='cap-left'/>

Anne Plichota e Cendrine Wolf - Oksa Pollock e a Floresta dos Desgarrados



Alguns meses passaram desde o final de Oksa Pollock e o mundo invisível, primeiro volume da série de Anne Plichota e Cendrine Wolf, e tudo continua “normal” com nossa protagonista em meio à toda anormalidade presente na sua vida.

Oksa é uma Jovem Graciosa, futura líder da população do mundo invisível de Edefia, e por isto possui poderes incríveis como de levitar, dar socos sem tocar nas pessoas, mover objetos, correr muito rápido, criar tempestades, lançar bolas de fogo...  Há muito tempo a família de Oksa e mais alguns habitantes de Edefia, os de De-dentro e/ou Salve-se-quem-poder, ante uma traição horrenda saíram para o mundo de fora – nosso mundo -  e somente Oksa poderá ajuda-los a retornar para sua pátria, Edefia.

Oksa Pollock e a Floresta dos Desgarrados inicia-se  com o enquadramento (?) de Gus, melhor amigo de Oksa. Ao andar com os apetrechos da garota, ele foi confundido com ela e levado para dentro do quadro, para salvá-lo alguns Salve-se-quem-poder tiveram que ir atrás dela dentro do quadro.

Desta forma, os temíveis vilões da história, precisariam só pegar o quadro e poderiam, consequentemente, colocar as mãos em Oksa. Por isto, Dragomira, avó de Oksa e mais alguns Salve-se-quem-poder ficaram  fora responsáveis por zelar pela obra de arte mágica.

Dentro do quadro, depois de muitas explicações sobre o funcionamento do mesmo, foi descoberto que somente iriam sair se passassem por várias provas. E como já era de se esperar as provas foram todas muito, mas muito, muito mesmo, complicadas.

Oksa e seus amigos saíram bem do quadro? Será que todos ao seu redor são pessoas confiáveis?

Eu gostei bastante desde segundo livro, inclusive mais que o primeiro,  mas não há como não reconhecer que em alguns momentos a leitura revela-se enfadonha, novamente a quantidade de seres/explicações fez com que eu ficasse meio perdida e perdi um pouco o ritmo de leitura. Talvez se as autoras tivessem simplificado algumas coisas e enxugado alguns personagens o livro tivesse uma fluidez melhor.

Além disso, como negativo, ressalto que alguns diálogos parecem forçados demais, é estranho ver crianças tendo uma linguagem tão formal, algumas vezes mecânica demais.

Por outro ponto, é muito mais emocionante. Também pudera, para serem desenquadrados os salve-se-quem-puder tiveram que transpor vários complicados desafios. O passado é esmiuçado, várias situações inimagináveis, essenciais para o ocorrido no passado em Edefia, foram desveladas e fazendo com que a história se tornasse mais compreensível e cativante.  Vários segredos são trazidos à tona, mais vilões e pessoas que, aparentemente, eram de grande confiança, se mostraram ser grandes traidores.

Um triângulo amoroso também deu um gás maior na leitura. Foi fofo ver Oksa se apaixonando ainda mais por Tugdual Knut e, ao mesmo tempo, o sentimento dela em relação ao Gus, que estava ficando triste pelo relacionamento dela. Espero que esta situação seja mais abordada no próximo livro, fico na torcida.

Apesar de não serem meus livros favoritos, a leitura da série Oksa Pollock, até o momento está se mostrando prazerosa. Que venha o próximo!

Para conhecerem mais indico que acessem ao site da série AQUI.



Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Eu DETESTO Oksa Pollock. E não tenho receios de usar uma palavra tão forte...
    Eu nem terminei o primeiro livro - aliás, foi o único que abandonei em mais de três anos... Não sei o que o livro tem que causa tamanha repulsa em mim (ok, talvez eu tenha algumas ideias sobre quais são os motivos).
    Nem cheguei a tentar ler esse segundo livro... apesar de saber que muita gente curtiu Oksa Pollock, essa é uma história que definitivamente não é para mim.

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu lembro que tu tinha detestado, que penou até largar o livro hahahahah Mas é gosto, né?

      Tem gente que idolatra algumas séries que eu detestei, como a da Stephanie Plum...

      Se serve de consolo Nanie o dois é melhor... :)

      Excluir
    2. hahaha
      Lari, não serve muito de consolo não, porque essa série eu não arrisco mais =D

      Eu sou meio doida nos meus gostos... eu não gosto de Hush, Hush... vai vendo por aí.

      Gosto é gosto mesmo - ainda bem que cada um tem o seu! hahahahahaha

      Excluir
  2. A série parece ser muito legal com de aventura e sobrenatural.
    A capa é show.
    Interessante o livro adoro acompanhar Gus e Oksa.
    As outras capas estão muito criativas.
    Agora, é bom ver as mudanças de vários personagens desde o primeiro livro.
    Nossa já é o final da série,gostei das capas.
    Com certeza muita aventura no livro e Oksa parece ser uma verdadeira heroína!

    ResponderExcluir
  3. Awn, eu quero ler esse livro tipo, pra ontem já uahs
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tive oportunidade de ler o primeiro, mas tenho ele aqui comigo, esta na fila de leitura.
    Mas não gostei de saber que tem um triangulo...ando com birra disso, na minha opinião se vc tem duvida entre duas pessoas vc não ama nenhuma...
    Mas logo irei começar a ler a serie espero gostar como você,
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Eu não assisti a série e nem livro o livro. quero muito ler e tirar minhas próprias conclusões. Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  6. Eu não li o livro nem vi a série, mas tenho muita vontade de ler. Gostei da resenha, muito boa.

    ResponderExcluir
  7. A capa me lembra aqueles livros que me fizeram pegar gosto pela leitura, os da série vagalume. E sabe que pela resenha a história bem que poderia ter sido lançada por eles, direcionada para um público bem jovem. Eu acho muito bacana ter lançamentos legais pra essa turma. E sim, eu as vezes releio... hehehehe

    ResponderExcluir
  8. Nao comecei a ler essa serie ainda mas ouvi muita gente falando super bem da serie. Menos a Nanie ali em cima. rs.
    Ontem mesmo estava no sebo e ia pegar o primeiro livro mas acabei desistindo. Depois da sua resenha me arrependi, acho que deveria ter comecado a serie.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir