='cap-left'/>

J.R. Ward como Jessica Bird - Tesouro e sedução


Carter Wessex, uma jovem arqueóloga, foi instigada por sua melhor amiga a investigar sobre um tesouro, que supostamente estaria enterrado na Montanha Ferrell há mais de dois séculos, na região de Adirondack Mountains, EUA. (Veja no Google, é lindo!).

Para isto, precisaria da anuência do dono das terras: o implacável Nicholas Farrell. Logo no primeiro encontro para requerer autorização para escavar em suas terras, chispas saltaram entre os dois, tamanha a atração. No entanto, Nick não queria ninguém fuçando no passado. Por isto, logo a despachou, negando acesso à montanha.

Todavia, ele logo descobriu que ela era filha de um grande aliado de seus negócios e resolveu aceitar sua investigação, pretendo fazer com que Carter e o pai fizessem as pazes e, assim, teria todo o apoio do Sr. Wessex.

Apesar de não estar muito convicta em trabalhar com o intragável Nick, Carter estava muito curiosa sobre os mistérios que rondavam aquele lugar. O trabalhou iniciou. Mais chispas de atração. O relacionamento dos dois era conturbado, os dois possuíam temperamentos fortes.

Em meio ao fogo existente entre eles, ainda havia um terceiro coração. O sobrinho de Nick, um adolescente, se encantou por Carter! Ademais, alguém estava tentando perturbar o local de escavação, estava tentando roubar o tesouro que Carter por ventura achasse.

Ciúmes. Paixão. Mistério. E um tesouro. Não seria o amor o maior tesouro a ser encontrado?

Reconhecidamente sou a exceção quanto à escritora JR Ward, uma vez que li os dois primeiros livros da série A irmandade das Adagas Negras e não me apaixonei pela série, tanto o é que não li o restante até hoje.


Querendo dar uma nova chance a J.R Ward, quando soube do lançamento deste livro, corri para lê-lo! Logo no início há uma breve fala dela, que comenta sobre o momento em que o escreveu, informando o leito que este foi o segundo livro que escreveu, que muito de seus personagens, das séries Fallen Angels e Adaga Negras, podem ser vislumbrados em Matt e Carter e que ela optou em usar da fórmula romântica, mas já muito conhecida: tesouro, homem sexy e mulher determinada em um romance abrasador.

Gostei muito dos comentários dela sobre o livro, pois já sabia o que esperar. Nada com um clima dark, somente muito love. (risos)   E apesar da velha fórmula, sendo extremamente previsível, o livro é bom! Quem curte romance irá gostar e MUITO. 

Já quem gostaria de um mistério mais acurado ou livros com mais suspense, infelizmente irá se decepcionar. O mistério existente na Montanha Farrell não é muito instigante, até porque não foi muito abordado  e o vilão da história já é previamente apresentado e ele nem teve uma maior caracterização.

Em relação aos personagens, gostei muito do Farrell. É forte, tem a alma dominadora e uma paciência... O mais fofo é ele se relacionando com o sobrinho adolescente. Já Carter me decepcionou bastante no decorrer da leitura, algumas atitudes dela não me pareceram nada crível, sobretudo por serem fruto de uma “tempestade em copo d ´água”.

Para os fãs de J.R Ward acho o livro interessantíssimo! Afinal, conhecerão as origens de sua aclamada escritora. Para quem gosta de romance, o livro é bom. Os demais leiam por sua conta e risco :)



Mais informações:
Site da Editora - Facebook da Editora







 
Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Conheço a J. R. Ward, mas o lado mais Dark dela. Não sei se vou gostar desse, sendo tão previsível e pra dizer a verdade parecendo um pouco clichê. Quem sabe, se eu tiver a oportunidade, lerei.

    ResponderExcluir
  2. Sou super fã da IAN, ja da serie Fallen Angels nem tanto,quando vi esse livro na livraria fiqui surpresa, nem sabia que ia ser lançado, e estava com tanta pressa que não li contracapa, orelha, nada. Tinha até me esquecido dele até ver sua resenha hoje.
    Bom apesar de parecer bem clichê, eu fiquei com vontade de ler, eu adoro um romance assim bem light, principalmente para poder ler entre livros mais pesados e dramaticos.
    Bjus.
    =]

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nenhum livro da autora, mas costumo ler muitas resenhas sobre livros que pretendo comprar. Com base nesta resenha, o livro me parece previsível demais; além do que se trata de um triângulo amoroso - algo adepto em livros do gênero -, que querendo ou não, afasta o tão esperado mistério do livro. Ou seja, a parte do "tesouro" no título, fica meio de lado, dando maior espaço ao romance e sedução, podendo decepcionar alguns leitores que estão à procura de uma trama mais complexa com reviravoltas. O livro pode ser bom, até porque depende do ponto de vista do leitor; visto isso - como não o li - não posso dizer mais nada.

    ResponderExcluir
  4. Gosto de romances, mas acho que não tanto a ponto de falar: "ah, preciso ler esse livro." até porque, não fiquei tão interessada por ele.
    Na verdade, acho que seja até um pouco sem sal... :/
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei mega curiosa com o que acontecerá entre Nick e Carter, só essa capa ja me mostra que rolará muito jogo de sedução, e eu adoooooro isso nos livros hduadhauadh
    Nunca havia visto um livro de arqueólogos rs, deve contar um pouquinho desse trabalho, pois acho muito interessante e me deu um pouquinho a mais de vontade de ler *_*

    ótima a resenha, beijão

    ResponderExcluir
  6. Como já disse não gosto muito desse tipo de livro, não faz meu gênero mesmo, e mesmo se eu quisesse nem posso pq sou menor de idade, mas deve ser mesmo uma boa pedida pra quem já conhece a autora, mas não pra mim :/

    ResponderExcluir
  7. Gostei da sua resenha mas o livro não me agradou, talvez seja porque nunca li nada neste sentindo. Bjs

    ResponderExcluir