='cap-left'/>

Ally Condie - Destino


Em uma data incerta no futuro, a Sociedade, depois de uma aparente grande catástrofe, passou a controlar rigidamente a vida de todos. Decidiam o que você comia, no que trabalharia, quando morreria e até quem seria seu par, a pessoa com que você se casaria.

Cassia não possuía nenhuma crítica quanto ao sistema, afinal, tudo era para o bem de todos na Sociedade. Ela havia completado 17 anos recentemente e iria, enfim, saber quem seria o seu par, o rapaz por quem poderia começar a se apaixonar.

Até aquele momento muito havia de expectativa, mas ela não ousava sonhar com nenhum conhecido para ser o homem escolhido. Estava predisposta a aceitar a indicação da Sociedade, sobretudo por não errarem; fato demonstrado pelo casamento feliz de seus pais, e também por saber das punições rígidas que seriam imputadas caso contradissesse seu destino .

Desta forma, fica feliz, quando na noite do Banquete, descobre que Xander, seu amigo de longa data, foi o escolhido. Ele sempre havia sido seu apoio, aquele que conhecia seus pensamentos, mas também era belo e inteligente, um excelente partido.

No entanto, logo depois, quando foi visualizar seu par, a imagem de outro rapaz apareceu. Era Ky, também conhecido de seu grupo, uma pessoa enigmática e com um passado tortuoso.
A Sociedade, em razão do erro, a avisa que Ky não era seu par, tendo em vista que era uma aberração e as aberrações não poderiam se casar. Havia sido só um erro, deveria relevar. Mas poderia?

A partir desse momento Cassia passou, aos poucos, a questionar os acontecimentos que a cercavam. Por que Ky seria considerado uma aberração por penalidades cometidas pelos pais? Por que tinha que aceitar seu par? Ela começa a pensar em Ky em vários os momentos de sua jornada, principalmente quando passam a fazer atividades de lazer juntos. Começa a se apaixonar por ele, loucamente.

Ky era um mistério, o proibido, aquele que a ensinava a escrever, a induzia a quebrar regras e ler poesias. Já Xander era seu grande amigo, ela o amava e o respeitava.

Se aventurar com Ky seria colocar em risco toda sua família. Mas, poderia controlar seu coração dividido?

Destino (Suma de Letras) foi lançado já faz algum tempo, um longo tempo. Tanto é que o segundo livro da série – Travessia – já se encontra nas melhores e piores livrarias do Brasil.

Confesso que não estava nada empolgada para ler o livro, havia lido várias as resenhas que afirmam que o livro chega a ser tedioso. Será?

Por isso, iniciei o livro já com uma ideia preconcebida de que não iria gostar... Afinal, além das informações coletadas, havia um triângulo amoroso, algo que, cada vez mais, está me irritando nos YAs!

Mas eu AMEI o livro! Sou uma leitora que gosta de estar bem situada, de poder imaginar as situações, de visualizar o livro mentalmente e conseguir arquitetar uma imagem. E em Destino foi isso que aconteceu, apesar de que não fisicamente.

Pode compreender a Sociedade, vislumbrar tudo por que Cassia passava e, sabendo de como era, do controle ferrenho, pude compreender a personagem e, por conseguinte, entender seu dilema entre obrigação e a paixão.

Achei fascinantes pequenos detalhes como saber que, no início de sua concepção, a Sociedade havia escolhido cem músicas para serem sempre tocadas e cem poemas, por argumentar que seria desnecessário mais, pois informações demais não poderiam ser apreciadas. Detalhes narrados falando dos livros que foram todos incinerados, das comidas massificadas e sem gosto, dos funcionários da Sociedade sempre presentes e atentos para fiscalizarem o cumprimento das leis, repito, fizeram com que eu pudesse vivenciar o futuro de Cassia.

Quanto ao triângulo, pela primeira vez na história de leituras, eu gostei. Xander era seu melhor amigo, óbvio que ela o amava, nada mais natural. Já Ky, bem, Ky era o proibido...

Senti dó do de Xander, por ser o amigo querido. Mas senti ainda mais compaixão de Ky por sua vida ainda mais pesarosa que os demais e por sentir que ele não irá se deixar abater, lutará.

Minha única ressalva é que, por não poder ter conhecido o ponto de vista dos demais personagens, o livro ficou tão focado no ponto de vista da Cassia e em explicar a sociedade que, por vezes, o relacionamento ficou em segundo plano, com um destaque inferior. Terminei o livro com duas grandes incógnitas: quem são exatamente Xander e Ky?

Sorte a minha que Travessia já está em mãos, estou afoita para iniciar a leitura.
Recomendo MUITO Destino.

