='cap-left'/>

Rachel Hawkins - Hex Hall: O Sacrifício

Chegamos ao fim de mais uma Trilogia que me conquistou bastante: Hex Hall.

“O Sacrifício” é o terceiro e, infelizmente, último livro da Trilogia escrita pela autora Rachel Hawkins. Os livros foram lançados no país pela Editora Galera Record e me conquistaram de cara. Sempre gostei de histórias de bruxas e essa Trilogia foi umas das mais legais que li sobre o tema.

Nesse livro a história já começa cheia de suspense. Sophie Mercer, a protagonista, acorda sem forças em uma floresta no meio do nada, mas logo acaba dando de cara com um ser humano, porém nem tão simpática. 

Depois de ver o lar do seu pai pegar fogo, ter os poderes reprimidos e não saber o que aconteceu com seu namorado, pai, noivo (sim, ela tem um namorado e um noivo, e os dois são lindos), sua melhor amiga e demais amigos – que podem muito bem estarem mortos -, o que Sophie menos quer é ter contato com um bando de mulheres guerreiras, as Brannick, que odeiam seres sobrenaturais como ela. Mas como Cal mandou Sophie encontrá-las, pois sua mãe supostamente está com essas mulheres, ela acaba embarcando nessa viagem.

Claro que ela nem imagina o que sua mãe está fazendo nesse lugar, porém quando Sophie é levada a casa das Brannick encontra não só a sua mãe como também a confissão de alguns segredos que envolvem sua vida. Porém, isso é coisa pequena em vista do problema que a protagonista tem que resolver para salvar a humanidade: impedir que as malignas irmãs Casnoff convertam ainda mais prodígios em demônios.

Sophie é a única que pode impedir as vilãs de alcançarem seus objetivos e iniciar uma guerra épica, mas para isso ela precisa recuperar seus poderes. E adivinha onde está o feitiço que ela precisa para isso acontecer? Em Hecate Hall, onde tudo começou.

Ir para Hex Hall acaba sendo mais fácil do que Sophie imaginava, contudo sair será uma das coisas mais difíceis de se fazer. Lá na sua antiga escola ela reencontra seus antigos colegas, que também foram para lá de modo bem intrigante, alguns que não gostaria de ver nunca mais e outros que tornam sua estadia suportável.

Cabe agora a Sophie recuperar seus poderes e impedir que o mal governe a terra. Será que ela conseguirá?

“Hex Hall 3: O Sacrifício” segue o ritmo bem rápido dos livros anteriores. Confesso que achei o livro rápido demais. A autora poderia ter escrito mais páginas. A história foi boa como os dois primeiros livros, porém o livro têm tão poucas páginas que muitas coisas ficaram no esquecimento, como assuntos envolvendo certo cara preso em um espelho e uma das jovens Brannick. Qual o segredo que eles compartilham? Gostaria muito de saber. 
Vou dar uma olhada para saber se temos histórias interligadas a Hex Hall. Seria ótimo!

Sophie continua sendo uma personagem bastante divertida com um senso de humor muitas vezes estranho. Gosto muito da personagem que amadureceu bastante durante a história; Jenna, sua melhor amiga, também se tornou uma das minhas personagens favoritas, pois é uma fofa; Archer continua arrancando suspiros, pois é uma delícia e super combina com a Sophie. Realmente torci pelo casal; Cal é uma maravilha!, queria muito que ele encontrasse uma garota legal para si; As mulheres Brannick até que são interessantes, gostaria de ter conhecido elas melhores; Os pais de Sophie também foram presenças mais que especiais na história e torci para que ficassem juntos.

A história possui ação, aventura, romance e um pouco de humor. É uma história mais artificial, não se prende muito a detalhes, porém não decepciona por isso.

Recomendo a trilogia, pois é bastante divertida e ótima para passar o tempo.

Série Hex Hall
3 - Hex Hall: O Sacrifício

click to zoomMais informações:
Site da Rachel Hawkins 
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Oi Lu!
    Eu amo Hex Hall! O meu livro preferido é o segundo e confesso que achei que o terceiro não foi tão bom quanto poderia ser. Concordo com você que alguns personagens mereciam um maior desenvolvimento e mais atenção da autora, mas fazer o que né? O que eu realmente não entendi é por que o livro é tão curto???? Últimos livros de séries ou trilogias geralmente são maiores do que os anteriores ou pelo menos do mesmo tamanho, então não entendi porque a Rachel resolveu fazer esse desse jeito. Mas enfim, nada que me faça deixar de amar Hex Hall <3333

    Bjs
    http://nasquartasusamosrosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oieeee !!!
    Eu amo Hex Hall ! Comprei ainda com aquela capa horrorosa e adorei a história. Adoro livros com temas sobrenaturais e a Sophie e o Archer AHHH são fofos..Também adoro o Carl e fiquei meio balançada por ele também..espero que ele tenha encontrado alguém que o mereça..
    Pela sua resenha acho que vou ter que reler os livros algumas coisas que você disse aqui eu já nem lembro mais rsrs

    ResponderExcluir
  3. Essa é outra trilogia que está na minha listinha já faz um bocado de tempo. quero muito ler e espero fazer isso ainda esse ano, pois tenho muitos livros esperando para ler. Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  4. Muito animada depois de ler esta resenha desse que é o último livro da trilogia Hex Hall (e mais uma vez a capa está linda assim como dos demais antecessores desse livro), espero que a história da Sophie tenha sido concluída com "chave de ouro",pois gostei muito da personagem dela e do enredo da história sobre bruxas e magia.

    ResponderExcluir
  5. E infelizmente mais uma trilogia muito legal chega ao fim (a capa está linda assim como os demais livros) e espero que a jornada da Sophie (e também dela com o Archer) tenha sido concluída com "chave de ouro" e após ler essa resenha fiquei animada e um pouco temerosa quando a Lu disse que dessa vez a Rachel Hawkins correu um pouco com a trama.Porém, vou aguardar e conferir o resultado final em breve.

    ResponderExcluir