='cap-left'/>

Nicole Peeler - Garota Tempestade



“Prepare-se para muitos “uaus” daqui para frente, Jane” p. 72

Estou encantada depois de terminar a leitura!

Escrito em primeira pessoa, Garota Tempestade conta a história de Jane True, uma mulher de vinte e seis anos que vivia na pacata cidade de Rockakill, Maine! Ela trabalhava em uma livraria, zelava muito por seu pai, principalmente porque sua mãe havia os abandonado quando ela tinha somente seis anos, gostava de cozinhar, não tinha um armário cheio de roupas e nem uma vida social, tinha uma gaveta secreta com tudo que havia ganhado de apetrechos eróticos das donas da livraria...  Sua vida aparentemente era normal, exceto o fato de ela possuir um estranho dom de nadar em um mar congelante de forma nada normal!

Por isto, há oito anos atrás seu namorado, seu grande e único amor, havia morrido na tentativa de salvá-la de um afogamento, o qual devido ao dom que possuía não chegou perto de acontecer.   Depois disto, todos passaram a olhá-la de uma forma diferente na litorânea cidade, até mesmo porque, a morte de Jason para algumas pessoas não foi bem explicada, sendo ela possuidora de culpa. Era a ovelha negra da cidade.

Numa dessas noites no mar, Jane reviveu um antigo acontecimento de seu passado ao achar um corpo boiando no meio de um perigosíssimo redemoinho.  Com isto Jane não apenas resgatou o corpo do homem, como também acabou por descobrir a sua genética esquisita: não era totalmente humana, sua mãe era uma selkie, um ser sobrenatural.

“ – (...) Sua mãe era uma selkie; sua outra forma era de uma foca.
Ai, merda,  pensei, eu havia assistido ao filme
A lenda da Vida. Se o que aquelas pessoinhas
estavam falando  fosse verdade, tanta coisa seria explicada...” p. 43

Após isto foi uma sucessão de apresentações, por incrível que pareça várias pessoas sobrenaturais conviviam com ela sem que ela tivesse a mínima noção, desde súcubos, gnomos, elfos, homens pedras, seres que se transformavam em animais... uma misturança dos mais inimagináveis seres!

Devido ao assassinato, foi encaminhado para a cidade um detetive para investigar a situação, um vampiro gostosão chamado Ryu! Em meio às investigações, um romance quente se inicia! Após longos oito anos ela estava tendo um relacionamento...

“Para de dizer ao cara que ele é lindo!, ordenou minha
mente, embora minha boca continuasse
a vomitar palavras constrangedoras”. p. 56

Outro assassinato ocorre na cidade... Um mistério pairando no ar, o que estava acontecendo?!
Uma viagem até a corte, tentativas de assassinatos, uma grande luta, muitas cenas calientes... e Garota Tempestade é só o início da jornada de Jane True!

“(...) Não havia nada que me fizesse ir a alguma lugar próximo à Corte de Ryu.
Nada de nada. Nada nesse mundo me faria ir....
E logo Ryu estava me beijando.
E logo eu estava concordando com tudo o que ele dizia.
Cretino.”  p. 163

Oh, estou apaixonada. Ryu é quente, muito quente. Um personagem cativante pela forma com que trata e cuida de Jane. Confesso que quando li que ele tinha 1,75 de altura queria detestá-lo, afinal, não gosto dos meus amores baixinhos (risos), mas ele conseguiu me deixar suspirando todo o livro!

“Por que estou tendo essa reação com esse cara?
Estou parecendo um rapazinho de treze anos que acabou
de ganhar a primeira Playboy do pai. Isso é ridículo! Controle-se mulher” p. 108

Além de o livro ter me conquistado por Ryu, o que me deixou ainda mais cativada foram as divagações de Jane!  Adoro livros em primeira pessoa por sempre nos aproximarem da (o) protagonista (o), mas Garota Tempestade foi além disto. Foi MUITO BOM ler os devaneios dela, sobretudo por serem permeados de duas vozes: a garota boa e a garota dominada por sua libido e também por serem engraçados, como os trechos abaixo:

“... Você não deve julgá-lo por ter presas, uma vez 
que ele não julgou você por ter pirado. Isso sem falar 
que vampiros são quentes... na cama.
Você não está ajudando, repreendeu-me o aspecto mais 
virtuoso da minha personalidade.
Os deuses ajudam aqueles que se ajudam, 
minha libido sorriu maliciosamente (...)” p. 79

Será que sou apenas uma versão sobrenatural da promoção do Big Mac?, pensei. Suculento, barato e ainda vem com refrigerante de 500 e batata grande!.” p. 182

