='cap-left'/>

Mia Sheridan - A Voz do Arqueiro

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde. Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Nome original: Archer’s Voice
Ano de publicação: 2015
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 336
Nota: 4/5

“A voz do arqueiro” é o quarto livro da série “Signos do Amor”, porém aqui no Brasil foi o primeiro a ser publicado pela editora Arqueiro. Além do volume fora de ordem, o título do livro foi um erro de tradução quase tão primário que nos leva a questão do porquê esse deslize ter passado despercebido pela editora. “Archer”, nome do personagem, significa “arqueiro” em português, mas não há nenhuma relação da palavra traduzida com a história, assim, não havia a necessidade da traduação.

A exceção desses dois fatos curiosos, a história é despojada de qualquer outro tipo de crítica. Com uma pitada de drama, “A Voz do Arqueiro” traz uma relação amorosa delicada. Archer é um personagem excepcional e diferente. Tendo uma história conturbada em sua infância, o garoto cresceu isolado em uma cidadezinha pequena, aonde todos o tratam com indiferência ou – no máximo, com pena pela sua incapacidade de se comunicar com as pessoas. Archer não vê problemas nisso. Há muito tempo ele se isolou, deixando de se importar com que os outros pensam.

Mas a chegada de Bree na cidade mudará a vida dele e dos habitantes que moram em Pelion. O encontro dos dois não poderia ser mais inusitado e envergonhante para Bree, mas, aos poucos, Bree vai perceber que Archer é como um pássaro machucado, que precisará enfrentar seus dilemas antes de se permitir ter uma vida normal. Bree também precisa enfrentar o passado, que pode voltar a assombrá-la quando ela enfim parece ter encontrado a felicidade ao lado do jovem mais encantador que ela já conheceu.

Narrado em primeira pessoa, “A voz do arqueiro” é uma história delicada, leve, tecida a partir de personagens fortes. Archer e Bree formam casal que trará dilemas tão reais e bem costurados quanto a trama que os envolve devido ao passado de cada um. É um livro que consegue emocionar sem soar piegas, trazendo a aceitação e o amor incondicional como temas a serem explorados ao longo do enredo. Claro, uma pitada de um romance quente não poderia faltar, fechando o que, para mim, foi um dos melhores romances deste ano.

Série Os Signos do Amor
01 - A Voz do Arqueiro
02 - O Coração do Leão
image




Confira a resenha no blog dela AQUI
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Oi!

    Tenho ele na minha lista de pendentes.
    Esperava que se publicase en español, mas tá demorando más do que eu pensei, assim que acho que vou ler ele em portugués mesmo.

    Beijos. *^^

    ResponderExcluir