='cap-left'/>

Brent Weeks - Caminho das Sombras

Sinopse: Para Durzo Blint, matar é uma arte... e ele é o artista mais talentoso da cidade. Temido por muitos, Durzo é uma lenda viva com as mãos manchadas de sangue e nenhuma culpa pelas vítimas que deixa pelo caminho.
Esse mundo sombrio também não é novidade para o jovem Azoth. Sobrevivendo entre becos sujos, ele aprendeu que a esperança é uma piada. Pelas regras das guildas, crianças são agredidas e surradas todos os dias.
Tentar contestar essa realidade seria um risco alto demais. Mas quando a morte se torna questão de tempo para ele e seus amigos, Azoth se vê forçado a vencer o medo e agarrar a chance de virar um derramador, um assassino. Ele precisa se tornar discípulo de Durzo Blint.
Para ser aceito, o garoto abandona sua antiga vida e abraça uma nova identidade. Ao se tornar Kylar Stern, ele aprenderá a transitar no mundo dos nobres, sobreviver às magias de seus inimigos e cultivar uma amizade muito especial: a da escuridão.

Nome original: The Way of Shadows
Ano de publicação: 2016
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 432
Nota: 4/5

“Caminho das Sombras”, do autor Brent Weeks, é o primeiro livro da Trilogia Anjo da noite, lançado no Brasil pela Editora Arqueiro. Esse é daqueles livros que você tem que ter paciência para ler, pois o começo é bem tenso e a história, pelo menos para mim, demora um pouco a desenvolver-se.

A história foca-se nos personagens Azoth e Durzo Blint. O primeiro, no começo do livro, é um jovem menino de rua que sonha em ser treinado pelo assassino mais letal da cidade: Durzo Blint. Azoth vive na pobreza estrema e a mercê dos “donos” das ruas que o utiliza, assim como os outros como ele, para fazer o que eles mandarem.

O cenário do livro é a cidade ficcional Cenária que é dividida entre o lado leste da Cidade - parte nobre que é comandada pelos ricos corruptos - e Tocas - o lado de extrema pobreza que é controlada pela organização criminosa Sakagê, E nesse universo tenebroso que Azoth tenta sobreviver aos 11 anos juntamente com os amigos Jarl e Menina Boneca.

Azoth está cansado de viver com medo constante e de ser usado para sustentar os vícios dos que comandam a área onde vive. Depois de presenciar Durzo Blint e por conselho de Jarl, Azoth decide se tornar o aprendiz do assassino mais temível da cidade. Mas é claro que a tarefa não vai ser fácil, pois Durzo não quer um aprendiz. Porém, o assassino decide dar uma chance para Azoth, mas se o pequeno matar Rato, o responsável pela guilda em que Azoth e os amigos vivem e por espancar as crianças. Ele titubeia, mas acaba matando Rato depois dele machucar alguém que Azoth gosta bastante.

Azoth torna-se então aprendiz de Durzo, mas tem que afastar dos amigos, pois assassinos não podem ter laços. Ele então começa a ser treinado por Durzo em tudo que torna o assassino o melhor dos melhores: matar, envenenar, não ser percebido até que seja tarde demais, lutar, entre outras coisas. Azoth também conta com a ajuda de Mama K, uma cortesã que comanda os bordeis, que ensina ao garoto a comportar-se como um verdadeiro nobre. Azoth então deixa de existir e surge em seu lugar Kylar Stern, um jovem nobre empobrecido, mas quem todo carisma que precisa.

Não contei nem a metade da história, mas é porque o livro é realmente cheio de informações e personagens interessantes. São muitos que se destacam, mas Azoth, Durzo, Mama K e Lorde Logan Gyre - herdeiro do Ducado de Gyre, um jovem de bom coração que precisa sobreviver em meio às intrigas e corrupção do reino.

O livro não é um enredo leve (como, por exemplo, Percy Jackson), mas o livro é muito bom e prende a atenção da gente do início ao fim. Demorei um pouquinho a empacar na leitura, mas quando consegui não pude parar de ler. Brent Weeks criou um universo complexo e cheio de intrigas em que só os mais fortes sobrevivem. Realmente as pessoas pobres sofrem demais nesse livro. A história de Azoth e seus amigos é bem triste e angustiante. O livro tem várias cenas que nos deixa apavorada e com incerteza do que realmente vai acontecer.

Durzo Blint não foi alguém que me conquistou logo de cara, pois demonstra no começo ser um cara bem odioso, mas na medida em que fui o conhecendo melhor gostei bastante do personagem. Já Azoth é daquelas pessoas que você quer cuidar, pois tem uma história muito triste. É incrível que por mais que seja uma ficção não está tão longe da realidade.
O livro esconde muitos mistérios que ficamos curiosos para desvendar. Por isso é que não é uma história cansativa apesar de ser um livro grande.
Super recomendo. Vale muito a pena.

Trilogia Anjo da noite
01 - Caminho das Sombras
02 - Shadow's Edge
03 - Beyond the Shadows
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário