='cap-left'/>

Teresa J. Rhyne - Os cães nunca deixam de amar



Quando recebi Os cães nunca deixam de amar, confesso ter ficado triste! Afinal, com todos aqueles livros maravilhosos sendo lançados pela Editora Universo dos Livros, recebi um livro biográfico, algo que não faz parte do meu gosto literário. Queria receber meu Cárpato amado...
Para minha felicidade, acabei o levando sem querer para praia... Como estava sem nada para ler e tudo é melhor que escrever a monografia (risos), comecei a leitura e só posso dizer que ME APAIXONEI! E são vários os motivos que me fizeram gostar deste livro.

A capa já deixa claro que o cachorro Seamus adotado pela advogada Teresa J. Rhyne é uma fofura, certo? E o livro só corrobora para esta impressão. O cachorro é levado, mimado e muito amado. Também pudera é quase gente, consegue como ninguém transpassar suas emoções para sua dona.

Teresa também conseguiu transcrever o que passou com uma exatidão incrível, claro que não posso afirmar se todas as emoções que me atingiram durante a leitura ela sentiu, se não amenizou ou aumentou seus sentimentos, todavia tive uma sensação incrível de conhecê-la e entender seus anseios. Ela narra os sentimentos de forma muito minuciosa, mas sem ser cansativa, intercalando momentos bem humorados e melancólicos, fazendo com que o livro seja totalmente viciante. 

Dona de vários cachorros durante a sua vida, ela aceitou prontamente o oferecimento de receber Seamus, um beagle para ser seu. Logo descobriu que o pobre animal tinha câncer e, ao contrário do que muita gente faria, gastou horrores e resolveu tratá-lo com cirurgias e sessões de quimioterapia. Ela sofreu com o sofrimento de Seamus, temeu pelo futuro do bichano e ficou muito, mas muito feliz quando ele se curou.

Ela também contou com a ajuda de seu namorado Cris. Um homem alguns anos mais novo, por quem se apaixonou, todavia muito relutou em admitir ter uma relação mais séria, afinal havia terminado de sair de seu segundo divórcio quando o conheceu. No entanto, no decorrer do livro, nos é demonstrado que este amor só cresceu, fazendo com que estejam juntos até hoje...

Por infortúnio do destino,  tempos depois de Seamus estar curado, teve uma triste e perversa notícia: quem estava com câncer agora era ela. Ela lembrou de todo o sofrimento e incertezas que passou com Seamus... Mas, ao mesmo tempo, seu passado com a doença do cachorro a faz ficar feliz, afinal Seamus vive! Ele conseguiu passar por tudo, ela também o faria. E fez e escreveu Os cães nunca deixam de amar narrando sua história...

Um livro muito gostoso de ler! Um relato verídico sobre a força de vontade e otimismo de uma mulher. E um relato de um cachorro esperto e extremamente travesso, comparado com Marley - de Marley e Eu-, só que muito mais mimado.

Livro muito recomendado.

Quem quiser  conhecer mais da Teresa, pode acessar o blog que ela fez para contar sobre o tratamento para seus amigos, assim não precisou ficar relatando para todos... Anunciava sempre o que lhe acontecia por lá. É só clicar AQUI.


Mais informações:
Site da Editora - Facebook da Editora

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Ohhh Me deu vontade de ler.
    Novidade, agora estou com livro publicado pela Novo Conceito!O livro digital "Feitiço".Espero que goste!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir