='cap-left'/>

E. L. James - Cinquenta Tons de Liberdade

Cinquenta Tons de Liberdade
“Cinquenta Tons de Liberdade” é o último livro da Trilogia Cinquenta Tons, da autora E. L. James, publicado no Brasil pela editora Intrínseca.  Resenhei os outros livros no blog, caso tenha interesse de conferir a resenha – se não tiver lido ainda – é só clicar AQUI.

O livro pode conter spoilers para quem ainda não leu os antecessores.

Tudo que é bom tem um fim, e infelizmente esse é o último livro da Trilogia centrada no delicioso casal Anastasia Steele e de Christian Grey. De um lado, temos uma jovem de 20 e poucos anos que conhece o homem da sua vida, mas como nada é perfeito (apesar de ter quase certeza que o Sr. Grey é) o cara – bilionário, filantropo e sexy – tem uma passado obscuro e gostava de BDSM.

Depois de viver uma relação com altos e baixos, Ana e Christian estão finalmente bem. Ela viveu um conto de fadas e agora é Anastasia Grey, a esposa de um dos homens mais desejados do mundo.

Em “Cinquenta Tons de Liberdade” E. L. James nos leva a conhecer a vida de casado de nossos queridos personagens. A história começa com os dois já unidos, mas várias vezes a autora nos transporta para o período antes do casamento.

Nesse terceiro livro também passamos a conhecer um pouco mais sobre o passado de Christian, que agora está acessível a revelar sua infância para a esposa. Porém não esperem grandes explicações, pois a autora realmente revela bem pouco. Gostaria de saber mais sobre a adolescência problemática dele, em que começa um “relacionamento” com a Elena.

Para dar um pouco de ação e suspense ao livro a autora dá continuação aos atentados a vida dos Sr. E Sra. Grey. Já imaginava quem era o bandido, mas fiquei surpresa pelo motivo da pessoa odiar tanto o Christian. Ainda temos um drama relacionado a um familiar da Ana e a uma novidade que gerou cenas bem intensas entre o casal.

A história de Christian e Anna me agradou bastante desde o primeiro livro. “Cinquenta Tons de Liberdade” fecha bem a trilogia, somos até presenteados com um lindo final.
Não vou mentir e dizer que essa foi o melhor romance que já li, mas está entre os melhores. Não imaginava que ia apreciar o enredo e fico feliz de ser uma das pessoas que curtiram.

Já estou com saudades de Christian –  o lindo mocinho que, apesar de ser adulto, muitas vezes de atitudes adolescentes; e também de Ana, que começou a história como uma mocinha desastrada e submissa, mas que no decorrer da trama se tornou alguém forte que sabe se impor.

Espero que sejamos agraciados com mais romances no estilo, que tenha uma história tão fofa quanto a Sr. E Sra. Grey.
Recomendo a Trilogia e espero que se apaixone por ela como me apaixonei!

Trilogia Cinquenta tons de cinza, de E L James
3 - Cinquenta tons de Liberdade.




  



click to zoomMais Informações em: 


Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Acho muito legal quando vejo um blog que não critique a trilogia! Eu também adorei, sem dúvidas é um romance muito lindo! adorei a resenha! bjos! :)

    ResponderExcluir
  2. Uau!! Fiquei curiosa agora!! Nao sou muito fã de 50 tons achei o primeiro livro muito chato a Ana é muito insegura, inexperiente, e muito sem nocao por aceitar um relacionamento com o Sr.Cristian Gey mas, nao estou aqui pra julgar ninguem rsrs, gostei muito mais do segundo livro pelo fato de que ambos os personagens estam mais amadurecidos e estao mais consciente das suas escolhas, e tive que dá o braco a torcer e dizer que esse livro nao é de todo ruim rsrs, e muitas pessoas falaram que o livro era pesado demais e etc, mas nao achei, ele é ate mais leve do que muitos que tem por ai. Enfim, estou bem curiosa pra ler o ultimo livro da trilogia e espero que eu goste e que a autora saiba fechar bem esse livro que fez tanto sucesso!! Otima resenha.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Eu confesso que chorei horrores quando terminei de ler o livro, e já estou com os olhos cheios de lágrimas só de ler sua resenha. Fiquei muito triste de saber que não teriamos mais o Christian Gray em nossas vidas. É claro que amei o livro, e concordo plenamente com você em todos os pontos da resenha, fiquei feliz com o final do casal com o Ted, e me surpreendi muito com o Christian depois de todo aquele ataque por causa da grávides, mas no fundo podemos ver tudo o que rondava a cabeça de nosso amado dominador e entender seus receios em ser pai. Amei que a Ana soube se impor, embora eu tenha odiado algumas atitudes dela no livro, numas partes de muita ação que acho que você sabe qual é, mas ainda bem que corre tudo bem, e é ai que vemos o qual grande é o amor da Ana pelo Christian e do Christian pela Ana!
    Amei sua resenha, você soube falar bem do livro, sem soltar muitos spoilers pra quem ainda não leu. Sei que muitos não gostm da trilogia, pelo seu gênero, o que no primeiro livro é meio que um choque pra quem não é acostumado com o estilo como eu, mas depois do baq inicial tudo é só flores, porque o livro vai ficando ótimo, e cheio de mistérios e romance, e no último livro quase não vemos cenas de sexo, é bem simples e contagiante a alegria dos dois na lua de mel e pré-lua de mel!
    Adorei a resenha!
    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Óin, eu também adorei acompanhar essa trilogia deliciosa ^^ Concordo que não é o melhor do mundo, mas está sim entre os melhores. Não esperava que fosse gostar tanto depois que fiquei um pouquinho decepcionada com o primeiro.

    O final é uma coisa tchuca de tão linda!!! O Grey é lindo, fofo, infantil, ciumento, um dos melhores mocinhos deste ano. Adorei acompanhar os "50 Tons" dele.

    Ótima resenha, bjos dear!

    ResponderExcluir
  5. Olá, ainda não li nenhum livro da trilogia, mas estou muito ansiosa para ler. Esse gênero está dominando hoje em dia e E.L James soube como conquistar os leitores, sempre vejo críticas positivas sobre o livro.
    Quero muito lê-lo em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Já li a trilogia e concordo com vc!!
    A autora deveria falar um pouco mais mesmo da sobre a adolescência problemática do Christian e seu “relacionamento” com a Elena, ela deixou mtu superficial e nos deixou com vontade de querer mais kkk
    Para mim o último livro foi o que eu mais gostei, posso dizer que tem mais "aventura". A lua de mel do casal é mtu engraçada xD
    Amei sua resenha, está de parabéns!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Não li os livros da trilogia. No ínicio não estava tão interessada assim, mas agora acho que vou dar uma chance para eles, em breve.

    soniacarmo
    retalhosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Comprei o livro esses dias para trás e adorei o desfecho. Apesar de começo ter um certo receio em ler esse livro, assim que comecei me apaixonei pela história da Ana e do Christian. ♥

    ResponderExcluir
  9. Li a trigolia 50 Tons, amei os livros e me apaixonei por Christian e Anastasia.
    A trilogia foi muito criticada mas também muito amada, enfim....
    Sou uma leitora voraz, leio livros tecnicos para o meu trabalho e estes acho que podemos criticar quando naõ nos ajudam no trabalho, é uma coisa tecnica.
    Mas romances, para mim, são leituras para rir, chorar, amar, enfim sair um pouco da realidade, fico chateada quando leio criticas sobre livros que as pessoas não são obrigadas a ler mas leem !!!

    ResponderExcluir
  10. Surtandooooooo!

    Aff, apesar de realmente não ser o livro do ano e tal, ser muito repetitivo em várioas frases e tal, eu AMEIIIIIIIIIIIII.
    Christian Grey É O CARA minha gente, mesmo com todo aquele drama e tal eu me apaixonei por ele que me envolvei em seus 50 TONS e o quarto da DOR (Ah se eu te pego lá Grey) kkkkkkk.
    Já da Ana tenho de dizer, que cargas 'água deu nela pra não quebrar a cara daquela Helena (bandida, vadia, cachorra.... etc e etc) PELO AMOR DE DEUSSSSSSSS cadê a fibra da mulher nessa hora, está lá aquela bandida querendo o homem dela (meu) e ela simplesmente bancando a educada???

    FORA ISSO (rsrsrsrsrs) GOSTEI da trilogia, agora e sentar e esperar o FILME que espero que não seja mutilado, ou que surte e coloquei uma classificação abaixo de 18 anos!


    Faby (depois do surto) Adoro Romances de Aracaju.

    P.S: GREY tem dona já viu! EU!!!!!!! #PirigueteLiteráriaTotal

    ResponderExcluir
  11. Nossa o mercado editorial mundial não foi mais o mesmo depois do lançamento de 50 Tons,crítica positivas,negativas,o livro causou muita polêmica, e trouxe vários outros em sua onda.
    Tem leitor que amou,ou odiou,acharam Christian e Anastasia, um casal perfeito.
    A trilogia vai ganhar filme,e já começaram as apostas para descobrir quais serão os protagonistas.
    Ganhei de presente mas,ainda não li então por enquanto vou ficando na expectativa depois de tantos comentários

    ResponderExcluir
  12. Estou no segundo, o primeiro pra mim foi uma decepção esperava mais do livro, afinal o livro teve uma repercussão extraordinária que na minha concepção deixou a desejar.
    O segundo está melhor, está revelando aos poucos sobre ele..Pelo que li de sua resenha a chances de mudar de opinião, assim espero.

    ResponderExcluir
  13. Adorei, terminei em Dezembro, mas ainda revejo alguns trechos, muitas saudades... é uma revisão que fazemos do amor, da ligação entre um homem e uma mulher, apesar de não faltar o dinheiro na história ele só é instrumento desse amor não o foco..

    ResponderExcluir
  14. Como disse na resenha do livro dois, estou lendo o volume um e pretendo ler os outros dois. Não achei nada de extraordinário, pelo menos até agora. Espeo que o segundo e o terceiro volume melhorem e eu não fique decepcionada.

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela resenha. *-*

    Ah, mas dentro dessa nova febre de romance hot, eu recomendo um nacional "Redes Sensuais". Ele me tocou por ser mais real e pela trama mais elaborada sem deixar de lado o erotismo.

    Eu fiquei sabendo deste livro pelo Facebook e comprei pela internet, mas agora apareceu uma versão gratuita aqui neste link http://ge.tt/78mDJLP. Quem curte esse tipo de romance vale a pena conferir.

    ResponderExcluir
  16. Finalmente alguém falou de "Redes Sensuais" então não estou ficando louca!!! Porque este livro só eu conheço, ninguém nunca ouviu falar. O problema é que trata-se de uma história com sexo sim, só que é bem mais intrigante e exige mais atenção (e inteligência) do leitor. Não sabia da versão gratuita comprei o meu pela internet ao ver a indicação em um blog e adorei!!!!
    Quanto ao "50 Liberdade" a resenha é boa mas estou na dúvida. Preciso de algo forte, mas que tenha a ver com a minha realidade, que eu possa me identificar. Afinal, conto de fadas já passei da idade...

    ResponderExcluir
  17. Não sou muito fã da série e nem da autora, por isso não leria.

    ResponderExcluir