='cap-left'/>

Heidi Betts - Feitiço da Paixão



 Nada como um bom romance açucarado par adoçar a vida! Quando vem em dose dupla, então, é melhor ainda!  Feitiço da Paixão - Heidi Betts (Editora Harlequin – Coleção Desejo Clássicos – Edição 1) traz as histórias das duas irmãs Sanchez, Elena e Alandra. Aparentemente as histórias se passam com um intervalo de tempo de um ano.

Magia e Sedução
Helena Sanches foi criada em meio ao luxo, e quando adolescente era mimada e esnobe ao ponto de humilhar Chase Ramsey, que não era tão rico quanto ela e ousou tirá-la para dançar numa festa de natal em sua casa e em frente às suas amigas. Vinte anos se passaram desde o ocorrido: agora Chase é um cobiçado empresário de 35 anos e Elena uma dedicada assistente social que aprendeu com a morte da mãe e com o amadurecimento da fase adulta o quanto o status social é irrelevante.  Mas a situação se inverteu, pois o pai de Elena está prestes a perder os negócios da família e o grupo empresarial de Chase é o responsável pela iminente falência. Quando Elena o procura pedindo prazo, o que acontece?

"– (...) Estou precisando de uma acompanhante. Uma mulher bonita que esteja comigo nas viagens de negócios, bem como jantares e eventos.  (...) Se você aceitar estar disponível sempre que eu precisar, concordarei em dar a seu pai o tempo que ele acha necessário para reerguer a Sanchez Restaurant Supply. (...) Você precisa saber, antes de tomar qualquer decisão, que o serviço prestado envolverá sexo. Exigirei que divida a mesma cama comigo.
Elena arregalou os olhos e quase o esbofeteou. Que tipo de mulher ele pensava que era ela?
– Existem muitas mulheres que poderá empregar para este tipo de trabalho – devolveu ela com indignação. – Eu não sou uma prostituta!
– Nunca lhe disse que era. Estou simplesmente dizendo o que preciso e o que poderá fazer para salvar a empresa de seu pai. (...) Preciso de uma amante e você de tempo.  Este é o acordo. É pegar ou largar!
– Que chantagista!"
(Página 20)


Sedução Real 

"– Estou hospedado em uma suíte aqui neste hotel – ele a informou. – Eu gostaria que você voltasse para lá comigo, e passasse o resto da noite em minha cama. Se as coisas derem certas e nós formos... compatíveis, talvez então possamos discutir arranjos futuros.
Alandra piscou, mas, além disso, parecia ter congelado, seu corpo tenso e imóvel. Não ficaria mais perplexa se ele erguesse uma das mãos para baterem seu rosto.
(...) – Não sei que tipo de mulher pensa que eu sou. Mas posso lhe garantir que não sou do tipo que vai para cama com um homem que acabou de conhecer. – Ela deu um rápido olhar para o gigante parado numa espécie de posição militar a poucos metros de distância. – Talvez o seu guarda-costas possa encontrar alguém um pouco mais disposta e mais liberal, e muito menos crítica para acompanhá-lo ao seu quarto esta noite. Isto é, se você for totalmente incapaz de encontrá-la por si mesmo.
(...) Quem aquele homem pensava que era, afinal de contas?
(...)Quem ela pensava que era para falar com ele daquela maneira?
Nicolas nunca fora rejeitado antes. (...) Não, não achava que já tivesse sido rejeitado alguma vez." 

(Páginas 186-189)

Alandra Sanchez é uma mulher dinâmica, sempre engajada em trabalhos voluntários e organizando eventos na alta sociedade de Austin para arrecadar fundos para as mais diversas causas, como alas infantis em hospitais, apoio às mulheres e crianças, abrigo para animais abandonados, etc. Porém ela se envolve numa situação embaraçosa e vê no convite de trabalho do príncipe de Glendovia uma oportunidade de dar-se um tempo e deixar a poeira baixar. Mal sabe Alandra que o príncipe é o mesmo homem e que abordara tão diretamente com uma proposta para sua cama na noite em que se conheceram... Conseguiria resistir à sedução de um príncipe?

Os motes chantagem e sedução real me agradam bastante.
As mocinhas são de família mexicana e descritas como belezas morenas, personagens bastante interessantes. Já as descrições dos mocinhos deixaram um pouco a desejar, ambos altos, elegantes, cabelos escuros e olhos azuis... em minha mente se projetaram como sendo a mesma pessoa, ainda mais por ler sequencialmente. Tirando este pormenor, eu gostei muito do livro Feitiço da Paixão e li as duas histórias numa única noite, velando pelo sono do meu bebê de 3 meses que está passando pela primeira gripinha (momento olhos marejados =/).

Que posso dizer?  
Eita irmãs ‘sortudas’ para receberem propostas indecentes, assim na lata! (risos).
No caso de Magia e Sedução, eu gostei da desforra do Chase, apesar de Elena ser uma mulher diferente do que foi quando adolescente; assim como também gostei de Elena não ser uma mocinha chorosa procurando desculpas, mas reconhecendo que seus motivos para aceitar a proposta iam muito além da vontade de ajudar sua família. O que segue, então, é um romance tórrido bem sexy que logo se transforma em algo mais.
As duas histórias são muito bonitas e inicialmente tive certa preferência pelo enredo da segunda, pois adoro um príncipe disposto a seduzir, rs. Mas, com o fim da leitura, senti que “Magia e Sedução” foi mais bem desenvolvida, ao passo que “Sedução Real” acabou de forma um tanto abrupta, sem ter direito nem mesmo a um epílogo mais esclarecedor.
De um modo geral, eu gostei bastante de “Feitiço da Paixão”, segundo livro da autora Heidi Betts que tenho oportunidade de ler. Cumpre satisfatoriamente sua missão de entreter =D
http://1.bp.blogspot.com/_6Sua73Nf8Cw/TGqKiU9LEpI/AAAAAAAAAJ4/JuYUjdazC1s/s1600/assinatura1.png


Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Só os motes já me deu vontade de ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Gosto de romances de banca e esses me parecem ser bem legais. A Magia e Sedução, deu-me a entender, que é bem melhor que a outra história, mas a gente lê de qualquer jeito.

    ResponderExcluir
  3. Saudades de ler esses livrinhos, são legais e pequenos. Gostei desses.

    ResponderExcluir
  4. Acho tão legal dos títulos desses livros serem tão diretos. Alias, das propostas também serem super diretas. Acho que a única coisa que enrola mesmo é na hora de dizer "Eu te amo". =(
    Adorei as dicas. Só que me encantei mais pela primeira história, apesar da segunda também me deixar curiosa. E nunca tinha ouvido falar da autora. Então, sangue novo ai. Rs.

    Bjoos

    ResponderExcluir
  5. Oi Sabrina,esses romances açucarados são maravilhosos!
    Adorei a dica,a sinopse,capa,as histórias com:romance,paixão,sedução,drama,desejo...
    Helena Sanches humilhou Chase Ramsey,e agora vai se arrepender e gostei mais do livro “Feitiço da Paixão”,a capa está bonita.

    ResponderExcluir