='cap-left'/>

Sally Nicholls - Como Viver Eternamente

Olá pessoal, a resenha de hoje é de uma pessoa muito legal que tenho o prazer de conhecer: Grazi Santana. Eu e Grazi nos conhecemos da faculdade, pois cursamos o mesmo curso e somos da mesma sala. Tive o prazer de postar a resenha tão fofa escrita por ela de um livro bastante lindo. Espero que gostem.

O livro COMO VIVER ETERNAMENTE da jovem escritora inglesa, Sally Nicholls, conta a emocionante história de Sam, um garoto de 11 anos que tem leucemia. Lendo o título do livro e a frase colocada anteriormente, acredito que muitas pessoas deixariam de ler o livro por dois motivos em especial: primeiro por contar história de uma criança, que não é um gosto de leitura da maioria, e segundo por tratar da leucemia, que é uma doença maligna e, portanto, carrega um “estereótipo” de tristeza. O livro trata a doença de uma forma tão delicada que somos tomadas por lágrimas e sorrisos.

O garoto Sam está sempre rodeado de pessoas. Sua professora Sra. Willis que o ajudou a escrever seu livro e sempre levou experiências novas para as aulas; Seu melhor amigo Felix que também tem leucemia, mas não enxerga a doença como impedimento para nada; Seus pais que o ajudam em tudo; Sua irmã mais nova Bella que é pirracenta, mas, quer mesmo atenção; Sua avó, enfim, várias pessoas que de alguma forma são parte da vida dele.

Sam é um garoto que coleciona histórias e fatos fantásticos, aliás, ele gosta muito de fatos, gosta de saber das coisas, mas, não qualquer tipo de coisas. Ela sonha em responder perguntas, aquelas que ninguém sabe e se sabem, não tem certeza se é a verdade. Este livro foi contado pelo próprio Sam, antes que sua morte sem resposta chegasse...

COMO VIVER ETERNAMENTE é um livro triste, pois a doença de Sam é terrível, mas também lindo, pois temos um personagem forte, valente e que emociona. Claro que torci para que tudo desse certo, porém sabemos que a vida nem sempre é um conto de fadas e fatos tristes acontecem. De qualquer forma, o livro contém uma história tocante e que vale a pena ser lida por todos.

Sam ficará para sempre em meu coração, pois ele foi um personagem maravilhoso de se conhecer e que gostaria que vocês também tivessem o prazer de apreciar.

p.s da Lu: temos outro livro da autora publicado no Brasil também pela Geração Editorial. Olha que capa mara:

click to zoomFique pode dentro das novidades em:
Site Geração Editorial = geracaoeditorial.com.br
Site Sally Nicholls = www.sallynicholls.com
Comentários
6 Comentários

6 comentários:

  1. Eu acho esse livro muito bonito e tenho o desejo de ler ele mesmo sendo uma história de uma criança com leucemia, eu acho esse tipo de livro muito bom de se ler apesar de ser triste por um lado mas por outro aprendemos lições para a nossa vida.
    Amei a resenha.
    Beijos
    http://the-universe-of-books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Estou de olho nesse livro a tanto tempo cara, preciso lê-lo!
    Adorei a resenha Grazi, esse livro tem uma história triste e linda ao mesmo tempo, assim como "A Culpa é das Estrelas" e eu sei que vou chorar quando ler esta obra porque sou manteiga derretida desde sempre.
    Que capa mara mesmo essa do outro livro da autora, perfeita *o*

    ResponderExcluir
  3. Por que a editora trocou o título do outro livro??
    Eu preferia muito mais "A Menina que Conversava com o Verão". Fora que a capa anterior é lindíssima!
    Quase que eu comprei o livro por engano, achando que era um novo título da Sally ¬¬

    ResponderExcluir
  4. Oi, td bom?

    Acho que narrativas com protagonistas crianças são complicadas. Ou são lindas histórias, ou acabam me irritando um pouco. Pelo que vc escreveu, esse é daqueles que te tocam :D

    Beijos
    Arrastando as Alpargatas

    ResponderExcluir
  5. A nova capa é lindaaa..tão calma e cativante ao mesmo tempo...E aquela lista, o que é isso?! (vi na livraria,quando estava foleando o livro). Já me fez emocionar logo na primeira página. Já vi que vou chorar muito e amar a cada segundo essa leitura..Preciso demais desse livro. Espero me apaixonar por ele, assim como você.
    Amei sua resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Esse é um livro que é um dos meu 10 favoritos, e é muito dificil falar de livros favoritos, mas vamos lá haha Concordo com o que você falou "COMO VIVER ETERNAMENTE é um livro triste, pois a doença de Sam é terrível, mas também lindo" totalmente, li esse livro já tem um tempo e super rápido. Amei, ri e chorei muito haha Ainda lembro das emoções que passei lendo esse livro, posso dizer que tem uma doçura muito dolorosa e por isso ele é especial(nao sei se deu para entender haha) Mas amei que você leu tambem ♥ #livromarcante

    ResponderExcluir