='cap-left'/>

Abbi Glines - A Primeira Chance

A Primeira ChanceSinopse: Quando o pai roqueiro de Harlow Manning sai em turnê, ele a envia para Rosemary Beach, na Flórida, para viver com sua meia-irmã Nan. O problema: Nan a odeia. Harlow tem que manter a cabeça para baixo, se ela quer passar os próximos nove meses em paz. Isso parecia ser fácil... Até que o lindo Grant Carter sai do quarto de Nan. Grant cometeu um grande erro em se envolver com uma garota com veneno nas veias. Ele sabia sobre a reputação de Nan, mas ainda sim não conseguiu resistir a ela. Nada faz ele se arrepender da aventura mais do que seu encontro com Harlow, que o deixa com o pulso acelerado. No entanto, Harlow não quer ter nada a ver com um cara que poderia se apaixonar por sua meia-irmã malvada. Mesmo não existindo amarras entre Grant e Nan. Grant está desesperado para se redimir aos olhos de Harlow, mas ele arruinou suas chances com ela antes mesmo de conhecê-la...

Nome original: Take a Chance
Ano de publicação: 2015
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 257
Nota: 4,5/5

“A Primeira Chance”, da autora Abbi Glines, é o sétimo livro da Série Rosemary Beach e o primeiro da duologia Chance - focada nos personagens Harlow e Grant. A série está sendo publicada no Brasil pela Editora Arqueiro e nesse livro vamos, finalmente, ter como foco o maravilhoso Grant, que conquistou meu coração nos livros dedicados aos outros personagens. Ele é um personagem bastante cativante, porém, no seu livro percebemos que ele é bem humano e comete erros que são difíceis de engolir.

Harlow e Grant se conheceram no terceiro livro da série, especificamente no casamento do Rush e Blaire, e se sentiram imediatamente atraídos um pelo outro. Nos demais livros da série, eles se envolveram e, na nova história, nos deparamos com o casal separado e Grant cometendo várias burradas.

Depois da morte de um dos seus melhores amigos (achei a maior burrada feita pela Abbi), Grant decidiu nunca se envolver demais com uma garota por medo de perde-la, pois viu o sofrimento da namorada do falecido de perto. Rodeado de casais apaixonados, principalmente dos amigos Rush e Blaire, Grant sabe como o amigo/meio-irmão ama sua esposa e seu filho e morreria se um dia os perdesse. Devido a isso, ele se afasta de Harlow depois de tomar sua virgindade e se apaixonar por ela; simplesmente por medo. Grant então começa a “pegar” todas e volta, aliás, a manter um caso com Nan mesmo não a suportando.

Enquanto isso, Harlow acredita que Grant queria só brincar com ela e enxerga no silêncio dele que o amor que acreditava existir não passou de uma ilusão. Agora com um coração partido, mas mais forte, Harlow é obrigada a morar na mesma cidade que o amado por causa dos caprichos do pai. Kiro compra uma casa para Nan em Rosemary, porém com a condição de que suas filhas morem juntas, pelos menos enquanto Harlow estiver de férias da faculdade.

Quando percebe que Harlow está na cidade, Grant se dar conta do obvio: está apaixonado e que não consegue manter distância dela. Ele ainda tenta e comete várias outras burradas (que dão muita raiva), porém quando percebe que há concorrência na área - e na forma de um ruivo bem gato - decide tomar uma atitude de homem e tenta reconquistar Harlow. Ela também persiste em mantê-lo longe, porém o amor fala mais alto e eles começam novamente uma relação. No entanto, será que eles serão capazes de suportar as dificuldades ainda maiores que estão por vim?

 “A Primeira Chance” é um livro com uma história maravilhosa em que vamos percebendo que Grant e Harlow escondem muito mais segredos do que poderíamos imaginar. Na verdade, não só eles, mas Kiro também que se mostrou um cara totalmente diferente do que poderíamos imaginar. Abbi finalmente nos mostra porque Kiro é como é, ou seja, um cara que não dá a mínima para nada além sua preciosa “menina”. Nessa história também conhecemos outro personagem maravilhoso que faz parte da vida de Harlow: seu meio-irmão, Mase, por parte de pai. Mase também é um dos que terão sua própria história e garanto que o personagem já me conquistou antecipadamente.

Harlow nos livros anteriores se mostrou uma pessoa bastante reservada e, muitas vezes, bem sem graça. Porém, na sua própria história, percebemos que ela só é tímida por toda a proteção que recebeu desde criança, esta, aliás, que tem um bom motivo para ter acontecido. Sua história é bem triste e me fez ter ainda mais dó dela e do Kiro.

Grant conseguiu me fazer sentir muita raiva dele, pois muitas de suas atitudes são imperdoáveis. Claro que em nenhum momento deixei de torcer pelo casal, mas queria que ele tivesse sofrido muito mais na história para pagar por todas as burradas que cometeu com a Harlow.

Outros personagens são figuras garantidas nesse livro. Infelizmente, Nan aparece bastante na história demonstrando porque é tão odiada. Contudo, para minha alegria, temos bastante de Rush, Blaire e Nate - o bebê mega fofo dos dois. Eles continuam sendo meu casal favorito de Rosemay Beach e os seus livros também são os melhores.

O final desse livro é foi de matar. Já estou bastante ansiosa pelo próximo livro que promete emoções bem fortes e bastantes lágrimas. Super recomendo!

Série The Rosemary Beach:
1. Fallen Too Far (Paixão sem limites) - Blair e Rush
2. Never Too Far (Tentação sem limites) - Blair e Rush
3. Twisted Perfection - (Estranha Perfeição) - Della e Woods
4. Forever Too Far ( Amor sem limites) Blair e Rush
5. Simple Perfection (Simples Perfeição) -  Della e Woods
6. Rush Too Far (Rush sem limites) -  Rush e Blair 
7 - Take a Chance (A Primeira Chance) Grant e Harlow
8 - One More Chance - Grant e Harlow
9 - You Were Mine - Tripp e Bethy
10 - Kiro's Emily - Kiro e Emily
11 - When I'm Gone - Mase e Reese
12 - When You're Back - Mase e Reese 
13 - The Best GoodbyeRiver “Capitão” e Rose

click to zoom
Mais informações em:
   
Site http://www.abbiglines.com/
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Oi,
    Adorei a resenha porém não sei se leria o livro, apesar de ter um romance e eu amar acho que ficaria irritada demais com os personagens e as atitudes que você comentou que eles tomam durante a história. Então acho que esse vou deixar passar.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir