='cap-left'/>

Carol Sabar - Azar o seu



Não conhece os livros da Carol Sabar?!  Não sabe o que está perdendo!

Azar o seu conta a  história de uma jovem mineira de vinte e cinco anos que é extremamente azarada. Depois de perder o emprego no Rio por ser acusada injustamente de assediar sexualmente seu estagiário de 19 anos, ela volta falida a morar em Juiz de Fora na casa de seu pai.

Ela cresceu naquela cidade e sempre foi apaixonada pelo irmão mais velho de sua melhor amiga, o Guga. Os dois só haviam trocado um lindo beijo antes que ele  partisse para morar na Inglaterra para fazer faculdade de música. Ela nunca pode esquecê-lo, era o homem de sua vida.

Quando a mulher de seu tio morre ela vai até Angra dos Reis para o enterro da falecida, na volta para casa algo compatível com sua falta de sorte acontece: na Linha Amarela um tiroteio ocorre.   No meio dele, pensando que estava morrendo e um Amparador Espiritual vindo buscá-la, ela confessa:

(...) “-Meu tempo está acabado...

- Sim – disse ele – O Guga esta bem.

- Jura? – Eu me emocionei e , com a voz fraquinha,
até me empolguei: - Então encontre ele! Encontre o Guga!
Entre nos pensamentos dele, na alma dele. Fala para ele que
 morri pensando naquele beijo e que, no fundo do meu coração,
 por mais que ele tenha feito questão de me esquecer...
 ele nunca me ligou, nunca parei de me perguntar por que ele não
quis saber de mim... Sempre tive um sonho secreto em que ele
  voltava para o Brasil e me mostrava a explosão sexual do prazer.

- Explosão sexual do prazer?

- É – eu disse. – Aquele de que falamos nos livros
de romance de banca, as novelas, os filmes como o Titanic,
 quando o Jack brinca de chofer e pergunta: “Para onde, senhorita?”
e a Rose responde “Para as estrelas., e depois desliza a mãozinha pelo vidro
suado do carro! Eu nunca deslizei a minha mãozinha pelo
vidro suado de um carro, a não ser para desembaçar o para-brisa”. P. 29


Só que ela não estava morrendo. E o homem que a socorreu estava longe de ser um Amparador... Para sua sorte – ou azar – ele também estava indo para Juiz de Fora. O caminho é longo, conversa vai, conversa vem, no final do trajeto ele promete ligar e parte sem revelar seu nome, ele é o Cara. Exceto com Guga ela nunca havia se sentido daquela forma com um homem. Seria sua chance de ser feliz?  Mas nem tudo é o que parece e um segredo – ou o azar - poderá estregar com sua felicidade.

Sua vida profissional um caos e sua vida amorosa até aquele momento inexistente... O azar era todo da Bia, mas seria sempre assim?

Eu ADOREI o livro. Ele é fofo, leve e romântico. EXCELENTE! 

Contudo, alguns detalhes o poderiam deixar ainda melhor! Azar o seu é narrado em primeira pessoa pela louquinha e azarada Bia, seus pensamentos são hilariantes, no entanto, muitas vezes ela viaja muito... Sempre é interessante ler livros em que exista uma naturalidade na narrativa, mas em alguns pontos foram tantas as idas e vindas de assunto, que fez com que a narrativa ficasse levemente confusa, sobretudo no começo, até que houve uma adaptação.  No entanto, sendo controversa, este é seu maior ponto positivo do livro: os pensamentos desordenados de Bia.

O que também corroborou para a não completa excelência do livro foi a Bia!  Lógico que compreensível todo o misto de sentimentos que afligia a Bia quando foi revelado o segredo do Cara, principalmente pelos medos existentes por seu passado com sua mãe, mas por vezes tive ganas de sacudi-la e gritar: PARA de fazer doce! Você o ama, deixe de estragar tanto! Há tantas almas solteiras no mundo a procura de um Cara no mundo – inclusive eu –  e você desperdiçando sua chance.

Excetuando isto, que nem de longe tira o mérito de Azar o seu ser uma grande leitura, o livro é PERFEITO! Sem querer adentrar nas razões de lermos livros nacionais e nas campanhas existentes  na blogosfera, pois alguns argumentos não me convencem, ler um livro que se passe no Brasil sempre me dá uma sensação de maior familiaridade, posso entender melhor as nuances da caracterização de tempo e espaço e, com isto, ter uma aproximação maior com a leitura. Também há uma sintonização maior com nossa cultura, Carol cita várias bandas e personalidades famosas como: Paralamas do Sucesso, Roberto Carlos, Xuxa e Trapalhões.

RECOMENDO MUITO que leia Azar o seu! Se quiserem conhecer mais da escritora, também leia: Como quase namorei Robert Pattison.




Comentários
11 Comentários

11 comentários:

  1. Caramba, esse livro deve ser muito bom! Já li Como quase namorei o Robert Pattinson e me diverti muito com a leitura! Estou louca para ler Azar o Seu! também!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tenho o primeiro livro da autora aqui, mas cadê tempo de ler?????
    Fiquei bem curiosa com o lançamento desse. Adorei a premissa e a capa é lindona. Breve vou comprar!!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Todas as resenhas que eu leio dos livros da Carol são super positivas. Tenho muita vontade de ler os livros delas.

    Beijos,
    Mandi - Outbreaks.

    ResponderExcluir
  4. nunca li nada da Carol - não curti muito a premissa do primeiro livro dela rs - mas Azar o Seu parece tão legal que eu fiquei louca pra ler! E normal ter vontade de esganar a protagonista, né? HAHAHAHA Acho que tem um pacto silencioso entre ops escritores de que os protagonistas sempre serão irritantes em um momento ou outro :P

    beijocas!
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Aii que livro tãããoo fofo, eu sempre quis ler Quando quase namorei Robert Pattinson, e quando vi esse lançamento da Carol eu quase surtei, especialmente quando li a sinopse eu amei, o livro é muito fofo. Quero ler em breve, acho que a Bia é super doidinha e eu adoro personagens assim, mesmo que em alguns momentos você tenha tido vontade de dá umas chacoalhadas nela, rsrs.

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha desse livro. Confesso que não tinha me interessado por ele até agora, mas depois da resenha eu já amei. Me identifiquei profundamente com a Bia e mesmo sem ter lido o livro já sinto carinho pela personagem. A capa é super fofa, assim como a história.

    ResponderExcluir
  7. Oi flor,
    Tudo??Desde que vi esse livro na prateleira e vi que era da Carol sabia que queria ler pois adorei o outro da autora...ele parece ser divertida e romantico na dose certa
    Bjss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Você tem razão, quando eu leio um livro nacional tbm me sinto mais 'em casa', eu me identifico mais e de fato isso é uma coisa boa. Claro que existem mesmo alguns autores nacionais que não escrevem bem e eu realmente não sinto isso, mas no geral é essa a sensação que eu tenho, eu ainda leio alguma coisa da Carol! Ela tá virando uma querida dos blogueiros ^.^

    ResponderExcluir
  9. Laaaari,

    eu AMEI esse novo livro da Carol e me desmachei de rir. Eu não encontrei nenhum ponto falho e concordo com você: até esse pontinhos deixam o livro com a carinha dele *-------*

    AMO a escrita da Carol, como ela pega umas ideias malucas e colocam no livro e o tornam engraçado, como sempre tem essa pegada delirante e divertida, e outro ponto que eu estava lembrando hoje e que você vitou na resenha também: a Carol escreve historias divertidissimas e aqui no Brasil, coisa que é pouco comum para autor nacional que sempre busca sua inspiração no estanjeiro ¬¬ Adorei!!

    Beeijos,

    Raphaela
    Equalize da Leitura

    ResponderExcluir
  10. Todo mundo tá falando deste livro, e acabei ficando curiosa. Depois de sua resenha, quero muito ler!! Bjs

    ResponderExcluir
  11. Já tinha visto esse livro nas livrarias, nos blogs e em revistas mas nunca me interessei em saber do que se tratava até que resolvi ler essa resenha e achei maravilhoso. Me apaixonei por ele.
    Adoro livros de romance que tem um toque de comédia e ainda mais quando tem um misteriozinho como o segredo que o rapaz guarda. Tenho certeza que quando eu tiver a oportunidade de ler irei me encantar.

    ResponderExcluir