='cap-left'/>

Lançamentos: Geração Editorial

Olá, galera. Tudo bem com vocês?
Estamos cheios de lançamentos imperdíveis, como sempre, o que nos leva a falência. Comprar livros nunca é demais para a minha pessoa e, acredito, que para a maioria de vocês.
A Geração Editorial caprichou, novamente, em Maio e nos trouxe vários lançamentos imperdíveis. Confiram:

como_viver_eternamenteComo viver eternamente
Autora: Sally Nicholls
Meu nome é Sam. Tenho onze anos. Coleciono histórias e fatos fantásticos. Quando você estiver lendo isso, provavelmente já estarei morto. Sam ama fatos. Ele é curioso sobre óvnis, filmes de terror, fantasmas, ciências e como é beijar uma garota. Como ele tem leucemia, ele quer saber fatos sobre a morte. Sam precisa de respostas das perguntas que ninguém quer responder. ”Como Viver Eternamente”, é o primeiro romance de uma extraordinária e talentosa jovem autora. Engraçado e honesto, este é um livro poderoso e comovente, que você não pode deixar de ler. A autora tem apenas 23 anos e embora seja seu primeiro livro, ele está sendo lançado em 19 países, dirigido a crianças, adolescentes e adultos.


Capa_Guerra_dos_Fae_vol02_FIN.inddA Guerra dos Fae – Chamado às armas – vol.2
Autora: Elle Casey

CHEGOU A HORA DA GUERRA!
OS FAE DA LUZ SÃO CONVOCADOS A FAZER UMA IMPORTANTE MUDANÇA E TREINAR SEUS DONS MÁGICOS PARA ENFRENTAR OS FAE DAS TREVAS
Jayne Sparks e seus amigos Spike, Chase, Finn e Becky estão na iminência de uma guerra sangrenta e devem sofrer uma mudança, como crianças trocadas, para serem membros dos Fae da Luz com identidades mágicas. Poderão se transformar em elfos, ninfas, daemons, íncubos, anões e duendes verdes, querendo ou não aceitar suas novas identidades, desapontando-se com elas ou não. Tony, porém, alegando não ter agressividade suficiente para enfrentar a guerra com os Fae das Trevas, se afastou, deixando Jayne Sparks cheia de saudades e entristecida. Mas ela logo recuperará seu ânimo, pois conhecerá novos personagens cativantes e estará engajada num  treinamento em que sua natural liderança, por ser determinada e despachada, se fará sentir. Mas a situação colocará muitas dúvidas, e os novos personagens poderão revelar facetas inesperadas. Como será resolvida a questão entre os Fae da Luz e os Fae das Trevas? Serão Jayne e seu grupo de amigos capazes de dar conta de uma missão tão espinhosa? Muitas respostas a estas perguntas, e outras tantas que foram provocadas pelo primeiro volume da série, serão respondidas aos leitores. E surgirão novos e fascinantes enigmas.


Ninguém me contouNinguém me contou, eu vi: de Getúlio a Dilma
Autor: Sebastião Nery
Os textos deste livro, ao englobar seis décadas de História, formam um impressionante arquivo de biografias, fatos e revelações envolvendo os grandes nomes da política brasileira, desde a Era Vargas até a presidente Dilma Rousseff. Sebastião Nery, um dos maiores e mais polêmicos jornalistas brasileiros, reúne aqui seus melhores textos, revelações e reminiscências. E nos oferece um livro histórico, imprescindível para se entender o Brasil dos últimos 60 anos.





capa 15.6x23 aberta final.inddSolidão
Autor: José Maria Mayrink

Em 1982, o jornalista José Maria Mayrink, do jornal O Estado de S. Paulo, escreveu uma surpreendente série de reportagens sobre a solidão em São Paulo, a maior metrópole brasileira. Mendigos, trabalhadores noturnos, presidiários, padres, freiras reclusas, cidadãos comuns foram surpreendidos em sua frágil intimidade.
Eles eram solitários e tristes no meio da multidão. Escrita em estilo literário, como já não se vê na imprensa diária, os relatos comoveram os leitores e tiveram um impacto impressionante. Mais de trinta anos depois, a solidão nas grandes metrópoles não diminuiu. Os solitários continuam sozinhos, agora espalhando suas angústias nas redes sociais. O que era e é ser solitário numa cidade marcada por multidões e ruídos? Quem eram aquelas pessoas que falavam de uma sensação paralisante de abandono? A solidão urbana é mais ampla e assustadora do que se imagina. A solidão de que falam é a mesma que se sente hoje, um dos estigmas da atualidade. A identificação é inevitável. Este livro é um convite à reflexão sobre o que é a solidão particular de cada um.



