='cap-left'/>

Victoria Van Tiem - Um Amor de Cinema

“Um Amor de Cinema”, da autora Victoria Van Tiem, foi lançado no ano passado pela Editora Verus. Recebi o livro de presente e fiquei interessada na leitura, pois curti a sinopse. Porém, confesso que não esperava muito do livro, imaginava que seria mais um chick-lit com mocinha nos 30 anos, depressiva e que se considera acima do peso. Vamos dizer que me enganei totalmente e acabei gostando demais do livro.

Kenzi Shaw é realmente uma mulher com quase 30 anos, no entanto, ao contrário de outras personagens de chick-lit, ela não é uma “encalhada” que está insatisfeita com sua vida. Kenzi é noiva de um lindo homem, tem um ótimo emprego como designer em uma grande empresa e é bem atraente. Contudo, como nada é perfeito, ela tem que lidar com o fato de ser a filha que os pais não dão muita atenção, pois tudo é dirigido ao irmão e a esposa, ambos jovens médicos que seguiram os mesmo passos do pai de Kenzi. Para piorar tudo, no dia em que anuncia o seu noivado, sua cunhada (Ren) também anuncia uma gravidez, roubando assim toda atenção da grande notícia da design.

Kenzi tenta lidar com isso numa boa e busca manter-se feliz com o momento, entretanto, toda a sua vida resolve virar de cabeça para baixo. Ela, de repente, corre o risco de ficar sem emprego, pois a empresa em que trabalha está passando por uma crise, e por causa disso Bradley, seu noivo, quer adiar o casamento. Além disso, seu ex-namorado, Shane, da época da faculdade (a quem ela amou muito e cisma em dizer que esqueceu) resolve dá as caras novamente depois de sete anos. E Shane é, aliás, o cara que pode salvar os planos de Kenzi, pois ele é o novo cliente da agência em que ela trabalha. O chefe dela diz que ela precisa manter o cliente feliz, porque se mantiverem o contrato com Shane o emprego de Kenzi ficará garantido.

Shane continua lindo. Mentira! Na verdade ele está mais lindo ainda e isso é algo com que Kenzi não quer lidar. O novo projeto dele é um restaurante com cinema e, segundo Shane, tudo foi inspirado em Kenzi, que é apaixonada por filmes de romances. Shane quer que ela desenvolva peças gráficas que rementem a filmes de romances e para que ela tenha ótimas inspirações, ele propõe que os dois revivam cenas dos 10 filmes que ele considera como os melhores do gênero. 

1 - Sintonia do amor
2 - Uma linda mulher
3 - O diário de Bridget Jones
4 - Vestida para casar
5 - Dirty dancing: ritmo quente
6 - Gatinhas e gatões
7 - Simplesmente amor
8 - Digam o que quiserem
9 - Mensagem para você
10 - O casamento do meu melhor amigo



Ela fica reticente em fazer isso, pois quer manter distância dele por acreditar que Shane a traiu na faculdade (sua aparente “amiga”, Olívia, a revelou isso) e por isso Kenzi terminou o romance. Além disso, seu noivo demonstra grande ciúme do novo cliente. Porém, como seu emprego depende disso, Kenzi embarca nessa aventura com Shane.

Será que ela conseguirá manter tudo no nível profissional? Se manter longe de Shane é cada vez mais complicado, principalmente porque tudo que ela sempre quis foi um amor de cinema, e seu ex-namorado parece desejar realizar esse sonho.

“Um Amor de Cinema” foi uma leitura extremamente agradável e proveitosa. Li o livro em um dia (ok, ele é pequeno, mas têm uns que mesmo se tiver 100 páginas a leitura é arrastada) e gostei muito do enredo. Kenzi é uma mocinha bem divertida e super apaixonada por romances, chega até decorar frases de filmes. Shane é uma delícia! Realmente torci por ele e a Kenzi, mesmo ele tendo sido um pouco cretino no passado. Ele faz cada coisa pela amada que dá até invejinha dela. Eita mulher sortuda que tem um cara que quer reviver cenas de romances com ela. Apesar de ter amado e torcido pelo Shane, não criei antipatia pelo Bradley à primeira vista, porém ele faz algumas besteiras que me fez odiá-lo.

A família de Kenzi é irritante, porém não participa tão intensamente da história. A que mais dá as caras é Ren, a cunhada, por quem me antipatizei no começo, mas passei a gostar bastante no decorrer da história. A melhor amiga de Kenzi também é bem divertida, já Olívia é uma invejosa que só sabe criticar a design.

Acredito que vou passar o fim de semana revendo vários filmes que está na lista de Shane e Kenzi. São filmes bem fofos que também queria poder encenar com um lindo cara. Super recomendo o livro, vale muito a pena.


Mais informações:
   

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Eu achei essa ideia fantástica, ainda mais agora que vi que tem Bridget Jones no meio haha adoroo a Bridget!
    Deve ser uma leitura muito gostosa!

    Beijos!
    Arrastando as Alpargatas

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu!
    Eu não sou muito de romances e chick-lits, então sei que esse não é livro para mim. Mas pelo que tenho visto na blogosfera o livro agradou em cheio quem curte o gênero.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir