='cap-left'/>

Nicholas Sparks - Uma curva na estrada




Que não conhece a fama de Nicholas Sparks? Inegavelmente este autor é um dos mais famosos, uma vez que seus livros são campeões de venda e também devido ao fato de que MUITOS de seus livros viraram filmes. Duvido que você ao menos não tenha visto um, certo?

Seus livros aparentemente têm sempre uma grande fórmula: um grande amor, uma grande tragédia – ou mais de uma até - e alguns finais traumáticos. Por isto, confesso que nunca fui de ler muito dos livros dele. Apesar de gostar de um bom drama, não gosto de sofrer demasiadamente. Temo ficar desidratada de tanto chorar, como fiquei ao ler A última música. (risos)

No entanto, mesmo com esta reticência, como uma grande bookaholic e comprado compulsiva, tenho vários e vários livros dele em casa. Decidida a terminar de ler os pobres rejeitados de minha estante, mesmo com medo do que estaria por vir, comecei a ler Uma curva na estrada, que já começou com grandes doses de problemas...

Há dois anos Miles Ryan havia perdido sua mulher e a mãe de seu filho. Miles e ela haviam se conhecido quando eram adolescentes, estavam juntos desde o Ensino Médio e desde lá nunca haviam se separado. Eram felizes  e essa felicidade era completada com Jonah, o filho pequeno do casal.

Só que essa felicidade teve seu final abruptamente, com a morte por atropelamento de sua amada mulher.

Dois anos depois conhece Sarah Andrews, uma mulher sofrida, que teve seu casamento terminado depois de descobrir que não poderia ser mãe. Ela se muda da cidade grande para aquela cidadezinha motiva por seus pais, com vontade de deixar o sofrimento para trás.

Ela logo se encanta por Miles, apesar do passado sofrido de ambos, começam a namorar. Aqui uma pausa para suspirar: é tão fofo ler Miles perdido, sem saber como cortejar Sarah por estar enferrujado... 

No entanto, o acidente da mulher dele paira sobre ambos. Ele não consegue deixar de pensar e querer saber como ocorreu, colocar a pessoa que o fez tanto sofrer atrás das grades. 

Só que este segredo voltará a tona e fará com que o relacionamento de Sarah e Miles seja colocado a prova. Poderá o amor superar todas as  intempéries?

Eu gostei muito do romance. Só que fiquei #xatiada por não ter chorado. 
Apesar de ter ficado muito comovida com a tristeza dos dois personagens, não chegou a tanto minha comoção.

Ponto positivo para a narração realizada também pelo culpado do acidente. Humanizou o personagem, fazendo com que pudessemos entender perfeitamente o que ocorreu naquela fatídica noite.

Livro mais recomendado, afinal é Nicholas Sparks!

Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Apesar de tantos falarem mal dele eu acho que Nicholas Sparks escreve algumas histórias realmente boas. Não importa se o gênero seja sempre o mesmo, ele consegue nos emocionar mesmo que o final já seja conhecido.

    http://conversandodragoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este livro já é um desejo meu , afinal amo esse autor e pretendo ganha ele de presente nesse Natal...rs.

    ResponderExcluir
  3. Quando o assunto é um livro do Sparks, a gente sempre fica com um pé atrás né!
    Li Uma Curva na Estrada tem pouco tempo, e me surpreendi com esse novo estilo romance/suspense. A trama foi muito bem elaborada e a narrativa foi perfeita. Como você disse, humanizou o personagem.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lari!
    Nicholas Sparks é sempre incrível, e por mais clichê e previsível que suas histórias sejam, sempre emocionam! Sabe que eu também não chorei nos últimos livros dele que li?

    B-jusss! ♥

    ResponderExcluir
  5. Achei engraçado "desidratada", acredito que todos ficam ao ler os livros dele. Nunca li nenhum livro, mas assisti o filme baseado no livro, é triste!

    ResponderExcluir
  6. Li e recomendo. Uma história linda. O bom do Nicholas Sparks é que seus personagens tem um link com a realidade e a fator cronológico é bem trabalhado. As coisas acontecem em tempo possível e vc não fica com aquela sensação de que tudo se resolve apenas no final, o que é muito chato quando acontece. Adorei o livro.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito do Sparks, mas faz um tempo que não leio nada dele. Tenho acho que dois livros esperando para ser lidos, e não estou muito animada, apesar de gostar dele...

    Beijos, Mands - Outbreaks.

    ResponderExcluir
  8. parece ser bom, mas não sou muito chegada em Sparks, hahahha

    ResponderExcluir