Capa_Quem_Tem_Medo_da_Morte_FIN2603.inddQuem teme a morte
Autora: Nnedi Okorafor
Numa terra devastada por uma hecatombe nuclear, uma jovem e misteriosa mulher com o incomum nome de Onyesonwu – que pode ser traduzido como Quem teme a morte –  descobre que tem superpoderes e foi escolhida para salvar a humanidade. Este seria um  romance distópico como qualquer outro se não transcorresse na África e sua autora não fosse a surpreendente Nnedi Okorafor, elogiada pelo prêmio Nobel nigeriano Woyle Soyinka. Fantasias, batalhas, tradições e alta tecnologia, sonhos, visões, discriminação racial e sexual, tudo se mistura numa narrativa tensa e poética que confere uma nova linguagem para os romances do gênero.


Capa_Deixe-me_em_Paz_FIN1803.inddDeixe-me em paz
Autor: Murong Xuecun
Estamos em Chengdu, a quinta metrópole mais populosa da China moderna. Nessa cidade de contrastes vive Chen Zong, um gerente de vendas ambicioso que passa por uma crise: a mulher que ama está prestes a deixá-lo; na empresa há uma conspiração para arruiná-lo; e uma dívida alta ameaça levá-lo para a prisão. Para salvar-se, ele arma um plano para virar o jogo e, de quebra, ganhar muito dinheiro. Sabotagem, escândalos sexuais, corrupção e realidade estão reunidos nessa saga picante de um decadente, que foi censurada na China, tornou se sucesso internacional e agora chega ao Brasil.


minhas_lembrancas_de_leminski
Minhas lembranças de Leminski
Autor: Domingos Pellegrini

Pé vermelho (Domingos Pellegrini) entra em contato com a obra de Polaco (Paulo Leminski), no ano de 1964, ao ler um artigo deste na revista Invenções. Alguns anos depois eles se conhecem, iniciando uma amizade que dura duas décadas.
Vinte e cinco anos depois, tendo Leminski já falecido, Pé Vermelho recebe a proposta de uma editora para escrever sua biografia. Como já havia uma lançada, O Bandido que sabia latim, de Toninho Vaz, ele fica em dúvida sobre como deve fazer, e se deve fazer. Pede um tempo pra pensar. Tem, então, um sonho onde está preparando sopa num caldeirão, com Leminski, este a adicionar páprica, ‘tempero fino’, à sopa comum. Ele interpreta com humor: deve escrever algo incomum, não uma biografia convencional, mas algo além, algo escrito pelos dois, sobre as faces poliédricas de Leminski, que tanto escreveu sobre pedras…


sexo_e_religiaoSexo e religião
Subtítulo: Do baile de virgens ao sexo sagrado homossexual
Autor: Dag Øistein Endsjø

O universo sexual e religioso nunca foi abordado de maneira tão polêmica e profunda
Dag Øistein Endsjø é um estudioso norueguês fascinado pela história de nossa civilização. Neste livro, que já foi traduzido para sete idiomas, ele traz um estudo extenso e provocante sobre a variedade de concepções religiosas sobre a sexualidade.
Partindo das grandes religiões – o Cristianismo, o Judaísmo,o Hinduísmo, o Islamismo e o Budismo – e estendendo-se às seitas modernas e religiões extintas, ele desvenda a moral sexual presente em cada uma dessas cosmovisões.
O livro aborda, com base nos textos religiosos e registros históricos, temas polêmicos como a homossexualidade, o estupro, o incesto, a prostituição, a masturbação e a pedofilia. 

click to zoomPara mais informações:


Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Gostei bastante da seleção de livros que a Geração Editorial escolheu lançar...especialmente Como viver eternamente & A Guerra dos Fae – Chamado às armas – vol.2 .Vakeu mesmo pela dica dos livros..

    bjs

    ResponderExcluir