='cap-left'/>

Branca de Neve e o Caçador


Branca de Neve e o Caçador
Lily Blake, Evan Daugherty, John Lee Hancock, Hossein Amini

A resenha de hoje vai ser bem econômica nas palavras, afinal, quais explicações o enredo de um conto de fadas da magnitude de “Branca de neve” necessitaria? Mesmo sendo uma releitura que conte com grande personalidade, ainda assim guarda grande similaridade com o conto compilado pelos irmãos Grimm, no inicio do século XIX.

A linda menina Branca de Neve é filha do rei viúvo, que conhece uma jovem que sobreviveu a um ataque inimigo e foi salva pelo exercito real. Ele logo se apaixona e a torna rainha, mas Ravenna não quer ser uma bem amada rainha e muito menos uma segunda mãe para a menina: ela logo revela suas intenções malignas ao se livrar do esposo no leito nupcial, tomar o trono e escravizar o povo, devastar a produtividade das terras, além de sugar a beleza e a juventude de outras mulheres, para manter-se sempre jovem. Com a ajuda do irmão Finn e da magia maligna de seu espelho, a rainha manteria Branca de Neve por mais de 10 anos presa na torre, até descobrir que o sangue da jovem poderia lhe dar plenos poderes. Mas então a garota escapa...

"Pelo mais belo sangue está feito...
E somente pelo mais belo sangue pode ser feito..."

Branca de Neve foge para a floresta sombria, onde ‘tudo’ pode acontecer. O Caçador é contratado para rastreá-la, mas ao encontrá-la e perceber sua inocência, o jogo muda. Com a ajuda do Caçador, a princesa consegue atravessar a floresta para se juntar aos sobreviventes fiéis a seu pai, que conseguiram fugir e se organizar tantos anos antes. E Branca de Neve os lideraria contra a tirania da rainha...

Eu gostei do livro Branca de Neve e o Caçador (Editora Novo Conceito/ 2012 – 208 páginas), mas não “adorei”. Contudo, confesso que passei a apreciá-lo mais depois que pude assistir ao filme homônimo, cujo roteiro foi adaptado para o livro. Com ritmo muito bom, eu o descreveria como uma leitura ‘de uma sentada’.
Alguns personagens são bem surpreendentes e apresentados de forma singular, mesmo quando o leitor espera (e encontra) uma semelhança mais forte com o conto universalmente conhecido. Por exemplo: eu demorei um tantinho a perceber que os anões que aparecem eram ‘aqueles anões’ (#distraída).
Li o livro e logo depois assisti ao filme, então achei os dois medianos, mas o livro é um tantinho mais completo, pois os pensamentos da Branca de Neve que nos são ocultados no filme seriam de grande valia para um melhor entendimento, como seus sentimentos pelo Caçador, por exemplo.
Por outro lado, a ambientação do filme estava linda, os efeitos especiais, a floresta sombria e seus seres fantásticos foram muito bem retratados, coisa que não consegui “ver” na leitura do livro, apesar de ter gostado das descrições. Claro que vou me estender um pouco sobre o filme, não poderia deixar de comentar sobre os ‘colírios’ representados pelo Caçador e pelo jovem príncipe, a perfeição da realmente linda Charlize Theron como rainha, mas ressaltar a morna atuação de Kristen Stewart, no papel da protagonista.

Finalizo, recomendando o livro Branca de Neve e o Caçador – e também o filme, claro. Trata-se de um filme estilo “sessão da tarde” e de uma leitura capaz de entreter, mas sem provocar grandes emoções.





Gostou? Não deixe de participar de nosso sorteio, que será realizado via facebook.
Corra que ainda dá tempo de participar!
Clique na imagem abaixo e saiba como se inscrever até dia 15/09/2012:




Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Estou com muita vontade de ver o filme, e já vi o livro em promoção algumas vezes e fiquei com vontade de comprar (vontade que passou rápido kkkk)
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. ja vvi o filme, até pq é a kiki q ta estrelando, adoro ela, quero muito ler esse livro

    ResponderExcluir
  3. Ainda nem vi o filme, mas quero ler o livro com certeza!
    Gostei da resenha, bem simples, além do mais só conseguimos acrescentar algumas coisas quando baseado num filme, é a caracterização dos personagens!
    bjs
    www.leituradeouro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. o que ouve com os formulários?
    pois ontem tava bem e poucas horas depois quando fui ver eles tinham apagado minhas entradas!
    menios do twitter!
    porque to tendo que inserir as informações toda de novo?
    Desde ja agradeço

