='cap-left'/>

Nora Roberts - Bruxas da Noite

Bruxa da NoiteSinopse: Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda.
Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera.Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar.
Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote. Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado.
Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.

Título Original: Dark Witch
Ano de publicação: 2015
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 320
Nota : 3/5

“Bruxa da Noite”, da autora Nora Roberts, é o primeiro livro da Trilogia Primos O'Dwyer e foi lançado no Brasil pela Editora Arqueiro. Essa Trilogia é voltada para um romance sobrenatural, pois os três primos - personagens principais - são dotados de magia e carregam no sangue uma maldição.

No começo do livro somos apresentados à história de Sorcha, a Bruxa da Noite, que se passa no século XII. Ela é uma mulher bastante poderosa que usa seus poderes para o bem e para proteger sua família do mal, este que aparece na forma de Cadhen, também um bruxo poderoso que deseja Sorcha e seus poderes. A Bruxa da Noite é casada com um homem que ama e a quem Cadhen mata. Visando proteger seus três filhos - Brannaugh, Teagan e Eamon -, Sorcha se sacrifica e “derrota” Cadhen, porém só naquele momento, pois o bruxo lança uma maldição aos descendentes da Bruxa, jurando que um dia voltaria para se vingar e finalmente ter os poderes dela. Os poderes de Sorcha são repartidos entre seus filhos, estes que repassariam aos seus descendentes que um dia serão responsáveis por finalmente destruir Cadhen completamente.

Nesse primeiro romance temos como personagem principal Iona Sheehan, uma mulher doce que deseja muito ser amada já que os pais não souberem lhe fornecer isso. Depois de ouvir várias histórias da avó sobre a Irlanda, Iona parte para o Condado de Mayo onde pretende recomeçar sua vida. Quando bota os pés naquele lugar, ela finalmente se sente em casa.É lá que ela conhece os seus primos Branna e Connor O’Dwyer, irmãos que assim como Iona são dotados de poderes. Buscando conhecer mais sobre o passado e principalmente sobre os poderes que carregam dentro de si, Branna passa a viver com os primos que a treinam e a preparam para quando tiverem que finalmente enfrentar Cadhen, que ainda ronda a família a espera do momento certo para se vingar.

Iona é apaixonada por cavalos e é esse amor que a leva a trabalhar em um estábulo local. Lá é onde conhece o maravilhoso e apaixonante Boyle McGrath, um dos seus novos chefes. Ela se sente imediatamente atraída por ele e é correspondida, porém ele reluta em assumir seus sentimentos por uma mulher tão poderosa.

Nessa aventura Iona terá que não só lutar pelo seu amor, mas também para salvar a humanidade de um mal terrível. Junto com seus primos, ela terá que enfrentar Cadhen e destruí-lo, e dessa vez completamente.

“Bruxa da Noite” é daqueles livros que tem uma sinopse e capa interessante, que atraí um segundo olhar e te faz querer ler. Confesso que não sou muito fã da Nora Roberts, mas resolvi me arriscar e ler mais um livro dela. A história é interessante e possui personagens cativantes, principalmente os homens que são M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S. Connor, Boyle e Fin são lindos, cavaleiros, fortes, etc., etc. de tudo de bom. Queria esse trio para mim. Já disse como sou apaixonada pela Irlanda? Sempre fico imaginando aquelas terras lindas infestada de homens lindos (risos).

Iona é uma personagem bastante legal também. Gostei da sua espontaneidade, o seu jeito meio moleca e sua alegria. Ela é bem diferente de Branna, sua prima, que é centrada e meio séria. O romance entre Iona e Boyle é bem fofo, mas acaba ficando meio que em segundo plano, pois o foco fica sendo a luta da família contra Cadhen.

O que me desgostou na história é que ela acaba sendo meio entediante, pois não tem nada que dê aquele “tchan” nela. Temos magia, romance, bem x mal, etc., no entanto isso acaba sendo meio enfadonho e não acontece nada que deixe o livro mais emocionante. O livro tem 320 páginas e acredito que se tivesse 120 páginas a menos seria bem melhor e menos cansativo. O livro é interessante, mas não consegue se destacar. Não sei se pego a continuação tão cedo para ler quando for lançado. É daquelas trilogias que só vou acabar quando estiver sem nada para ler, então vai ser bem difícil terminar.

Trilogia Primos O'Dwyer 
01 - Bruxas da Noite 
02 - Feitiço da Sombra (ainda não lançado no Brasil)
03 - Blood Magick (ainda não lançado no Brasil)

click to zoom
Mais informações em:
   
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Confesso que eu tinha vontade de ler este livro, a capa me chamou a atençao mas nunca havia lido sequer a sinopse rsrs. O nome de uma das personagens, Sorcha, é o mesmo nome da personagem principal do livro 1 da trilogia Sevenwaters, Filha da Floresta. Vc disse que gosta da Irlanda então vc vai se apaixonar por essa trilogia(se é que vc ja nao conhece né rsrs). Enfim, gostei muito da sua resenha e ela me fez pensar 2 vezes se realmente vou querer ler este livro rsrs bjssss

    ResponderExcluir