='cap-left'/>

Pittacus Lore - A Queda dos Cinco

A resenha pode conter spoilers.

“A Queda dos Cinco”, do autor Pittacus Lore, é o quarto livro da Série Os Legados de Lorien, publicados aqui no Brasil pela Editora Intrínseca. Para conferir a resenha dos livros anteriores é só clicar AQUI. Venho acompanhando a série desde o lançamento do primeiro livro e sempre aguardei as sequencias ansiosamente, pois gostei do enredo criado pelo autor que é recheado de aventura.

Com o final do terceiro livro, em que os nossos heróis lutam com seu grande inimigo, Setrákus Ra, fiquei imaginando que esse quarto livro seria recheado de ação e lutas, porém acabei me decepcionando. Não que a história não seja legal, mas senti como se Pittacus Lore só tivesse escrito esse livro para encher linguiça e aumentar a série. A história foi muito parada e, mais uma vez, deu até destaque demais para o romance fraco de John e Sara.

Dessa vez a narração da história fica por conta de Sam, John e Marina. Não são meus personagens mais favoritos, mas foi interessante ver as coisas pelo olhar de um dos humanos que estão desde o começo ajudando os Lorienos.

A história foca muito em Sam, principalmente por ele ter passado algum tempo como prisioneiro do Mogadorianos aguardando ser salvo pelos seus amigos. No entanto, para a surpresa de Sam ele é resgatado, quando é transferido para uma prisão super secreta humana, não por John e cia, mas por alguém totalmente improvável: um jovem mogadoriano, Adam, que, aliás, possui poderes surpreendentes. E ele não foi ao resgate sozinho e sim acompanhado de alguém que estava desaparecido há anos. Depois de ser libertado, Sam e seu salvador, que ele não via há anos, saem em busca de encontrar os heróis.

Enquanto isso no mundinho dos jovens heróis...
John continua preocupado com tudo e vivendo sua vidinha de quase casado com Sarah. Os dois juntamente com os demais Lorienos estão vivendo na cobertura de Nove, em Chicago, onde procuram pelo número Cinco – o único que falta do time que se encontra vivo – e também treinam para melhorar suas habilidades. John assume a posição de líder do grupo, mas não sabe o que fazer para levar os lorienos a vitória contra o poderoso inimigo.

Já Marina, a outra pessoa que tem a história contada do seu ponto de vista, tem que lidar com os pesadelos constantes da pequena amiga e jovem loriena, Ella, com Setrákus Ra. A menina está cada vez pior e com medo das visões que tem tido com o grande vilão. A número Sete também lida com seu amor por um dos jovens heróis e parece ser correspondida. Mas em meio à guerra será que viver um romance é o ideal?

Os jovens heróis acabam encontrando o último deles, número Cinco, e agora estão decididos mais do que nunca a vingar Lorien e proteger a terra do grande vilão. Cinco acaba não sendo o que eles esperavam, no entanto esperam que ele seja uma das peças fundamentais para que os Lorienos saiam vitoriosos da guerra contra os Mogadorianos. Será?
A batalha final está cada vez mais próxima.

Como disse acima, esperava mais de “A Queda dos Cinco”. O livro foi muito parado e centrado em questões chatas, como o romance de John com Sara e o possível romance, que o autor cisma em criar, entre Sam e a número Seis. Gente, vamos ser sinceros, Sam é fofo e tals, mas sinceramente é muito improvável que uma garota como Seis dê bola para o nerd. Não que não goste do casal, mas ela é uma extraterrestre que quer reviver seu planeta. Esse lance de ficar juntando humano e lorieno está muito chato, pois acho que os heróis tem que se centrar no seu planeta, mas o autor fica cismando em prendê-los a terra, como o John. Não gosto do casal John e Sarah porque acho a personagem chata demais e o romance meloso que chegar a enjoar.

A história foi muito parada e monótona. Realmente acho que o autor quis encher linguiça com esse livro e o criou apenas para estender a série. Claro que alguns fatos foram interessantes e algumas coisas foram reveladas, aliás, o final foi bem interessante. Porém muitas páginas achei desnecessárias.

Não gostei muito do final. Não curtir algumas coisas que o autor fez, pois não achei que tinha motivo para ele fazer aquilo e muito menos com aquele personagem.

Gostaria muito que Seis recebesse mais destaque no próximo livro e tivesse capítulos narrados a partir de seu olhar sobre os acontecimentos. Seis é sem dúvida a melhor personagem do livro, a mais interessante, etc... e merece mais destaque. Pittacus Lore, por favor, pare de insistir em fazer da Sarah uma personagem de maior destaque que a Seis. Sarah é muito chata e inútil na história, principalmente na guerra.
No geral, recomendo o livro, pois é bom para descobrir algumas revelações que são feitas.

Série Os Legados de Lorien
4) A Queda dos Cinco
5) The revenge of seven (previsto para agosto de 2014 nos EUA).

Contos:
Os Arquivos Perdidos: Os Legados da Número Seis
Os Arquivos Perdidos: Os Legados do Número Nove
Os Arquivos Perdidos: Os legados dos mortos
Os Arquivos Perdidos: A busca por Sam
Os Arquivos Perdidos: Os últimos dias de Lorien
Os Arquivos Perdidos: Os esquecidos

Saiba mais em:



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Eu assisti ao filme Eu Sou o Numero Quatro, não sei se seguiu o enredo do livro, mas eu gostei muito do filme e queria muito que tivesse uma continuação, mas infelizmente não cai ter, mas de qualquer forma eu vou ler os livros, parecem ser interessantes, mesmo você dizendo que este foi parado. O romance foi o que realmente me fez ter mais vontade ainda de ler, eu amo isto ashaushauhs

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net

    ResponderExcluir
  2. I don't even know the way I ended up here, but I assumed
    this submit was great. I do not recognise who you're but definitely you
    are going to a famous blogger in case you aren't already.
    Cheers!

    Look into my web blog :: xtrasize opinie forum

    ResponderExcluir