='cap-left'/>

Ali Cronin - Dizem por aí


Dizem por aí, da Editora Seguinte,  é o segundo livro da série Garota < 3 Garoto da escritora inglesa Ali Cronin. No primeiro livro da série fomos apresentadas aos personagens: um grupo de sete amigos que estão na escola e seus dramas amorosas.

Neste livro conhecemos a história de Ashley Green - não a de Crepúsculo - uma garota que havia perdido a virgindade aos 14 anos, traído seu primeiro namorado, e que passou a usar o sexo de forma indiscriminada, aproveitando cada momento para se jogar em braços masculinos.

Logo nas primeiras páginas ela conhece Dylan, amigo do primo de sua melhor amiga Donna, e fica completamente encantado. Ele era lindo e fofo, jamais se apaixonaria por ela... Será?

O enredo é basicamente este. A leitura não é nada excepcional, mas apesar de tudo que irei narrar abaixo, eu gostei do livro.

Recebi Dizem por aí na terça – dia 23.04 – e na quarta de noite, depois de horas na faculdade e de um estágio de 6 horas, terminei a leitura. Ou seja, é um livro difícil de largar, mesmo recheado de coisas que poderiam ser melhores.

A narrativa dele é em primeira pessoa, e normalmente AMO quando é assim, há mais possiblidades de haver uma empatia com um personagem, a não ser que ele seja CHATO. E Ashley é chata, como é chata! 

Ali Cronin criou um livro totalmente sob o foco da protagonista, mas sem que ela tivesse grandes matizes, exceto sua sexualidade exacerbada – ou não. Existe um drama familiar, para dar uma condensada, mas o drama é tão sem drama, ficando sem propósito, que só irrita. 

Afinal, a protagonista tinha uma mãe que a amava, uma irmã menor fofa que, mesmo sendo atingida pelas atitudes sem noções da Ash, a apoiava... Qual era seu problema? Só o fato de ser adolescente – leia-se ABORRECENTE? Ela ainda tinha os amigos ao seu lado sempre, um grupo grande de pessoas que estavam sempre dispostos a ajudar. Então qual é o drama? Não sei, mas teve (risos).

Ash é uma protagonista sem noção, mas ao mesmo tempo tão humana, que talvez por isto a leitura tenha me cativado. Tive vontade de entrar dentro do livro e chutá-la por estar caidíssima pelo Dylan, ser uma pessoa aparentemente tão ousada, contudo não ter coragem de chegar no guri. Infelizmente ela teve coragem de se embebedar, tirar os peitos para fora – não tão literalmente, beijar outro na frente dele, ir para o banheiro da festa e transar com um desconhecido – algo que sempre fazia... Pior de tudo foi o Dylan ter visto o desconhecido saindo do banheiro, fechando a braguilha com ela lá dentro.  Bom começo de romance, não é?

Apesar de serem com os mesmos personagens todos os livros, os livros podem ser lidos  de maneira independente. O romance do primeiro casal da série, Nada é para sempre, de Sarah e Ollie, nem é citado neste livro. Creio que as histórias foram narradas de forma simultâneas, só que o primeiro tem um lapso temporal maior... Desta forma, infelizmente, não pude saber mais sobre a vida de depois, fiquei decepcionada.

Como disse, apesar da raiva, eu gostei bastante da leitura. Cumpriu seu dever de entreterimento.

                                                  

Mais Informações em:
Site Oficial da Ali Cronin  - Site Editora Seguinte



Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Achei tão fofas essas histórias, essa coisa de ser muito adolescente deles...no começo achei que iria ser uma série boba, mas acabei querendo ler, é bem legal.

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar do primeiro livro, o "Nada é Para Sempre", e apesar de ter uma protagonista chata, fiquei interessada em "Dizem por aí" rs
    A série parece ser bem legal!

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha visto esse livro no Skoob, e apesar de ler a sinopse, não despertou o desejo de ler em mim... eu também gosto de histórias narradas em primeira pessoa, acho que fica mais legal de saber os sentimentos do protagonista!!!
    Enfim gostei da sua resenha, você escreve muito bem, parabéns!!!
    Primeira vez no blog e amei!!!
    Beijos
    http://www.coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Achei amável a capa do livro, no começo de sua resenha pensei que o livro era um pouco bobinho, mas conseguiu me entreter. Acho que se eu tiver a oportunidade, eu o leio.
    xxx

    ResponderExcluir
  5. Logo eu que não sou fã de séries me interessei por esta, gosto de livos adolescentes e que relatem os dramas,os medos e os amores nesta idade. Me fez muito lembrar o livro da Thalita rebouças '' era uma vez minha primeira vez''. Mega fofo.
    Parabéns pela resenha, sucesso!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da resenha, pretendo ler o livro estou curiosa pra ver se Asheley ficará ou nao com Dylan!!

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha e fiquei curiosa sobre o livro, acho que irei lê-lo. ;)

    ResponderExcluir
  8. Tipico livro de adolescencia, que mistura sexo, drama familiar,um pouco de imaturidade, gostei muito da sua resenha, mas gostaria de ler a série primeiro, lá desde o inicio, quando o livro é seguido por series, gosto de ler o inicio primeiro..
    :)

    ResponderExcluir
  9. Adorei, acho super divertido ler livros "irreverentes" assim em épocas sérias (semana de provas, etc)... Além de tudo, me lembra muito a série Skins (UK)... haha estou louca pra ler o segundo!

    ResponderExcluir
  10. Pela a capa posso dizer que não me interessou........mas, ao ler a resenha gostei da história. Vou correr atrás dos outros livros para ter a ideia melhor aonde estou me aprofundando.

    ResponderExcluir