='cap-left'/>

Amanda Quick - Um elixir misterioso



Amanda Quick é sem sombra de dúvida uma das minhas mais queridas autoras de romance.  Seus livros sempre possuem muito romantismo, uma leve – enorme – pitada de suspense e um bom humor contagiante.

Ou seja, seus livros me fazer suspirar, roer as unhas e rir, rir muito! Em Um elixir misterioso não foi diferente.

Só lhes adianto que este trata-se do segundo livro da série Vanza, cujo primeiro não li. Acho que não faz mal ler fora da ordem, mas, como sempre, não há como negar que ler certinho é bem mais recompensador. No entanto, como não tenho o primeiro em mãos, resolvi ler logo ele.

O romance do casal de Um Elixir Misterioso se inicia quando, em meio à uma festa campestre na casa de Lord Ware, inusitadamente, os dois se escondem no mesmo armário, para evitarem serem descobertos por um casal de amantes.

Edison Stokes estava investigando para tentar descobrir quem havia roubado o Livro dos Segredos de Vanzagara. Já Emma Greyson havia se escondido lá para evitar se encontrar com Lord Crane, posto que há algum tempo ele havia tentado estuprá-la e, mesmo ante a injustiça do caso, havia sido demitida de seu antigo emprego como dama de companhia. Para evitar escândalos, com medo de perder o atual emprego, ela lá se escondeu.

Esdrúxulo este primeiro encontro, não é? 

Lady Miranda fazia com que todas as mulheres de seu convívio, inclusive as damas de companhia das convidadas da festa, tomassem um misterioso chá. Emma tomou, e Miranda  ficou encantada quando descobriu que o chá fez efeito com ela, fazendo com que ficasse com uma premonição aguçadíssima, ganhando, assim, todas as rodadas do jogo de carta.

Lógico que, sendo uma vilã, Lady Miranda resolveu se aproveitar disso e queria enriquecer no carteado, já que na época altas somas de dinheiro eram objeto do jogo na sociedade Londrina.

Só não contava que Edison estava ciente de seu plano, pois a receita do chá era o caminho para ele encontrar o Livro dos Segredos.

Por isso, Edison resolveu contratar Emma para lhe ajudar na investigação. A situação complicou ainda mais quando Lord Crane foi encontrado morto no quarto de Emma,  e Edison para protegê-la afirmou que ela estava com ele e, para proteger a honra, disse que estavam noivos... Um noivado de mentira, mas como uma paixão muito forte!

Esse é só o princípio de uma romântica história de amor. Logo ambos partem para Londres, onde mais sangue e mistério os esperam. 

O livro é extremamente gracioso, sobretudo pelos pedidos incessantes de Emma por referências, pois, como ela mesmo dizia, “este emprego é de qualidade muito incerta. p.83”

Eu gostei muito do livro, mas confesso que detestei tudo que se relacionasse com Vanza. Achei bizarros os pensamentos estratégicos de Edison. Sinceramente, creio que a autora poderia utilizar a história com outro ponto de partida. Não gostei.

Exceto isto, me apaixonei pelo livro. A Emma, apesar de apaixonada, era extremamente racional, também pudera, ela era responsável pelo sustento da irmã mais nova e sabia que patrões normalmente não se interessam por empregadas.

Já Edison é mais que perfeito. Recomendo o livro.

Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro da Amanda Quick. Na verdade, nunca tinha ouvida falar dela até ler a resenha.
    Achei interessante a história da Emma; estou realmente curiosa para ler essa mistura de romance, mistério e bom humor :D

    ResponderExcluir
  2. Nem conhecia a autora, mas deu pra ver que ela é boa mesmo. Gostei. Mas espera, é da ROCCOPREÇOALTO ? =P porque se for acho que já não vai dar pra mim :S

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse é preço barato de promoção por 9,90 :P

      Excluir
  3. Nunca tinha conhecido essa escritora mais pela resenha parece ser boa,vou coloca na minha lista.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari!

    Ainda não li nenhum livro da Amanda Quick...

    Mas por ser da Rocco acho que terei que vender um rim para compra ahahaha


    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lari!
    Sempre vejo uns livros pocket em inglês dessa autora perdidos por aí. Acho as capas lindas, mas nunca comprei nem li nada dela.
    Vou procurar esse ;)

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro os livros da Amanda Quick! É sempre romance com um toque de mistério! Gosto muito das série Vanza e Arcane Society mas confesso que confudo os livros todos...nunca sei qual é qual, rs!
    O probelma é que a Rocco além de cara tem uma divulgação/MKT péssima. É por isso que compro pocket:)

    Bjos!:)

    ResponderExcluir
  7. Nunca li um livro da Amanda Quick nem ao menos sabia dessa autora. A história parece ser bem "bolada", já que escrever sobre "magia e seus afins" não é fácil. Tem que saber escrever. Depois dessa resenha procurarei saber mais dessa autora, principalmente no skoob.

    ResponderExcluir
  8. Lari, tô precisando de um livro de romance... =)

    ResponderExcluir
  9. Nunca li esse tipo, ahco que nao faz meu tipo;


    Bacio, Selene Blanchard
    MODA E Eu
    Modaeeu.blogspot.com
    Espero sua visita

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desta escritora, e esta é uma das primeiras resenhas que eu leio sobre algum livro dela... Para falar a verdade gostei muito da historia, pois envolve romance um dos meus temas favoritos :D Amanda Quick me parecer ser uma otima escritora \o/

    ResponderExcluir