='cap-left'/>

Cassandra Clare - Príncipe Mecânico

Queridos leitores, a resenha de hoje é de uma leitora convidada muito especial: Bruna Britti, do Supreme Romance (blog mais do que recomendado). O livro da vez é de “Príncipe Mecânico”, da autora Cassandra Clare. Para conferir a resenha de "Anjo Mecânico", primeiro livro da série, é só clicar AQUI


A continuação de Anjo Mecânico mostrou-se uma agradável e bem-vinda surpresa. No primeiro volume fui levada as páginas que narram a história dos antepassados dos personagens mostrados na série Os Instrumentos Mortais. Mesmo curtindo a leitura, houve alguns excessos que, devo confessar, não me agradaram muito. Já Príncipe Mecânico foi diferente; quase não conseguia largar o livro.  Retomei meu gosto pela série que entrou para os meus preferidos.

A narrativa cria um clima de aventura muito agradável. Ao longo da história a autora desmembra seus personagens, ou seja, muitas das dúvidas no primeiro livro são respondidas de forma satisfatória. As revelações feitas mostram uma trama bem amarrada, concisa, – o que trouxe uma compreensão mais clara do por que determinados personagens agirem de tal forma. Will, por exemplo, era intrigante. Já neste volume seu passado é resgatado, o que, devo dizer, me deixou ainda mais apaixonada por ele. Porém Tessa ainda é um mistério sobre suas origens.

O que encontrar na história? Um texto dinâmico, bem escrito e envolvente. Há reencontros, traições, muita ação e um triângulo amoroso delicado. Geralmente sou avessa a triângulos amorosos, contudo isso não me incomodou aqui. É quase impossível escolher entre dois personagens tão encantadores. Will se destaca graças ao humor ácido; Jem é o oposto, mas tampouco fica atrás. Aliás, a relação entre ambos é um forte atrativo; amei essa abordagem cúmplice dos dois. Will e Jem são o “parabatai” um do outro – termo para designar uma espécie amizade, como irmãos, com fortes laços que envolvem inclusive magia. Ao longo do livro Will e Jem demonstram essa lealdade de forma intensa e cativante.

E por falar em personagens, eles estão muito melhores. Will, Tessa e Jem exalam sua essência juvenil de dezessete anos, entretanto são personagens que precisam ou precisaram amadurecer rápido – o que trouxe uma abordagem mais adulta. Will, cujo caráter debochado no primeiro livro me irritou em diversos momentos, está diferente neste volume. Sua característica indiferente e sarcástica se mantém, porém, ao descobrir mais sobre o personagem, passamos a enxergá-lo de outro modo. Seu psicológico é delicado e Will, desta vez, se mostra humano ao desnudar seus sentimentos.

Jem possui um caráter mais reservado. Ele é fofo e sua saúde frágil carrega um ar melancólico no comportamento do personagem. Ele inspira compaixão mas, ao mesmo tempo, demonstra força através da amizade com Will e seu amor por Tessa. Já esta me agradou em diversos momentos; Tessa é madura, sensata e não hesita em proteger aos seus. Ela está mais ativa, mais guerreira - principalmente porque, neste volume, começa a ter aulas de luta. Ah, também não poderia deixar de comentar sobre Mangus Bane – mesmo em sua breve aparição o personagem me deixou intrigada, já que não o conhecia e espero saber mais sobre ele. 

Príncipe Mecânico traz o gostinho do que há de melhor na literatura jovem adulto. Um livro que fala sobre amizades, redenção, sacrifícios e paixões, que provoca um torvelinho de sentimentos no leitor. Amei cada momento da história e já sinto falta dos personagens. Agora é esperar ansiosa pela continuação que sai mês que vem pela editora Galera Record.

Série "As Peças Infernais" (The Infernal Devices)

1 - Anjo Mecânico (Clockwork Angel)
2 -  Príncipe Mecânico (Clockwork Prince)
3 - Clockwork Princess (ainda não publicado no Brasil, mas previsto para em Breve)

Mais informações:

Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. cada vez que eu leio: Cassandra Clare, meus olhos brilham! Preciso desse livro!
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna!
    Adorei a resenha e concordo com vc, este livro é bem melhor que o primeiro. Geralmente os 2ºs livros são simplesmente ponte entre a novidade e o desenrolar da trama, não acrescentando nada de novo. Esse é diferente. Tem aventura, ação e romance na medida exata. Revelações, uma trama bem alinhavada, leitura fluída, envolvente e personagens bem construídos e cativantes.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Ai meu Deus, não posso nem ouvir falar dessa série. Sou apaixonada pela história, e agora que assiti ao filme parece que tudo aumentou. É simplesmente perfeito. Preciso ler para chegar nesse livro urgentemente. Queria um dia poder escrever uma história tão incrível assim como essa. Também escrevo, se quiserem dar uma olhada no meu livro Resgatada, vou ficar feliz: http://livro-resgatada.tumblr.com/

    ResponderExcluir
  4. Que bom que a autora conseguiu não só manter o nível do primeiro volume, como deixá-lo ainda melhor. Uma ótima perspectiva para a continuação. Eu ainda não li o volume 1, mas a série já está mais do que anotada.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. eu ainda não esse spin-off ..mas, pelo que vi de sua resenha será tão boa quando TMI...e com certeza fico aliviada de saber que não será um triângulo amoroso chato, pq assim como vc, detesto isso em livro.
    Amei sua resenha..parabéns

    ResponderExcluir