='cap-left'/>

Cecelia Ahern - A vez da minha vida

Cecelia Ahern – A vez da minha vida

Tudo estava muito bem com a vida de Lucy Silchester. Ela tinha pais amorosos, excelentes amigos que sempre a divertiam, um apartamento lindo, um emprego que a satisfazia e uma vida amorosa interessante, apesar de nunca mais ter namorado seriamente depois de seu último relacionamento, cujo namoro ELA terminou.

Era tudo MENTIRA! A vida de Lucy estava estagnada, triste com o fim do relacionamento de cinco anos com Blake, ela perdeu seu emprego e passou a viver como uma expectadora somente, sem se importar mais com o rumo que estava tomando.

Em meio às mentiras, ela não se sentia mais bem com seus amigos, sempre fugindo antes do final da festa/jantar, havia brigado seriamente com o seu pai e morava em um apartamento pequeno e sujo, aonde o carpe nunca havia sido limpo. Tinha uma companhia: um gato, quem ela nem ao menos sabia se era fêmea ou macho.

Para piorar, estava trabalhando como tradutora de manuais para uma grande empresa, ou seja nada instigante. E ela mentiu em um dos requisitos do emprego: não sabia falar espanhol, terceirizava escondida esta parte de seu trabalho.

Os dias passavam e passavam. Tudo continuava igual. Sua rotina era extremamente interessante: da casa para o trabalho, do trabalho para casa, excetuando algumas obrigações sociais ou o mercado.

O que ela estava fazendo com sua vida!? Nada. E era isto que o auditor da sua Vida iria começar a analisar.  Irritada Lucy não havia respondidos os contatos da sua Vida para entrar em contato. Mas, forçada, acaba por aceitar a intervenção...

"Minha vida precisava de mim. Ela estava passando por um momento difícil
e eu não estava prestando atenção suficiente nela. Tinha tirado os olhos
da bola, me ocupei com outras coisas: vida de amigos, questões de trabalho,
meu carro se deteriorando e sempre quebrando, esse tipo de coisa.
Havia completa e totalmente ignorado minha vida.
E agora ela tinha escrito para mim, me convocando, e
havia apenas uma coisa a fazer. Tinha que me encontrar com ela, cara a cara". P.8

E essa intervenção é diária. 24 horas por dia.
Sua Vida estava ali, cobrando um futuro mais digno e feliz.

Não pensem que o livro é melodramático. Não, ao contrário. Ele tem um tom totalmente bem humorado, mas também reflexivo. As aventuras de Lucy são muitas e a cada novo acontecimento ela foi tomando a certeza de que precisaria mudar, algo tão precioso não poderia ser jogado fora.

Sem ser piegas e de auto-ajuda, A vez da minha vida tem o condão de passar uma mensagem importante: o que estamos fazendo com nossa Vida. Será que cuidamos adequadamente dela, sem pensar somente nos outros e, ao mesmo tempo, sendo compassivos?

A narração é impecável, realizada em primeira pessoa por Lucy, ela sutilmente revela os fatos do passado de uma forma totalmente condizente com a história, recheada de verdades e mentiras. Ademais, como disse, é extremamente bem humorada, o relacionamento entre Cosmos – o auditor da Vida de Lucy – e ela são recheados de momentos impagáveis, alguns de garantia certa de gargalhada.

E é esse misto de sentimentos que a leitura consegue transpassar que faz o livro tão especial. A vez da minha vida ainda teve tempo de ter um doce romance! Lucy não só encontrou sua Vida, mas também outra para amar...
Livro mais que recomendado.


"Desisti da minha vida por um tempo, mas o que aprendi
 é que, mesmo quando isso acontece, e especialmente
 quando isso acontece, a vida nunca, jamais, desiste de você.
 A minha não desistiu. E nós estaremos ali, um pelo outro,
 até os momentos finais, quando vamos nos olhar e dizer:
 "Obrigado por ter ficado até o fim!"P. 383




Mais informações em:
Site Oficial Marina Carvalho
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. E é por isso que a autora me agradou tanto com P.S. Eu te Amo: ela consegue falar de temas delicados e de certa carga emocional de um jeito leve, sem apelar para o excesso de drama ou partir para o lado piegas da coisa. A Vez da Minha Vida está na minha fila há algum tempo já, e a cada resenha que leio me convenço mais e mais de que irei curtir a leitura.

    Um beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
  2. Olá Lari!

    Quando eu li este livro, achei a Lucy muito louca. Ela anulava tudo de sua vida com mentiras em cima de mentiras, ela conseguia fazer da própria vida uma vida chata e totalmente desestimulante, mas foi tão engraçado quando a própria vida resolveu brigar com ela. Achei Hilário e adoro a Cecelia.
    Beijos!
    www.tesouroliterario.com

    ResponderExcluir