    ResponderExcluir
  5. Tô empurrando tanto pra ler o meu. Queria ler, ver como é, se é um pouco melhor que o filme, apesar de ser igual...EU QUERO LER MAS NÃO TENHO TEMPO E A PILHA AUMENTA D=
    é... =/

    ResponderExcluir
  6. Gente, eu tenho esse livro aqui e quero muito ler, mas estou com aquela resseca litérária, sabe? E se forçar, pode ser que tire uma opinião forçada do livro. to que nem a cris, minha pilha só aumenta '-'

    ResponderExcluir
  7. Ai, um filme baseado num livro é uma coisa, mas um livro baseado no roteiro de um filme é muita ganância! Deixem que filmes sejam filmes e só, não gosto disso, o livro acaba não sendo uma coisa natural, pura e simples... fica muito superficial... Argh!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Ganhei esse livro em uma promoção! Tomara que não seja tão inferior ao filme como falam!

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Ao contrario do que falam o livro é ótimo, eu li livro e também vi o filme,o livro pode até ser baseado no filme mas tem muito mais detalhes... Talvez as pessoas não tenham gostado do final do filme, por não ter o grande final feliz com um lindo vestido e um príncipe encantado.Bem pra começar, essa nova versão é completamente diferente de todas as versões anteriores já vista.A ler Branca de Neve e o Caçador percebi que ela não era apenas uma linda garota há espera de um príncipe encantado, ela era mais que isso.Ela passou dez anoz da sua vida trancafiada, pensando em tudo que ela tinha vivido de ruim e ainda vivia,em como perderá sua mãe ainda criança, e seguida seu pai sem saber os motivos reais pra tamanha crueldade, o porque da Ravenna te-lá poupado a vida quando teve a chance mata-la.
    Branca de Neve mostrou força,coragem, determinação e ousadia quem em muitas historias de contos de fadas não mostra.Em historias mais comuns as princesas sempre são mostradas como o ela fraco dos contos,como a donzela frágil a espera de um belo príncipe para regata-la, se casar com ele e viverem felizes para sempre, fim.Mas,essa nova versão me deixou tão fascinada, que havia me esquecido que era apenas um conto de fada,pra mim era como se eu estivesse lendo uma historia de guerra,exilo,reino perdido e a esperança de reconquista-lo.
    As pessoas que viram o filme me disseram que o final foi besta e coisas do tipo, mas as pessoa estão acostumada a sempre ver o esperado felizes para sempre selado com um lindo beijo apaixonado.Elas não perceberam o real fato da historia, que era mostrar que finais felizes não precisa ser finalizado com lindos casamentos e beijos apaixonados.
    Pode acabar assim...Branca após perder seus pais,seu reino,depois ter conseguido fugir da prisão enfrentou perigos que podia lhe custar a vida, e mesmo assim não desistir de lutar,poder ver além das adversidades e mostrar pra quem pensa que você é fraco o quanto você tem força pra superar seus próprios medos e garra pra lutar por aquilo que você acredita e vai conquistar,lutar por quem ama sem pensar em seu próprio bem estar,enfim ser feliz apenas por ver as pessoas que creditaram suas vidas a você, felizes.

    Espero que todos também desfrutem dessa maravilhosa historia de superação e conquista!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu assisti o filme e meu filho leu o livro e assistiu o filme tb. Eu gostei do filme como distração. Realmente teve efeitos especiais muito bonitos, mas não fiquei com vontade de ler o livro. Ainda bem que meu filho leu e resenhou pra mim lá no blog.

    E como sempre, sua resenha é 10 Sabrina!

    Beijo

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  11. Se eu falar que ainda nem assisti o filme desse livro. Tenho uma curisidade imensa em ler esse livro, ele me parece ser bem facil de se ler, e nao tem uma narrativa tão densa.

    ResponderExcluir
  12. Eu assisti o filme e quando fui ler o livro, tudo fez mais sentido!
    O livro é fácil de ler e tira todas as suas dúvidas do filme kkkk
    Parabéns pela resenha, adorei!!!

    ResponderExcluir
  13. Adorei sua resenha, já vi o filme e adorei! Aliás, estou amando essa nova fase de releitura de clássicos! Chega de esteriótipos, nem as histórias dos irmãos Grimms eram tão melosas e 'felizes para sempre' como nos mostram atualmente! tava mais pra botar medo nas pessoas e adverdi-las sobre os perigos do que entreter alienando!
    Fiquei com muita vontade de ler o livro! ^^

    ResponderExcluir