“(...) Fiquei pensando  no famoso poema de Jonatha Swift, “O quarto de vestir da madame”, especialmente sobre o trecho que diz “Celia, Celia, 
Celia faz cocô!”, no qual o narrador descobre que 
o amor de sua vida – a angelical Celia – vai ao banheiro como todos nós. Em filmes e livros você nunca vê Drácula parar de perseguir sua heroína virginal porque está apertado para fazer xixi. Mas aqui eu estava aprendendo que, 
exatamente como Celia, a comunidade
 sobrenatural – com certeza – fazia cocô. 
Achei isto estranhamente confortante”. p.232

Outro personagem que também promete muito e que deve ser a outra ponta do triângulo é Anyan, um Barghest. Tendo a forma de um cachorro grande, ele sempre cuidou de Jane em segredo, mesmo quando ela estava namorando Jason. Claro que ele  não gostava muito de Ryu, inclusive alertou Jane que vampiro pode não ser o que aparenta. Será que nosso príncipe é sapo? Só saberemos no próximo livro.

Ah, e  o glamour! Quando li Ryu falando que o que fazia ele manipular a mente dos humanos era glamour tive que voltar e reler. Adorei a palavra para isto (risos). Glamour, de onde Nicole Peeler tirou isto?! Os nomes dos estabelecimentos também deram um charme ao livro, em  Rockakill temos a Churrascaria Bucho Cheio, a livraria Morrer de Ler, Lanchonete Chicqueirão e o bar Pocilga.

O livro é realmente bom. É leve, recheado de trechos engraçados, um romance fogoso, mistério e agitação. A-M-E-I. 

Como nada é perfeito, só gostaria que três coisas fossem diferentes: apesar de a Editora Valentina ter usado a capa conforme a internacional, gostaria de que o livro tivesse outra. Ela não é feia, nem tampouco bonita, mas o livro é tão bom, mas tão bom que uma capa mais condizente poderia atrair mais o público.

Além disso, em alguns momentos senti falta de nota de rodapé.  Nicole Peeler usou no texto várias citações de livros, filmes, músicas e pessoas que eu não conhecia e, por isto, perdi um pouco do entendimento dos trechos. Claro que na maioria das vezes o contexto me indica o que significa,  no entanto, breves explicações melhorariam a leitura.

Por fim, meu maior problema com a leitura é o fato de não ter o segundo em mãos! OH, MY GOD! Repetindo, eu A-D-O-R-E-I o livro e me faz penar pensar que posso demorar meses até ter o segundo, de seis livros, na mão! Publica logo Caçadores de Tempestade Editora Valentina.

Mais que recomendado. Espero que todos tenham a possibilidade de ler este livro e se deliciem da mesma forma que eu!
“Se iria ao encontro da morte naquela noite,
pelo menos iria em grande estilo. O que quer dizer que
você deve ir de calcinha, pensei.
Olhei para o deslumbrante vestido pendurado no cabide.
Ãh-Ãh.” p. 237

Série A magia de Jane True:
     1. Tempest Rising – Garota Tempestade
2. Tracking the Tempest – será publicado com o título Caçadores de Tempestade
3. Tempest’s Legacy,
4. Eye of the Tempest
5. Tempest's Fury
6.  Tempest Reborn


click to zoom
Mais informações em: 
Site da Editora Valentina (em construção)
@EdValentina - Facebook da Editora





Comentários
34 Comentários

34 comentários:

  1. Oi Lari!
    Me diverti muito com esse livro! Não vejo a hora de ler o segundo \o/
    bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lari.

    Amei sua resenha...Esse livro parece ser ótimo. Estou bem ansiosa para lê-lo, só falta conseguir encaixá-lo na fila de leitura.

    Até o próximo post!
    Lu ♥ Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  3. Agora entendi a comparação com os livros de Sookie Stackhouse! Romance caliente, onde a protagonista, meio-humana, meio-sobrenatural, se envolve com um vampiro bonitão e tem uma espécie de shapeshifter, que se transforma em cão, como possível affair futuro. Tudo permeado com um assassinato como pano de fundo...

    Parece muito com o primeiro livro da Sookie! Até a idéia da capa ser desenhada lembra o livro em questão. A diferença é que a arte do livro da Sookie dá de mil a zero na desse livro. Enfim, talvez desse uma olhada, mas só pela tua resenha!

    ResponderExcluir
  4. Agora entendi a comparação com os livros de Sookie Stackhouse! Romance caliente, onde a protagonista, meio-humana, meio-sobrenatural, se envolve com um vampiro bonitão e tem uma espécie de shapeshifter, que se transforma em cão, como possível affair futuro. Tudo permeado com um assassinato como pano de fundo...

