='cap-left'/>

Mary Balogh - Ligeiramente Maliciosos

Ligeiramente Maliciosos
Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?

Nome Original: Slightly Wicked
Ano de publicação: 2015
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Nota: 5/5

“Ligeiramente Maliciosos”, da autora Mary Balogh, é o segundo livro da Série Os Bedwyn, lançado no Brasil pela Editora Arqueiro. Li o primeiro livro e, confesso, não gostei, por isso nem pretendia continuar a série. Mas acabei lendo a resenha e sinopse no skoob e fiquei muito interessa pelo segundo livro. Fico muito feliz em ter lido, pois “Ligeiramente Maliciosos” é muito melhor que seu antecessor.

Os personagens principais da vez são: Judith Law e Lorde Rannulf Bedwyn. Ela é uma moça simples, filha de um pastor que está à beira da miséria por causa do único filho homem, que acha ser rico e gastou mais do que podia. Já ele, Ralf, é o terceiro dos irmãos Bedwyn e herdeiro da sua avó.

Judith e Rannulf eram duas pessoas improváveis de conhecerem-se, mas o destino resolve dar um empurrãozinho. Os dois se conhecem quando vão para a mesma direção, mas sem imaginar que estariam futuramente tão perto. Judith está indo para casa de sua tia viver com ela, o tio e filha do casal, além disso, com a avó. Judith, na verdade, vai morar com sua tia para servir de acompanhante da avó, ou seja, uma empregada não renumerada. Sua triste vida chega a isso por causa dos gastos exorbitantes do seu irmão, o que leva ao pai deles não ter condição de cuidar das demais filhas.

Querendo viver uma aventura ao estilo dos livros que tanto ama, Judith ver esta oportunidade quando conhece, na estrada, o galante Ralf Bedard, que na verdade é Rannulf Bedwyn. Ele se identificou com um falso nome, mas ela também e ainda fingiu ser uma atriz a caminho de Londres. Os dois vivem alguns dias de pura luxuria e prazer, porém Judith parte sem dizer uma palavra. Os dois, é claro, imaginavam que nunca mais se viriam.

Dias depois, qual não é a surpresa dos dois quando se encontram na casa da tia dela? Agora ambos sabem os nomes verdadeiros um do outro e que ainda estão absolutamente se desejando. Claro que o romance torna-se impossível, afinal Rannulf está cortejando a linda prima de Judith e, além disso, ele é um lorde e ela uma pobretona. Porém, com o passar dos dias, uma coisa se torna inegável: Judith e Rannulf sentem mais do que desejo um pelo outro, sentem um verdadeiro amor.

“Ligeiramente Maliciosos” é um romance fofo que, ainda por cima, têm cenas bem divertidas. Realmente gostei da história e, por isso, darei novas chances a Mary Balogh. Como escrevi acima, não gostei do primeiro livro da série, pois foi uma história mediana, sem acontecimentos que deixassem a história fofa; nem o romance me agradou. Já em “Ligeiramente Maliciosos” temos um casal com muita química, além disso, personagens secundários que tornam a história melhor, como as avós de Judith e Rannulf. Os demais irmãos Bedwyn aparecem pouco, mas quando o Duque de Bedwyn aparece, ele rouba a cena. Por isso não vejo a hora de ler o livro dele.

Gostei muito da Judith e torci o tempo todo por ela, principalmente para que Rannulf enxergasse o quanto ela precisava de alguém que mostrasse o quanto ela é linda. Já Rannulf é um mocinho de dar suspiros de tão apaixonante que ele é. Amei o casal, por isso super recomendo a história!

Série “Os Bedwyn”
1 - Ligeiramente Casados (Slightly Married)
2 - Ligeraimente Maliciosos (Slightly Wicked)
3 -  Ligeiramente Escandalosos (Slightly Scandalous)
4 - Slightly Tempted
5 - Slightly Sinful
6 - Slightly Dangerous

click to zoom
Mais informações em:
   
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário