='cap-left'/>

Ali Cronin - Nada é para sempre



“Nada é para sempre”, publicado pelo Selo Seguinte da Editora Companhia das Letras, retrata com propriedade a jornada de um primeiro amor, os medos e sonhos de Sarah ao se apaixonar por Joe em uma viagem de férias com sua família para Espanha.

Ela sempre foi a mais certinha do seu grupo de três amigas, enquanto Ashley era a pirigueti, Cass a namorada fiel e Donna a festeira, Sarah ainda era virgem e careta. Não que ela estivesse no aguardo de um grande amor, detestava ser virgem em seu grupo de amigas, mas estava resignada a ficar assim para sempre. Até que Joe, um conterrâneo britânico, a conheceu na viagem.

Os dois ficaram encantados, a primeira noite aconteceu...
Joe estava na faculdade, vivia em Londres.
Sarah estava ainda no colegial, vivia em  Brighton.
Poderia este amor dar certo?

Ele não ligou? Ela deveria ligar? Ele não respondeu a mensagem? Deveria ela mandar mais?
Ele estava sempre ocupado, será que iriam vir a ter um relacionamento amoroso, além dos encontros de sexo?

Em meio aos anseios gerados por sua vida sentimental, Sarah ainda tem que lidar com as consequências das mudanças que seu relacionamento trouxe em suas amizades. Ela não era mais a mesma de sempre, Joe havia lhe mudado...

O livro é um típico livro sessão da tarde, com um enredo previsível, mas que conseguiu prender minha atenção. O livro trata com maestria as neuras de Sarah, só que se não fosse pelo grupo de amigos que a cercam, iria ficar muito cansativo. Com uma narração fluída em primeira pessoa, Sarah só pensava em Joe, só em Joe, em Joe e Joe. Apesar de não desgostar totalmente da protagonista, tive ganas de sacudi-la e gritar: CHEGA, olha para frente ou tome alguma atitude!

A forma com que as amizades de Sarah é descrita também é um ponto positivo para o livro.  Ela e seus amigos mantiveram, no decorrer da trama, vários diálogos sobre suas vidas e sexo, cuja narração foi em um tom excelente de naturalidade.

“Nada é para sempre” é o primeiro volume da série Garota <3 Garoto de Ali Cronin. E o próximo livro contará a história da maluquinha Ashley. Apesar de não ser um livro excelente, estou MUITO curiosa para conhecer mais sobre as garotas e os garotos deste livro. Recomendo a leitura para aqueles que gostam de livros mais juvenis, que saibam sobrepujar o instinto de querer socar os personagens (risos).

Que venha logo o segundo volume! Enquanto isto, para quem quiser conhecer um pouco sobre o modo de escrita da Ali Cronin, a Seguinte disponibilizou dois breves contos, um que se passa antes de Nada é para sempre e o outro  este livro e o segundo volume.



                                                  
Mais Informações em:
Site Oficial da Ali Cronin  - Site Editora Seguinte




Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. O Titulo é muito sugestivo, mas não gosto muito de historias tipo "sessão da tarde", e com certeza vou ficar com raiva da protagonista por ser tão repetitiva. Mas como é uma coleção, quem sabe os próximos livros não estejam um pouco melhores.

    ResponderExcluir
  2. Ahh que lindo enredo!!! Me apaiconei pelo livro e vou acatar tua dica! Resenha muito bem feita por sinal!

    Queria te fazer um convite:

    Visite meu blog literário - www.culturaviciante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei! Já tinha visto esse livro há algum tempo, e lido umas resenhas dele. Fiquei super afim, apesar do tema, já sabia que ele era um leitura leve que você não morria de amores por ele, e que mesmo assim te prende. Quero MUITO ler, antes do lançamento do segundo livro. Quero acompanhar de perto essa série, acho que o segundo vai ser ainda melhor, por contar a história da Ashley que é mais safadinha, hahaha"

    ResponderExcluir
  4. Nossa, jura que a Sarah é assim? Que preguiça! Relacionamentos enrolados e pegajosos não são muito inspiradores.

    Márcia Desirée
    Tesouro Literário

    ResponderExcluir
  5. Oieee!

    kkkkkkkkkkkkk "que saibam sobrepujar o instinto de querer socar os personagens" rachei de rir! Nao sei se consigo conter este instinto de querer socar, nao! ;-)

    Nao eh um livro q me atraia mto, mas se um dia tiver a oportunidade talvez eu leia.

    Bjokas.
    Daniela
    Livros, Filmes & Musicas

    ResponderExcluir
  6. Não sei se lerei esse livro. Sua resenha me deixou bem desanimada, mas mesmo assim, gostei dela.

    ResponderExcluir