    Parece muito com o primeiro livro da Sookie! Até a idéia da capa ser desenhada lembra o livro em questão. A diferença é que a arte do livro da Sookie dá de mil a zero na desse livro. Enfim, talvez desse uma olhada, mas só pela tua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, não li Sookie, somente li os livros desta autora da série Happer Conelly, por isto resolvi não fazer comparações com a Sookie, nem sabia que havia tanta similaridade...

      Mas, quanto as autoras, pelo que pude notar, comparando Harper com Jane True, a Nicole Peeler tem uma pegada mais voltada para o humor, sua heroína consegue ter "pensamentos" mais reais e ao mesmo tempo sem noção hahahaha, e também tem cenas hots mais detalhadas... Como disse, não li Sookie, pode ser que seja muito mais leve e humorado que Harper...

      :)

      Agora fiquei louquinha para ler os demais livros da Charlaine!

      Beijos,

      Excluir
  5. Esse livro parece um daqueles que me conquistariam principalmente pela protagonista. Tenho que dizer que amei os trechos em que ela conversa consigo mesma? Porque eu realmente adorei.
    Parece ser realmente divertido e leve de se ler, então com certeza eu quero muito mesmo ler Garota Tempestade.
    E adorei os nomes dos estabelecimentos. 'Lanchonete Chicqueirão' foi o melhor na minha opinião.

    ResponderExcluir
  6. Eu quero ler esse livro!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Lari, já tinha visto esse livro e não tinha visto nenhuma resenha, muito menos lido a sinopse. Pra falar a verdade acho que foi pela capa. E fiquei curiosa por tanto ouvir falar, e resolvi ler, e num é que gostei. Já tinha lido um conto no livro Amores Infernais que falava dos selkis, e achei um ser sobrenatural bem diferente de tudo que agente vê por ai nos livros. Gostei bastante da resenha e dessa mistura de vários seres sobrenaturais na história. Espero ler em breve e me divertir e mar tanto quanto você gostou. E depois de ter lido a resenha minha opinião sobre a capa só se concretizou, como você também não gostei muito, na verdade não achei muito condizente com o livro, e acho que ela não atrai muito as pessoas, pelo menos eu não me atrai pela capa, e sim pela curiosidade mesmo.
    Beijos.
    Sabrina Piano - Doces Leituras
    doces-leituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Quando vi a capa achei que fosse meio infantil, mas pela resenha, achei bem legal, espero poder ler em breve...
    http://feliciity-unjourdepluie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu amei a capa desse livro, embora tenha um aspecto infantil....
    Adorei sua resenha...deu muita vontade de lê-lo....afffff!
    Mas prometi que não vou comprar livros de inícios de séries esse ano e vou aguentar firme pra cumprir...embora a tentação por esse seja enorme!!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Acabei de ver seu comentário em minha resenha lá na Saleta e corri aqui para conferir a sua, afinal talvez uma das melhores coisas da blogosfera literária seja a possibilidade de falar dos livros com quem realmente leu o texto.

    Pelo visto temos opiniões diferentes sobre a história, eu achei que as cenas quentes foram excesso, já você achou que foi um dos grandes charmes do livro e isso é ótimo, toda unanimidade é burra é bom haver discordância.

    Curti sua resenha e todo o entusiasmo, também estou ansiosa para o próximo e sim já sou totalmente apaixonada pelo Anyan e estou na torcida dele, acho o Ryu totalmente perfeito.

    ResponderExcluir
  11. Mais uma série que vou anotar para ler mais para frente. Esse livro tem uma capa bonitinha e a história parece-me ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  12. Lari mulher! Que vontade louca que me deu de ler esse livro! Concordo com você quanto a capa, por esse motivo não havia me interessado em saber mais da história. E agora estou super curiosa! Vou já adicionar no skoob! rs

    Beijos,

    Marcelle
    bestherapy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Julgando pela capa. Nem tinha me preocupado em ler a sinopse, achei que seria um livro bestinha, mas olha só como estava MUITO enganada.
    Agora fiquei na vontade de conhecer " a garota boa e a garota dominada por sua libido" e esse Ryu.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  14. Oi, Lari.
    Nossa parabéns pelo post e para a Editora Valentina pelo lançamento do livro ‘Garota Tempestade".
    Gostaria de saber mais sobre o tema fantasia urbana,como será que Jane vai entrar nesse mundo para criaturas sobrenaturais assustadoras?

    ResponderExcluir
  15. Estou lendo e amando meninas!
    A Jane é muito engraçada, mas muito mesmo! kkkk
    E apesar daquele monte de criaturas bizarras (muito) kkkk estou me divertindo pra valer!

    Faby - Adoro Romances de Aracaju

    ResponderExcluir
  16. Sinceramente eu olhei a capa e o titulo e imaginei um tipo de historia, mas ao ler a resenha, nem cheguei perto, e nossa esse livro parece ser muito louco e muitoooo bom... tem que ir pra lista com certeza! Oo

    ResponderExcluir
  17. Essa resenha só fez com q eu ficasse com mais vontade ainda de ler esse livro!!!

    ResponderExcluir
  18. Lari,
    Com certeza eu vou ler.... esta é a primeira resenha do livro que leio e já estou apaixonada. Mas... vou esperar todos saírem. Não aguento mais sofrer esperando séries.

    Beijos
    Márcia Desirée
    http://www.tesouroliterario.com/

    ResponderExcluir
  19. A capa não chama muito a atenção e nem deixa a curiosidade de ler o livro,como as capas da série hush hush,mas vale a pena dar uma chance pela sua resenha,valeu;)

    ResponderExcluir
  20. A capa não chama muito a atenção e nem deixa a curiosidade de ler o livro,como as capas da série hush hush,mas vale a pena dar uma chance pela sua resenha,valeu;)

    ResponderExcluir
  21. Oi Lari,

    Eu adorei também o livro, me surpreendi bastante com o enredo e a pegada mais adulta em algumas situações. Mas ao contrário de vc (e de um moooonte de gente rsrs) eu gostei da capa, achei super fofa mesmo tendo um estilo meio infantil. Estou bem ansiosa pela continuação!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  22. Confesso que quando vi a capa a primeira vez eu achei que não seria um livro bom, mas então lembrei da capa de Harry Potter e Percy e percebi que tinha que conhecer mais do livro, ao ler as resenhas, amei, adoro seres sobrenaturais e gostei do fato de ela não ser tão jovem, desconfio que Ryu não seja um vampiro bonzinho e já amei Anyan.

    ResponderExcluir
  23. Adorei a resenha, logo a gente se identifica com a personagem, né... Sobre o Galmour, exite esse termo no RPG. As fadas se alimentam dele e o que as mata é a banalidade... Enfim, uma referência. Bjus!

    ResponderExcluir
  24. Muito legal!
    Parece ser uma leitura dinâmica e envolvente. Parabéns pela resenha e pela empolgação contagiante.

    ResponderExcluir
  25. Obaa, é muito bom saber que tu te encantou com o livro. Ja o conhecia e estou desesperada para lê-lo. Só agoora fui saber que tem continuação.. :O Que demaaaaaais *----*

    ResponderExcluir
  26. A-D-O-R-E-I a Resenha \o/ OMG a minha primeira impressão quando vih a capa deste livro,pensei que fosse algum tema infantil :o A capa tem suas contradiçoes (parece capa infantil mais não é), porém o enrredo é Fascinante \o/ Amei a história os personagens,o tema sobrenatural é incrivel \o/ Espero ler Garota Tempestade em Breve *-*

    Bjsssssss.....:D

    ResponderExcluir
  27. Adorei a resenha tenho muita vontade de o livro, ja li o 1°capitulo e fiquei muito curiosa pela historia, ja tinha ouvido falar que era parecido com os livros da Sookie Stackhouse que comecei a ler mas perdi o interesse no livro 7 ou 8, espero ter uma chance de esse livro em breve, apesar de não gostar muito desse tipo de capa.

    ResponderExcluir
  28. Quando vi a capa, imaginei que era uma publicação voltada para o público infanto-juvenil, mas pelo que você disse, não é mesmo. Cenas de sexo?!?! Será que todos os livros hoje em dia terão que ter obrigatoriamente?!?!
    Bem, como amante de sobrenatural, acho que irei gostar dessa história. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  29. Gostei da resenha, parece um livro bem legal, já esta na minha listinha.

    ResponderExcluir
  30. Ótima resenha, amei os quotes.
    O livro parece ser ótimo, estou ansiosa para lê-lo, só falta arrumar um tempinho entre os trabalhos da faculdade. Hahahaha.

    Beijos, beijos
    =D

    ResponderExcluir
  31. Quando eu vi esse livro pela primeira vez, não fiquei interessada, mas depois de ler tantas resenhas positivas, eu vou adorar lê-lo!!

    ResponderExcluir
  32. Quero mt ler esse livro fiquei bastante interessada depois q vi algumas resenhas....a capa é bem fofa qnd a vi pela primeira vez achei q fosse meio infanto-juvenil =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    Bjs

    ResponderExcluir