Comentários
15 Comentários

15 comentários:

  1. Acho que estamos tão acostumadas com a ação de vez nas histórias, com pontos críticos logo na entrada, que quando vemos uma descrição mais calma, demoramos a nos adaptar. Pelo menos acho que foi isso o que aconteceu comigo... sempre me lembrei/usei uma referência à série Everwood ~que a ação é mto lenta, parece q não acontece nada, mas tudo tá rolando enqnt vc não vê bem os indícios~ quando se trata da narração de Destino. Empaquei algumas vezes e quando a Ally pisa no acelerador, toda a trama se remexe. Foi um chute arriscado e diferente, pq acho q se tivesse começado msm com um ponto alto de conflito, as explicações poderiam sair de forma meio quebrada, e tem que ter mta explicação mesmo para entender o funcionamento da sociedade. Não falam que já estão cansados de YAs e suas 'clássicas' abordagens? Pois é, tia Ally deu uma quebra. Percebendo tudo isso de final, eu realmente me surpreendi, tanto que considero uma das minhas melhores leituras do ano passado e até estava com uma pesquisa com ele :)) Já quero Travessia :DD

    ResponderExcluir
  2. Ah Lari, eu não gostei muito deste livro. Achei tedioso e Cassie meio sem graça, mas gostei da idéia central do livro, acho que só faltou a autora desenvolver mais a história...vou ler o segundo para ver se gosto mais da série.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi Lari!
    Eu também amei Destino! Travessia me decepcionou, vamos ver o que você vai achar.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Eu estou com muita vontade de ler essa coleção. Depois vem travessia neh, vou esperar uma boa promo pra levar. Parabens pelo blog

    http://tematoa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. tecnicamente ganhei esse livro da Suma, mas essa editora complica pra entregar alguma coisa, então não sei se vou conseguir o meu e ler. Mas quero demais ler esses livros! Nossa, babando nas coisas que vejo dele *-*

    ResponderExcluir
  6. Oi Lari!

    Estou bem dividida em ler ou não esse livro kkkk

    Não sei se vou gostar da história =(

    kkk

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Lari!! Eu tb adorei esse livro. Conseguia visualizar a Sociedade perfetamente e confesso que fiquei angustiada por diversas vezes. Já pensou apenas cem livros para serem lidos?? Socorro.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Um romance futurista. Isso nos faz pensar no que nos espera à frente. A narrativa parece bem coerente com o rumo que nosso sistema está tomando aos poucos, ainda que muitos não percebam.

    http://editoraselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Li Destino agora em Junho e gostei. Na verdade, gostei mais do que pode vir a ser a continuação do que do próprio livro em si, dá pra entender?
    Me sinto bem dividida em relação a Xander e Ky (não sei ao certo pra quem torcer), mas espero que haja uma continuação condizente com o primeiro volume.

    Beijos

    http://www.trouxesteachave.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. eu também já tinha ouvido falar desse livro e não tinha dado muita atenção, apesar de ter adorado a capa, mas agora ele me pareceu bem interessante, vou colocá-lo na minha lista de livros desejados (que está ficando quase interminável)

    ResponderExcluir
  11. Adorei este livro, e agora quero ler a sequência o quanto antes.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Faz tempo que eu tenho vontade de ler Destino. Com as distopias em alta, o que estão lançando de livros com histórias interessantes... Resta ver se vai me agradar, porque, sinceramente, não acho que distopia e romance se encaixam muito bem. E eu também prefiro livros em que a perspectiva varia entre os personagens - acho que fica muito mais interessante.
    Mas estou curiosa pra conhecer essa serie!

    ResponderExcluir
  13. Tenho esse livro e ainda não li por pura falta de motivação... agora estou repensando isso! hahah
    Bem, as vezes, o que me deixa incomodada em alguns romances, especialmente quando são YA, é na narrativa que só foca na protagonista, enquanto fico louca para conhecer melhor do mocinho e outros personagens, quem são eles, o que eles pensam, o que sentem... Enfim, alguns romances seriam melhor se abordassem varias visões e expectativas dos personagens envolvidos na trama!
    Boa dica para minha próxima leitura... Bjus.

    ResponderExcluir
  14. este livro sobre uma sociedade ,que toma decisões sobre a vida de sua população , é um livro distopia , como o livro do feios espero gostar desse livro quanto dos feios , este aqui ainda não li , mas vou ler futuramente .

    ResponderExcluir
  15. Ainda não o li, mas eu gosto muito de livros que tratem de sociedades controladoras em algum futuro distante(ou não).

    ResponderExcluir