='cap-left'/>

Tess Gerritsen - Supostamente Culpada



Miranda se sentia suja, considerava que havia perdido sua inocência, depois de começar a se relacionar com Richard Treiman, um homem casado e dono do jornal no qual trabalhava. Por isso, quando começou a notar que ele não era a pessoa que pensava, pediu demissão e revolveu sair de vez da pequena ilha onde morava havia um ano.


Uma noite, Richard ligou implorando para que eles voltassem, dizendo que estava indo vê-la. Miranda, para evitar contato e mais dor, saiu de casa para que ele não a encontrasse. Ao retornar, tarde da noite, uma surpresa a esperava: haviam assassinado Richard em sua cama.

Logo ela era a suspeita principal, tinha motivos e a faca que foi usada era sua. Apesar de ainda não julgada, foi condenada pela opinião púbica e por quase todos que conhecia.

Chase era o filho renegado, a ovelha negra da família Treiman, o irmão mais novo de Richard que ficou afastado da ilha por anos. Quando recebeu o telefone de sua cunhada com a trágica notícia ficou triste, nunca mais poderia tentar mudar o relacionamento distante com Richard. Sentia um ódio enorme para com a assassina.

Mas, quando a conheceu, vislumbrou em seus olhos um orgulho e uma dor que não o deixava parar de pensar que talvez não fosse ela a culpada. E, aos poucos, com alguns contatos ocorridos entre ambos, e sobretudo após um desconhecido ter pago a fiança para ela saísse da prisão, e o sequente atentado contra usua vida, Chase passou a acreditar ainda mais naquela ideia.

Quem havia matado Richard? Quem estava tentando matar Miranda?
Em meio a esse suspense, uma grande química aniquila o casal... Mas como apagar Richard de suas memórias?

Esse livro é mais um que estava na minha pilha secular para leitura.
Ainda não havia lido nada da autora até este momento, mas lido muitoooo sobre ela. Tess Gerritsen é muito famosa dentre aqueles que gostam de um bom de suspense e no Brasil vários e vários livros dela já foram publicados.

Só que Supostamente Culpada é um livro de início de carreira da autora, no qual o romance tem um enfoque enorme, não que eu esteja reclamando, ao contrário, eu AMO romances (risos), aviso somente para aqueles já fans da autora e acostumadas com seu estilo.

O livro é bom demais, uma dose certeira de suspense com um thriller romântico imperdível.

É o livro de ler em literalmente em uma sentada. Apesar de possuir mais de 300 páginas, o formato do livro é pequeno e a letra é grande.

Lógico que irei procurar mais livros dela, mas já vou me preparar para roer as unhas. Supostamente Culpada me deixou inquieta querendo saber os verdadeiros culpados, não pude deixar de considerar muitos os suspeitos, e o final foi bem amarrado e condizente com o que havia sido contato.

Livro recomendado.


Comentários
14 Comentários

14 comentários:

  1. Esse livro me é familiar...de onde diabos me lembro dele é que não sei :S
    Gostei, tem cara de ser legal e uma boa história. Eu leria.

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu adoro livros assim e adorei a sinopse! Fiquei com muita vontade de ler esse livro, gosto bastante desse estilo thriller. Com romance envolvido, fica ainda mais atraente...

    ResponderExcluir
  3. Oi Lari,

    Da Tess eu estou seguindo a série policial Rizolli&Isles, mas fiquei muito curiosa para ler este depois da resenha pq estou in love com a autora rs.

    bjos

    ResponderExcluir
  4. OI Lari!

    Eu também li um livro do inicio da carreira da Tess, e o romance é o foco principal. Mas dá para sentir o suspense na história, e certeza que os outros são melhores \o/

    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Lari!
    Gosto muito do gênero suspense e gostei da leitura. E gosto de romance, claro.

    FELIZ DIA DO AMIGO!!

    "AMIGO, palavra tão fácil de se escrever e pronunciar, mas tão difícil de ter. AMIGO, é aquele que nos ampara nos momentos difíceis, é aquele que nos crítica nos erros e fraquezas, é aquele que não engana, que não elogia para não explorar. AMIGO, é aquele que sente a nossa ausência e chora quando choramos."

    Vim desejar alegria, felicidade e muito amor no coração e um final de semana iluminado, cheio de carinho e felicidade!!
    “Crer, é tornar possível o impossível.”
    Carinho não tem preço, doe-se.
    Blogueiras Unidas 1275!
    Luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. ai Lari tbém nunca li nada da Tess, mas sempre vejo resenhas bem legais a resoeito dos livros dela, me deu uma vontade de ler esse aqui...gostei demais do enredo..e eu gosto muito de policiais, suspense , mistério e muito romance...esse vai para a minha lista..bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Lari,
    Nunca li um livro da autora mas sempre me interessei, sempre falam bem dela.
    Gostei da resenha, gosto de livros deste estilo.

    Lipe Ralf
    Aprendendo com meus erros
    meus-erros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Lari,

    Adorei o enredo. Parece o tipo de romance que tem muitos segredos e mistérios para serem desvendados. Gostei muito.

    Márcia Desirée
    Tesouro Literário

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro
    Mas esse clima de misterios é muito bom
    A curiosidade fica a mil

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Não Conhecia o livro e esse não é meu tipo de livro favorito, mas a resenha foi tão boa que me deu muita vontade de ler!
    acho que vai ser um excelente livro :D

    ResponderExcluir
  11. Oie Lari =D

    Não conhecia esse livro, mas pela sua resenha ele parecer ser muito bom!!!!

    Fiquei muito curiosa *-*

    Adorei a resenha!

    bjus;***

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha.
    Tess parece ser uma fofa.


    Bacio, Selene Blanchard
    MODA E Eu
    Modaeeu.blogspot.com
    Espero sua visita

    ResponderExcluir
  13. Puts se envolver com homem casado é foda. Cruzes. A estória parece ser super legal. Gosto desse tipo de tema. Adoro suspense e assassinato *-*
    Detetive serei um dia hahah

    ResponderExcluir
  14. Eu adoro esta autora; mas eu gosto dos livros dela quando o foco é o policial,e não o romance. Li um deles, O delator,que é,se eu não me engano,o primeiro romance dela,e não gostei. Os outros títulos eu gosto mais.

    ResponderExcluir