um relacionamento vazio com outra loira, Samantha informa o chefe sobre sua demissão e logo passa a ter um pouco mais de atenção de sua parte, pois ele é assumidamente dependente dos serviços profissionais da secretária e fica muito chateado pela demissão. Mas então o pai de Guy sofre um ataque, e ele desmorona. Samantha está lá para ajudá-lo como sempre, e o medo de perder sua única família faz com que Guy atente para a importância de ter um herdeiro (que pensamento arcaico!). Mas tem um grande problema: Guy não acredita em relacionamentos, vê o casamento apenas como um aval ao sexo, e depois que a química acaba, todos os casamentos também acabam... em divórcios, porque o amor simplesmente não existe. Guy então, pede para Samantha encontrar um mulher disposta a lhe dar um filho, e imaginem, Samantha sugere a si mesma!
Samantha revela a Guy que está apaixonada ‘por um homem’ que não pode lhe corresponder, mas que ‘gosta de sexo’ (mesmo tendo feito uma única vez com uma amigo de infância desajustado como ela), e quer ser mãe de seu filho. Ele, após uma leve relutância e mesmo nunca tendo enxergado Samantha como parceira sexual em potencial, aceita! Mas o tiro acaba saindo pela culatra, pois Guy fica surpreso com compatibilidade de ambos e com a resposta ‘ardente’ que ela demonstra. Ele fica se sentindo mal, pensando ela tivesse que ‘ imaginar estar com o homem que ama e não a quer’ para conseguir ficar com ele.

Não há muito que falar sobre este livrinho, pois suas 125 fazem dele uma leitura com um ritmo muito bom e super-rápida, com direito a cenas de amor no escritório e tudo *adoro! Mesmo Samantha não tendo me agradado no começo do livro, pelos 5 anos de amor reprimido, eu gostei das atitudes que ela toma na sequência, de sua luta para fazer com que Guy volte a ficar com ela. Não sei se gosto de sua disponibilidade em aceitar o que ele quisesse oferecer, mas como se trata de um romance, claro que o final feliz logo chega, e com ele a retribuição do amor em igual medida.



A tentação do desejo – Diana Palmer
Harlequin Rainhas do Romance 05 / 2007

Depois de algum tempo de leitora, as características de Diana Palmer para seus personagens nem me surpreende mais... aliás, fiquei surpresa ao ver que ela até que e ela ‘pegou leve’ com A tentação de desejo.
Violet Hardy está num momento muito complicado de sua vida, pois perdeu o pai, a casa, a estabilidade financeira e a saúde da mãe. Há um ano ela tem trabalhado para o advogado Blake Kemp, e inevitavelmente está apaixonada pelo chefe, mas Blake não é um chefe fácil, e não vê com bons olhos, por exemplo, o fato de sua secretária quer evitar que ele morra de um ataque cardíaco prematuro e mudar seu café normal para descafeinado. Blake estava num mal dia, e acabou falando alguns insultos e umas bobagens, como insinuar que sua secretária era gorda. Violet desabafa sobre seus sentimentos sobre o chefe para as amigas de trabalho, sem imaginar que o interfone estivesse ligado e Blake pudesse ouvir ‘tudinho’...
Como não havia mais razão para continuar ali, Violet pede demissão e dá um aviso prévio de dois dias, deixando Blake ainda mais furioso ao revelar que vai trabalhar para seu ‘inimigo’.
Violet resolve mudar, aceita conselhos sobre roupas que favoreçam seu corpo, muda o penteado, aprende a se maquiar e frequenta academia. Sua mudança de ‘cheinha’ para ‘mulherão’ é muito engraçada, e a reação de seu ex-chefe a ela também. Justificando o título, Blake não resiste e “a tentação do desejo” acaba pegando-os de jeito.
Mas Blake é um homem traumatizado pelo passado, como quase todos os mocinhos da Diana Palmer. Ele perdeu sua noiva a quem amava muito e desde então se declarou fechado para o amor...

O livro é fofo e absurdamente engraçado: Blake tem duas gatas ciumentas que pensam que são pessoas, mas aceitam subornos em ‘salmão’. Gostei demais de Violet, cada vez que Blake agia como um cafa, ela esvaziava sua mesa e ia embora mesmo!
Fiquei um pouco perdida, porque aparentemente tem outros livros similtâneos 'acontecendo' no mesmo enredo. Já conheço o Cash 'irresistível' Grier e seu romance com Tippy, e Jordan 'cabeça dura' Powell com Libby, mas alguém aí conhece algum livro referente a Duke Wright e Beka?
Infelizmente faltou um apelo mais romântico em A Tentação do Desejo, pelo menos da parte de Blake para Violet, pois ele passou boa parte do livro ‘pensando’ sobre o quanto amou a noiva e sofreu com sua perda, e sobre como se sentia ‘atraído’ por Violet. Mesmo ficando implícito o sentimento, mesmo ficando claro o entendimento entre os dois, e mesmo eu gostando muito do livro, senti falta de uma redenção, uma declaração de ‘fazer chorar’, como Diana Palmer várias vezes conseguiu fazer com essa leitora que voz fala. Mas o máximo que acontece neste sentido é Blake novamente pensar, e não revelar: "Ele e Shannon se amaram, mas era um amor mais sereno, menos tempestuoso. O que sentia por Violet era diferente, um redemoinho de sensações que o deixava sem ar só de imaginar." - página 255

