='cap-left'/>

Emma Chase - Atraído (Tangled)

 
“Tangled” ou “Atraído” (nome em português), da autora Emma Chase, é o primeiro livro da Série Tangled e foi lançado no Brasil este ano pela Editora Universo dos Livros. Eu li antes de sua publicação aqui, e fiquei muito feliz em saber que várias pessoas iriam poder se deliciar com esse livro maravilhoso.

A história é muito boa, mas o melhor do livro é que ele é narrado pelo protagonista, Drew Evans. É como se Drew estivesse nos contando como ele ficou doente de uma rara doença que nunca tinha sentindo antes: amor. Claro que ele ama sua família, mas o senhor Evans nunca havia se apaixonado antes e achava que era imune a essa “doença”.
Abaixo conto como ele ficou “doente”.

Drew Evans é lindo, playboy, sexy, mimado, inteligente e muito rico. Ele sabe que é gostoso e não tem humildade em assumir que já conseguiu todas as mulheres que quis. Na verdade ele nem tem que se esforçar muito, pois as mulheres caem a seus pés.

Porém algo sobrenatural acontece uma noite: ele é dispensado (de modo simpático) por uma linda mulher. A garota, que é noiva, simplesmente não quis passar a noite com o maravilhoso Drew Evans, uma coisa totalmente inexplicável. Claro que Drew não esquece da mulher, porém ele não fica sofrendo nos cantos e continua se divertindo porque ele é solteiro e pode.

Para a felicidade de Drew ele reencontra a mulher, Kate Brooks, que é a nova funcionária do Banco de Investimento onde ele trabalha e do qual seu pai é um dos donos. Drew acredita que essa é a chance de finalmente leva-la para a cama, porém logo o que era doce fica azedo, pois o pai de Drew faz com que ele dispute com Kate a oportunidade de negociar um contrato milionário.

Drew se acha a última bolacha do pacote e também o melhor negociador da empresa, por isso não medirá esforços para conseguir ser o responsável pela negociação. Porém se Drew acha que as coisas serão fáceis está muito engano, porque Kate também é uma grande estrategista e ver nessa disputa uma oportunidade de mostrar seu valor e talento no novo trabalho.

Logo Drew e Kate estão brigando, atrapalhando o trabalho do outro e cada vez mais atraídos e se desejando. Mas Kate não é como as outras mulheres que ele conhece e não deixará a atração atrapalhar o noivado.

Quando o Playboy se dá conta, está muito “doente” por Kate.
Quer saber o que vai acontecer com Drew e Kate? Só lendo.

“Tangled” é daqueles livros ótimos que você vive relendo, pois não tem como não amar tanto a história quanto os personagens. O livro tem muito romance e também uma pitada boa de humor. A sobrinha de Drew, Mackenzie, é uma graça e proporciona cenas divertidas quando aparece, porque ela é dona de um pote onde todos tem que colocar dinheiro quando falam palavrão perto dela. Vamos dizer que Drew está fazendo a sobrinha rica.

Drew foi retratado de maneira bem realista e sincera. A autora explorou bastante o lado cafajeste dele, sua visão do mundo e das mulheres. Ele não é meloso. Drew é safado, boca suja e possui pensamentos mais sujos ainda. Também não fica aquele homem bobo quando se apaixona, custa a assumir esse amor, até inventa que na verdade está é doente e não apaixonado. Se eu estivesse na mente de um homem, acho que encontraria os mesmo pensamentos que Drew expunha no livro.

Confesso que depois que li “Tangled” fiquei estragada para outros romances adultos onde o homem também narra a história, como no caso de “Cretino Irresistível”. Por que? Porque achei que a Emma fez o Drew, e seu modo de ver as coisas, de modo tão realista que não consigo mais ler personagens pensando de modo tão “delicado e bonzinho”. Vou explicar melhor: não digo que todos os caras são safados como Drew, mas vamos ser sinceras, eles tem pensamentos bem impertinentes e nada santos. (tenho 3 irmãos mais velhos e sei que não são uns anjinhos de pensamento). Muitas vezes as autoras descrevem a mente dos caras de modo bem feminino, pelo menos eu acho isso.

Não temos aqui a visão de Kate dos fatos, mas gostei bastante da personagem a partir da ótica de Drew. Ela não é fraca e nem donzela em perigo. Foi uma escolha excelente e a altura de Drew. Kate foi guerreira por suportar muitas vezes as implicâncias dele.

Os personagens secundários, como o pai de Drew, a irmã, Matthew (amigo de Drew) e Dee Dee (amiga de Kate) também são ótimos e proporcionam momentos engraçados. Gostei bastante de cada um deles.

Gente, a história é ótima e super recomendo. Vale muito a pena ler e conhecer o cafajeste mais gosto de todos os tempos.

Série Tangled
1 - Atraído (Tangled)
1.5 - Holy Frigging Matrimony*
2 - Enroscado (Twisted)
3 - Tamed*
4 - Tied*

* = Não lançado no Brasil

Mais informações:

www.emmachase.net

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Parece ser bem legal o livro, quero saber o que vai acontecer com Drew e Kate!
    Que bom que temos pensamentos de homens mesmo nesse livro, porque fica mesmo irrealista quando um autor deixa homens com pensamentos femininos, hahaha.
    Engraçadinha a sobrinha de Drew, com esse pote que as pessoas põem dinheiro quando falam palavrão perto dela. :D
    Ótima resenha! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Eu ameiiiiiiiiiii ese livro, super divertido, envolvente..e Drew & Kate são personagens fantáticos, é umposível não torcer pelos dois...A Emma oube escrever um livro que nos torna cativados pela história. Agora, precio desesperadamente tê-lona minah estante...bjs e parabéns pela resenha, ela ficou ótima.

    ResponderExcluir
  3. Sabe que eu concordo com você? Esse negócio de colocarem os pensamentos tão "femininos" nas cabeças dos personagens masculinos, chega a irritar, tira toda a possível realidade da história.
    Não conhecia Tagled ainda, mas vou conhecer.

    bjs.

    ResponderExcluir