='cap-left'/>

Carla Blackhawk - Eterno

Vocês sabem que as integrantes do blog têm uma leve – enorme – queda por romances de banca, certo? Mas, talvez, não saibam que nos encontramos anos atrás em uma comunidade no orkut de romance: Adoro Romance. Por lá que viramos amigas e criamos o Leituras & Devaneios.

Era uma época cheia de expectativas, uma vez que várias brazucas escreviam seus livros e publicavam pequenos trechos semanalmente até finalizá-los. Foram tantas as emoções, tantos os livros e comentários... Uma época que me deixa muito nostálgica, era uma estudante do Ensino Médio desocupada e  nada me preocupava mais que saber se havia atualização!

Dentre as amizades lá criadas, encontram-se algumas autoras que muito gosto: Aline Negosseki e Carla Blackwank. Também, para ser justa, tenho que citar a fenomenal Lady Graciosa e Fabiola Attademo... Apesar de não ter tanto contato com elas hoje em dia, confesso que não me sinto totalmente a vontade de falar de suas obras, pois sou suspeita: eu acompanhei seu desenvolvimento, numa expectativa tão pungente e com um carinho tão grande, que talvez possa vir a exagerar, mas para mim certamente TODOS deveriam ler os livros delas, são obras primas.

E graças ao Amazon.br – momento piegas – todas tem acesso e podem ler seus livros por um preço mega interessante! Tentarei trazer resenhas de todos os livros delas... e hoje começo por Eterno!

“Bora” conhecer mais sobre ele?


Um amor poderia ser eterno? Poderia sobrepujar todas as dores e decepções de dois corações?

Yohanna e Alejandro se conheciam desde pequenos, quando ele se mudou com a família da Espanha para a fazenda dos pais dela. Ele, não conseguindo pronunciar seu nome, logo a apelidou de Teka. Sua Teka, a mulher que preencheria todo seu coração.

Quando adolescentes os dois logo deixam  que na amizade aflore uma linda paixão. Se amavam! Eram perfeitos um para outro.  Só que havia gente que não queria deixar que fossem felizes. E desta forma, depois de um plano bem elaborado por parte da grande vilã, ocorreu uma separação brutal.

Alejandro partiu para a Espanha a deixando, e Teka passou pela maior provação da sua vida: se casou obrigada com um amigo de seu pai e, meses depois, perdeu o filho que teria de Ale. Seu filho, a pequena prova do amor que existiu no passado deles, morto no parto.

Anos depois... Ale voltou para a fazenda, trazendo em seus braços uma criança. Quanto dor no coração de Teka... era para o filho de Ale ser seu! Por sua parte, Ale não entendia como ela podia ter se casado com outro tão logo ocorrera a separação.

Discussões, muita dor e amor. Ale e Teka possuíam um passado traumático, um presente impregnado de uma atração física enorme – faíscas no ar -, e um amor ainda em seus corações. Poderiam reencontrar a paz e serem felizes?

Uma trama digna da novela das nove! Um romance que é eterno...

Eu ADORO o estilo da Carlitcha de escrever.  Seu texto é fluído, os diálogos bem descritos e, quando necessários, bem passionais. Ela opta em  não fazer uma contextualização física grande, não havendo uma descrição minuciosa.  E isto não é defeito, a medida que os diálogos suprem esta necessidade.

Além disso, os romances dela são fortes! Sabem aqueles de suspirar? De sonhar de verdade? Não são personagens perfeitos, Ale que o diga, mas são fortes e críveis.

Confesso que este livro não é meu preferido da autora, havendo em alguns pontos necessidade de uma revisão mais acurada, para extinguir, por exemplo, a quantidade de reticências. Mas nada que influa no contexto geral, uma vez que o livro é excelente.

Destaque também para Dante, um empregado lindo da fazenda, e a Sol, amiga da família de Teka. Os dois formavam um lindo casal, mas que também passaram por uma grande provação, em razão da teimosia de Dante em não enxergar que não haveria como correr do destino, que era Sol.

Como disse, sou suspeita, MUITO suspeita. Tenho uma grande admiração por esta mulher. Corintiana roxa, às vezes exagerada – afinal um amor tão grande assim só deveria existir para com o Flamengo (risos) -, uma mãe que parece ser maravilhosa e alguém sempre disposta a ajudar. 

Se for por mim, vocês que terminarem de ler o que escrevo devem correr para o amazon.br e comprar todos os livros dela. Simples assim.
Recomendo.


                
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Eu nunca li um romance de banca :X Na verdade nem sei por onde começar :X

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. A capa está linda! Sem ler a resenha eu já estava com vontade de conferir o livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Histórias de amor e separação e as leitoras torcendo pelo reencontro, pela reconciliação... ai (suspiro), coo resistir? Achei a proposta ótima, vai garantir momentos de paixão e sofrimento, rs, na medida das românticas. Espero ver Teka e Ale juntos no final, claro, claro...

    ResponderExcluir