Gostei muito das minhas escolhas, são livros bem clichês que representam fielmente o tema “secretária”. Estou bem animada com a maratona... e que venha junho com o tema “Romance Histórico Medieval” \0/

Maratona de Banca 2012: A proposta é a resenha de um livro ‘de banca’ por mês, durante um ano. O tema para cada mês foi escolhido pela comissão organizadora, e a lista de títulos dos participantes foi previamente informada no ato da inscrição, confira minha lista completa AQUI e clique abaixo pra conferir o andamento da maratona!



http://1.bp.blogspot.com/_6Sua73Nf8Cw/TGqKiU9LEpI/AAAAAAAAAJ4/JuYUjdazC1s/s1600/assinatura1.png

Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Ei, eu adoro romance de bancas, só estou sentindo falta de achar um que realmente valha a pena! :D
    Adorei saber da maratona e do tema desse mês, já li alguns nesse estilo que eu realmente adorei :D

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro romances de banca! Principalmente os mais calientes, digamos assim, rs.
    Curti as duas resenhas, mas acho que eu leria primeiro o da Diana Palmer, por motivos óbvios, huahauahuahaua.
    Beijos, bom final de semana =**

    @morenalilica
    http://doceinsensatez.com/blog

    ResponderExcluir
  3. Eu amo os livros de Diana Palmer. É minha autora de banca preferida. E os homens tem que sofrer mesmo. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Gostei mais do primeiro. Parece ser bem gostoso de ler. Caramba, precisando de um romance de banca pra ler xD só pra variar...

    ResponderExcluir
  5. Oi Sabrina!
    Adorei as suas resenhas! Que gulosa hein, logo 2! Não li o meu da maratona ainda, pra variar estou atrasada... que bom que você gostou das suas escolhas; não poder trocar de livro (além do livro reserva)dá um medinho.
    Beijos e bom final de semana!
    Elis Culceag.
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da Diana Palmer, mas morro de vontade. Amo a Nora Roberts e a Susan Mallery. *---*
    Boa sorte na Maratona Sasa! :)

    ResponderExcluir
  7. Oi Sarina!

    Adoro romance de banca,pena que não estou lendo tanto quanto gostaria. Adoro esse tipo de história de secretária e patrão.Claro que ela iria sugerir a si mesma. Resposta ardente, opa.

    Faz tempo que não leio nada da Diana. A Violet é de atitude, pegar suas coisas e sair. Essa parte da divagações dele sobre a noiva, deveria ser algo mais rápido. Não lembro bem a característica dos livros da Diana, pois não foram tantos assim que li dela, mas em muitos desses romances o cara, é o sofredor, sofreu no passado rs. Teve uns dois livros que lembre agora de secretária que li e gostei, só não lembro bem os nomes agora. Adoro o tema casamento forçados..preciso retomar esse tipo de leitura. Fiquei instigada a ler o primeiro romance..

    Mas gostei de ambos!
    Bjs :D

    ResponderExcluir
  8. Ve se pode esse primeiro livro?? É muito tempo a pessoa gostar da outra e não dizer nada, se ainda fossem amigos e não quissesse perder a amizade tudo bem, mas não eram!!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu amo romances de banca *.*
    Sempre que posso estou comprando e lendo e adorei as dicas, eu não conhecia esses mais pelas resenhas fiquei com vontade de ler.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro romances de banca, não fico sem lê-los, mesmo que tenha que ser em ebooks.

    Gostei do primeiro livro, também adoro romances em escritório *-*

    Já o da Diane, eu dei uma parada legal, cansei um pouco dos sexy's homens do texas dela. rsrss

    Beijos,
    Mah - Livro e Coração

    ResponderExcluir
  11. Eu adoro esse livrinhos.. as historias dão gostinho de quero maais.. Rs..

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o primeiro livro mas tem jeito de ser legalzinho. Bem, o segundo é Tia Palmeirão e é claro que eu AMO. Confesso que a Violet me irritou um pouco mas o livro, como um todo é bem fofo.
    Queria que a Harlequin publicasse Cattlema's Pride, já que as duas estórias tem a mesma subtrama.

    Bjos!

    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir